Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Emancipação da mulher: Violência deixa pessoas perplexas

06.11.10, Planeta Cultural

 

OS resultados alcançados no país nas diferentes dimensões de luta pela emancipação da mulher são encorajadores, mas não correspondem ainda às metas almejadas, segundo reconheceu ontem, em Maputo, o Chefe do Estado, Armando Guebuza, na abertura da IIª Conferência Nacional sobre Mulher e Género e que marcou, igualmente, o lançamento da década africana da mulher.

 

“Por isso, persistamos na mobilização de mais apoios e parcerias. Continuemos a aprimorar a coordenação das nossas intervenções a favor da emancipação da mulher e em prol dos seus direitos”, indicou o Chefe do Estado.

 

Segundo o Chefe do Estado, a mulher é o garante da continuação da Humanidade, pilar fundamental da família e da sociedade e fonte inesgotável de ensinamentos e de experiências da vida para as mais novas e vindouras gerações.

 

No entanto, é cada vez mais frequente testemunharem-se casos de violência contra a mulher actos esses que, segundo Guebuza, chocam a sociedade e deixam perplexas pessoas de bem.

 

Um estudo levado a cabo pela Universidade Eduardo Mondlane e apresentado ontem na conferência, aponta que a violência contra a mulher nas suas variadas formas tem consequências graves para a família, custos e consequências associadas que influenciam negativamente a saúde física e mental da vítima.

 

O combate à violência pressupõe o conhecimento exacto das suas causas, formas manifestações, implicações sociais e sobretudo financeiras para as vítimas, família, comunidade e a sociedade no geral. Aponta que em média a violência custa 44.2 milhões de meticais em custos judiciais, económicos da saúde, das associações e organizações no atendimento psico-social entre outros.

 

As principais causas de violência contra a mulher foram identificadas como sendo o ciúme, o alcoolismo e a toxicodependência. Também concorrem para a violência o desemprego , o stress social e as perturbações mentais.

 

O estudo recomenda a necessidade de intensificação das campanhas de divulgação dos direitos da mulher e da igualdade do género e da educação do cidadão que, aliás, constituem propósitos da década da mulher ontem lançada em África.

 

O encontro termina ainda hoje e deverá adoptar uma declaração sobre Mulher e género no país no quadro da estratégia visando a igualdade do género.

 

 

Para visitar a fonte da informação, click aqui

Padre polonês constrói maior estátua de Cristo no mundo

06.11.10, Planeta Cultural

Um padre polonês está perto de realizar seu sonho de erigir a qual ele afirma será a maior estátua de Jesus Cristo, que está na etapa final de construção em uma pequena cidade no oeste da Polónia.

 

Sexta-feira, operários tentaram completar a maciça estátua - que terá uma altura um pouco superior à enorme estátua do Cristo Redentor no Rio de Janeiro. Fortes ventos, contudo, impediram que os operários instalassem a cabeça no dorso da estátua. Os trabalhadores tentarão novamente hoje.

 

O Cristo polonês terá 33 metros de altura. A estátua do Cristo Redentor, no Rio, tem 38 metros, mas 8 metros são do pedestal. O Cristo-Rei de Almada, perto de Lisboa, tem 28 metros.

 

O prefeito da pequena cidade polonesa de Swiebodzin, Dariusz Bekisz, prevê que a enorme estátua começará em breve a atrair grupos de peregrinos e o dinheiro deles à sua cidade.

 

O projeto, contudo, dividiu a Polónia. Muitos poloneses estão constrangidos com a grandiosidade do projeto do reverendo Sylwester Zawadzki.

 

 

Para visitar a fonte da informação, click aqui

Emília é a 30.ª mulher morta este ano

06.11.10, Planeta Cultural

 

Foi assassinada pelo marido, que tentou depois o suicídio. É o quarto caso do género em dez dias

O homem que supostamente alvejou mortalmente, na quinta-feira à noite, a companheira, em Santa Maria da Feira, e depois atentou contra a própria vida, permanecia ontem, no final da tarde, internado no Hospital de Santo António, no Porto, em estado muito crítico. Foi o quarto caso em dez dias de homicídio de mulher por companheiro que tenta de seguida o suicídio (excepto num caso). Este ano já foram assassinadas 30 mulheres.

Abel Costa, 67 anos, foi encontrado inconsciente debruçado no sofá da sala, num apartamento rés-de-chão, em Mosteirô, com ferimentos de arma de fogo na cabeça. Ao seu lado, já morta, estava Emília Valente, 54 anos, baleada na boca. As circunstâncias do suposto homicídio estão a ser investigadas pela Polícia Judiciária (PJ) do Porto, podendo ter motivações passionais.

Desentendimentos nos dias anteriores, por motivos desconhecidos, terão abalado a relação do casal que durava há cerca de um ano. Desde Março dividiam o apartamento em Mosteirô a estrear, que terão adquirido em comum. "Ouvi um tiro e depois outro, fiquei em sobressalto. Só saí de casa quando já estava o aparato", contou uma vizinha residente nas traseiras do apartamento, na Rua dos Moinhos, onde se deu a tragédia.

O presumível autor terá feito o primeiro disparo de pistola pelas 22.00 e mandou um sms ao filho da ex-mulher a dizer que se iria matar. Acto contínuo, os bombeiros de Santa Maria da Feira recebem o pedido de ajuda do familiar e também comunicam com a GNR. Os primeiros meios de socorro que chegam ao local confirmam o alerta. A senhora já está sem vida, no sofá, e tem ao seu lado o suspeito, inconsciente mas a respirar com a arma junto de si. O televisor encontra-se ligado.

Depois de estabilizado pelos técnicos do INEM, o homem é transportado para o Hospital de Santo António, onde permanecia nos cuidados intensivos, com prognóstico reservado.

Antigo emigrante em França, onde dizia ter feito fortuna na construção, Abel Costa era natural de Vale de Cambra mas tinha uma vivenda em Santa Maria da Feira. O antigo construtor civil, que esperava pela reforma, era proprietário de um apartamento no Furadouro, Ovar. Foi ali que travou conhecimento com Emília Valente, dona da Papelaria Topázio, na avenida principal.

Na quinta-feira no final do dia, a mulher, há muito estabelecida na praia, é vista, na companhia de uma das irmãs, a mudar o canhão da porta. "É a única coisa que estranhámos, porque não tinha sido assaltada", contou o gerente de um café vizinho. Depois de fechar, a alegada vítima vai, como é habitual, à padaria buscar alguns pa-po-secos e despede-se da funcionária, "bem-disposta", não denunciando nenhum comportamento estranho. Junta-se mais tarde ao companheiro, em Mosteirô, onde viviam de há um ano a esta parte, apesar de ambos terem apartamentos no Furadouro.

 

 

Para visitar a fonte da informação, click aqui

Deco alerta que pulseiras do equilíbrio não têm efeito

06.11.10, Planeta Cultural

 

Deco denuncia que não há evidência científica dos efeitos: equilíbrio, energia, força e flexibilidade. Ninguém fiscaliza

De repente, os braços dos portugueses foram inundados com pulseiras holográficas que garantem a quem as usar "um maior equilíbrio e energia". "Não passam de produtos milagrosos sem fundamento científico", acusam os técnicos da Deco. E resumem: "É um placebo demasiado caro." Custam entre 9,90 e 39,90 euros e tanto estão disponíveis em lojas de desporto como na Internet.

As pulseiras em causa podem ser compradas na Internet, em lojas de desporto e até em farmácias. São de todos os feitios e cores e utilizam uma linguagem "pseudocientífica" para conquistar os consumidores. Referem serem compostas "por hologramas" que "aumentam a eficiência dos sistemas bioeléctrico, físico e orgânico"; comparam os seus efeitos à acupunctura, ou dizem ter sido desenvolvidas por um cientista da NASA, entre outras características. Prometem "energia, equilíbrio, força e fle- xibilidade". E, para culminar, põem figuras públicas, sobretudo na área do desporto, como Cristiano Ronaldo, a usá--las.

"A publicidade a estas pulseiras mistura afirmações correctas com outras sem fundamentos", diz a Deco. E explica: "O corpo humano corresponde a um conjunto complexo de processos electroquímicos geradores de energia", tal como afirmam os vendedores das pulseiras.

No entanto, não existe qualquer evidência científica de que melhorem "as funções metabólicas celulares" ou que sejam "estimulantes naturais de energia".

A única influência que pode ter é do ponto de vista psicológico: a pessoa convencer-se de que faz bem. No entanto, "o preço é demasiado elevado para um produto que não passa de um placebo", denuncia a Deco.

Por isso deixa um conselho claro ao consumidor: "Não desperdice o seu dinheiro."

A associação defende que os elementos anunciados são característicos dos chamados "produtos milagrosos", que se limitam a "promessas sobre circunstâncias que dependem de uma percepção subjectiva, como a força, resistência, elasticidade, equilíbrio, energia, vigor ou humor".

Porém, segundo uma técnica da Deco, é difícil comprovar que estão a anunciar propriedades milagrosas, o que é proibido por lei, daí que tenham optado por alertar o consumidor. E acrescenta que as poucas queixas que receberam têm que ver com a disparidade de preços a que são vendidas as pulseiras holográficas.

O DN contactou a Autoridade para a Segurança Económica e Alimentar (ASAE) para saber que tipo de fiscalização fazem a estas pulseiras, que defende que a competência é da Autoridade Nacional para o Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed). Mas fonte da autoridade do medicamento explicou que não tinham responsabilidade na matéria porque o produto não é um remédio.

Refira-se que a lei proíbe a publicidade a produtos milagrosos, por explorar a "ignorância, o me-do, a crença ou a superstição dos destinatários, apresentando bens ou serviços com determinados efeitos automáticos ou garantidos na saúde, bem-estar, sorte ou felicidade, sem uma objectiva comprovação científica". Cabe à Direcção-Geral do Consumidor actuar sobre estas situações.

 

 

Fonte: DN

Combate «muito vivo» em Espanha entre «fé e modernidade», diz papa

06.11.10, Planeta Cultural

A bordo do avião que o conduziu a Santiago de Compostela, Bento XVI assinalou que a Espanha viu nascer desde os anos 30 um «movimento de secularização e laicização forte e agressiva».

O papa Bento XVI considerou, este sábado, que existe um combate «muito vivo» entre a «fé e a modernidade» em Espanha e apelou ao «encontro entre a fé e a laicidade, não a uma confrontação».

 

«A Espanha viu desde os anos 30 o nascimento de um anti-clericalismo e de um movimento de secularização e de laicização forte e agressiva», afirmou o líder da Igreja Católica, a bordo do avião que o conduziu até Santiago de Compostela.

 

À chegada ao aeroporto deste cidade galega, Bento XVI foi acolhido pelos príncipes das Astúrias, o príncipe herdeiro Filipe e a princesa Letizia, bem como pelos principais responsáveis da Igreja espanhola.

 

 

Fonte: TSF

Bilhetes para o Angola/Benfica começam a ser vendidos segunda-feira

06.11.10, Planeta Cultural
Os ingressos para o jogo entre a selecção nacional de Angola e o Sport Lisboa e Benfica começam a ser vendidos segunda-feira, ao preço de 500 kwanzas (mais baixo) e 12.500 kwanzas, informou hoje o membro da comissão organizadora do encontro Bruno Albernaz.

Falando à imprensa, a fonte explicou que os bilhetes mais baratos darão acesso a um lugar no Topo Norte e os mais caros no Sector E, poente.

Informou também que os mesmos serão comercializados no complexo da Cidadela Desportiva, Comité Paralímpico Angolano (CPA) e nas agências do banco
Bic na Maianga, Largo das Heroínas, Rangel (Congolenses), Viana (Mercado), Cazenga (TCUL), Projecto Nova Vida e Cacuaco.

A alteração efectuada nos acessos, que inicialmente deveriam ser grátis, se deveu a necessidade de se cobrir alguns custos na organização do jogo.

A caravana do campeão português tem chegada prevista para terça-feira, às 16 horas, e às 19 horas será realizada uma conferência de imprensa com os treinadores, jogadores e dirigentes das duas formações.

Quarta-feira, no período da manhã, o plantel do Benfica realiza uma sessão de autógrafo no pavilhão principal da Cidadela, de seguida será recebido pelo embaixador português em Angola e às 18 horas defronta os Palancas Negras. No mesmo dia regressa a Portugal.

A primeira edição da Taça Independência, organizada pelo Grupo 100 porcento Arena, será disputada entre a selecção angolana e o Sport Lisboa e Benfica e visa saudar o 35º aniversário da independência de Angola, que se assinala no dia 11 de Novembro.


Para visitar a fonte da informação, click aqui

Ténis - Torneio de Bali: Ana Ivanovic encontra Alisa Kleybanova na final

06.11.10, Planeta Cultural
Ana Ivanovic, tenista sérvia que na meia-final do Torneio de Bali derrotou a japonesa Kimiko Date por 2-1, vai agora defrontar na final a russa Alisa Kleybanova, que levou de vencida a eslocava Daniela Hantuchova na outra semi-final, por 2-0.

Resultados:

Meias-finais:

Ana Ivanovic (Sérvia)-Kimiko Date Krumm (Japão), 7-5, 6-7 (5/7), 6-2
Alisa Kleybanova (Rússia)-Daniela Hantuchova (Eslováquia), 6-3, 6-1


Para visitar a fonte da informação, click aqui

Fucile: "Já disse ao Maxi que lhe ganho sempre"

06.11.10, Planeta Cultural
O lateral-direito portista fez a antevisão do clássico entre FC Porto e Benfica, e aproveitou para comentar igualmente o reencontro com o seu compatriota Maxi Pereira: "Ainda não falei com ele, mas acredito que vai haver tempo para umas brincadeiras por telemóvel. Já lhe disse que saio sempre por cima, que lhe ganho sempre. E ele fica chateado comigo", disse o uruguaio em jeito de brincadeira.

Fucile depois num tom mais sério, referiu que esta partida é de extrema importância para a sua equipa, não partilhando da ideia de quem afirma que o jogo é mais decisivo para o Benfica: "Será tão decisivo para o Benfica como para nós, considerando que poderemos não só manter a distância como ampliar a vantagem em relação a este rival. Seria muito bom, pois transmitiria ainda maior confiança ao grupo".

Fonte: O Jogo