Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Exposição de arte na galeria Celamar

24.10.10, Planeta Cultural

 

A sétima edição do Coopearte 2010 começou na sexta-feira, em Luanda, mostrando, na galeria Celamar, o que de mais belo se faz em arte no país.A abertura contou com a presença da ministra da Cultura, Rosa Cruz e Silva.


Estão expostos mais de 100 trabalhos nas modalidades de tecelagem, pintura, banda desenhada, gravura, textura, escultura, cerâmica e olaria, de artistas nacionais e estrangeiros.


As obras, que ficam patentes ao público até ao dia 14 de Novembro, são assinadas por 83 artistas. Em declarações à imprensa, a coordenadora do Coopearte, Marcela Costa, referiu que, tal como nas outras edições, há a presença de novos participantes e diferentes trabalhos.


Nas modalidades de tecelagem e olaria o número de participantes, comparativamente à sexta edição, não teve aumento. “Temos bons ceramistas e muitas pessoas a fazer tecelagem, mas infelizmente não compareceram”, lamentou Marcela Costa, acrescentando que todas as condições foram criadas para que cada um, independentemente da sua área, pudesse expor as suas obras.


Na exposição, salientou Marcela Costa, participam artistas de todas as regiões do país.


Espectáculos musicais, teatrais e desfile de moda marcaram a abertura do Coopearte. Assistiram igualmente à abertura da exposição diplomatas, artistas e amantes das belas artes.

Mais divulgação da tecelagem e olaria

A ministra da Cultura, Rosa Cruz e Silva, pediu, sexta-feira, em Luanda, na cerimónia de abertura do Coopearte, uma maior divulgação nacional de artes como a tecelagem e a olaria.


A ministra disse que a tecelagem e olaria beneficiam dos mesmos incentivos em relação às outras modalidades artísticas, mas necessitam de mais artistas para terem maior representação no mundo das artes. “Temos que continuar a trabalhar na divulgação destes actos artísticos, para que venham a ganhar maior inclusão”, afirmou.


Rosa Cruz e Silva felicitou a galeria Celamar pela organização do Coopearte. “A exposição continua a receber a participação de vários criadores.

 

Este ano Marcela Costa trouxe como novidade quadros de crianças que têm trabalhado na galeria Celamar e hoje deixaram a sua marca. Isso quer dizer que o projecto já começa a alcançar todos os ciclos das artes”, disse.

Belas Artes e arquitectura devem estreitar as relações

O historiador e crítico de arte Simão Souindoula disse, sexta-feira, em Luanda, durante a sétima edição do Coopearte, que é necessária uma ligação mais forte entre as artes e a arquitectura, de maneira a se preservar e difundir acentuadamente a identidade nacional.


Simão Souindoula afirmou que num país em desenvolvimento a arquitectura é muito importante porque expressa os seus traços culturais.

 

“Devemos guardar o génio das nossas populações ao nível das construções tradicionais e modernizá-las, de forma a criar uma marca particularmente angolana”, salientou, louvando a introdução da arquitectura no Coopearte.


Nesta edição do certame há uma continuidade ao nível dos trabalhos apresentados pelos criadores participantes, visto que os estilos de cada artista, patentes nas suas obras, estão solidificados.


“Há três sustentáculos temáticos nesta edição: um é a memória angolana, na qual os artistas reflectem as tradições do país, o segundo é a valorização das mulheres e o último mostra as dificuldades sociais da actualidade”, realçou.


Questionado sobre os poucos trabalhos de tecelagem e olaria presentes no Coopearte, Simão Souindoula salientou ser necessária a criação de prémios que incentivem mais os artesãos.

 

 

Visite aqui a fonte da informação

 

Papa encerra sínodo para o Médio Oriente

24.10.10, Planeta Cultural

O papa Bento XVI denunciou hoje «os conflitos, as guerras, a violência e o terrorismo», ao encerrar oficialmente o sínodo para o Médio Oriente reunido no Vaticano, sublinhando que a paz é possível e urgente.

«Os conflitos, as guerras, a violência e o terrorismo duram há demasiado tempo no Médio Oriente. A paz, que é um dom de Deus, é também o resultado dos esforços dos homens de boa vontade, das instituições nacionais e internacionais, em particular dos Estados mais envolvidos na procura de uma solução para os conflitos», disse durante a homilia na basílica de São Pedro.

«Nunca nos devemos resignar com a ausência da paz. A paz é possível. A paz é urgente. A paz é a condição indispensável para uma vida digna da pessoa humana e da sociedade«, assinalou.

 

 

In' Diário Digital

PSV arrasa Feyenoord (10-0)

24.10.10, Planeta Cultural

 

O PSV Eindhoven, líder do campeonato holandês de futebol, derrotou hoje, domingo, o histórico Feyenoord de Roterdão por 10-0, um resultado muito pouco habitual entre equipas do mesmo escalão, em jogo da 10.ª jornada da prova.

O encontro entre estes dois antigos campeões europeus de futebol chegou ao intervalo com a equipa da casa a vencer por 2-0, como golos do brasileiro Jonathan Reis, aos 25 minutos e do holandês Ibrahim Afellay, aos 39, este marcado quando o Feyenoord jogava já com 10 jogadores após expulsão de Leerdam, aos 34 minutos.

A derrocada da equipa de Roterdão aconteceu nos segundos 45 minutos, período em que sofreu oito golos.

Reis voltou a marcar aos 47 (3-0), seguido do sueco Olá Toivonen aos 49 (4-0).  Os adeptos da casa tiveram de esperar apenas mais seis minutos para verem o holandês Jeremain Lens aumentar para 5-0, aos 55, logo secundado por Reis que assinou o seu terceiro golo no jogo (6-0 para o PSV) aos 59 minutos.

Aos 62 minutos foi a vez do húngaro Balazs Dzsudzsak fazer o 7-0, deixando o 8-0 para uma das estrelas da equipa, o holandês Orlando Engelaar, aos 69 minutos.

O húngaro Dzsudzsak somou mais um golo à passagem do minuto 77, 9-0, com Lens também a bisar e a fechar a goleada ao apontar o 10-0 aos 87 minutos.

O PSV lidera após 10 jornadas com 24 pontos, enquanto o Feyenoord ocupa o 15.º e antepenúltimo lugar com oito pontos.

 

 

Visite aqui a fonte da informação

F1: GP Coreia do Sul - Alonso vence e assume liderança do mundial

24.10.10, Planeta Cultural
O espanhol Fernando Alonso, da Ferrari, venceu esta manhã o atribulado Grande Prémio da Coreia do Sul, em Fórmula 1, assumindo a liderança do mundial de pilotos, depois de uma corrida dramática para a Red Bull, que perdeu Webber, por despiste, e Vettel, por avaria.

Numa corrida disputada sob condições climatéricas muito adversas - a prova esteve suspensa devido à chuva - a estreia da Coreia do Sul no Mundial de Fórmula 1 ficou marcado pela saída de pista de Mark Webber, quando seguia na segunda posição, o que levou o australiano a perder a liderança do mundial.

O infortúnio de Webber, que arrastou Nico Roseberg, que não conseguiu evitar o carro desgovernado do australiano, permitiu a subida à segunda posição de Fernando Alonso, enquanto na frente Vettel mantinha o ritmo e aumentava a vantagem até à terceira entrada do "safety car" na pista.

Já com todos os pilotos com a obrigatória mudança de pneus efectuada e com menos de 20 voltas para o final, Alonso procurou forçar o andamento, tentando pressionar Vettel, mas o jovem alemão não cometeu erros até que o motor cedeu, permitindo a subida à liderança do espanhol Fernando Alonso, enquanto Lewis Hamilton tentava aproximar-se do espanhol.

Com os dois pilotos separados por pouco mais de um segundo, Alonso acabou por conseguir controlar o andamento do inglês, assegurando a quinta vitória da temporada e a liderança do mundial, com mais 11 pontos do que Mark Webber, os dois únicos pilotos que dependem de si próprios para se sagrarem campeões do mundo.

O brasileiro Felipe Massa fechou o pódio, enquanto Jenson Button não foi além da 12.ª posição, ficando praticamente sem hipóteses de renovar o título mundial.

A 7 de Novembro disputa-se a penúltima prova do mundial, o Grande Prémio do Brasil, corrida que pode consagrar Alonso como campeão do mundo.

Classificação GP Coreia do Sul:
1. Fernando Alonso (ESP/Ferrari) 2:48.20,810 horas (média: 110,185 km/h)
2. Lewis Hamilton (GBR/McLaren-Mercedes), a 14,999 segundos
3. Felipe Massa (BRA/Ferrari), 30,868
4. Michael Schumacher (ALE/Mercedes), 39,688
5. Robert Kubica (POL/Renault), 47,734
6. Vitantonio Liuzzi (ITA/Force India-Mercedes), 53.571
7. Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth), 1.09,257
8. Kamui Kobayashi (JPN/Sauber-Ferrari), 1.17,889
9. Nick Heidfeld (ALE/Sauber-Ferrari), 1.20,107
10. Nico Hülkenberg (ALE/Williams-Cosworth), 1.20,851
11. Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso-Ferrari), 1.24,146
12. Jenson Button (GBR/McLaren-Mercedes), 1.29,939
13. Heikki Kovalainen (FIN/Lotus-Cosworth), 1 volta
14. Bruno Senna (BRA/Hispania-Cosworth), 2
15. Sakon Yamamoto (JAP/Hispania-Cosworth), 2
Os restantes pilotos não se classificaram

Mundial de pilotos:
1. Fernando Alonso (ESP), 231,0 pts
2. Mark Webber (AUS), 220,0
3. Lewis Hamilton (GBR), 210,0
4. Sebastian Vettel (ALE), 206,0
5. Jenson Button (GBR), 189,0
6. Felipe Massa (BRA), 143,0
7. Robert Kubica (POL), 124,0
8. Nico Rosberg (ALE), 122,0
9. Michael Schumacher (ALE), 66,0
10. Rubens Barrichello (BRA), 47,0
11. Adrian Sutil (ALE), 47,0
12. Kamui Kobayashi (JAP), 31,0
13. Vitantonio Liuzzi (ITA), 21,0
14. Vitaly Petrov (RUS), 19,0
15. Nico Hülkenberg (ALE), 18,0
16. Sébastien Buemi (SUI), 8,0
17. Pedro de la Rosa (ESP), 6,0
18. Nick Heidfeld (ALE), 6,0
19. Jaime Alguersuari (ESP), 3,0

Fonte: O Jogo