Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Britânica sequestrada no Afeganistão morre durante operação de resgate

09.10.10, Planeta Cultural

A britânica Linda Norgrove, 36, sequestrada em 26 de setembro, foi morta por homens armados afegãos na noite desta sexta-feira, durante uma fracassada operação de resgate liderada pelas tropas americanas no Afeganistão.

 

Norgrove trabalhava há vários anos para organizações humanitárias no Peru, no Laos e no Afeganistão. Ela trabalhou para as Nações Unidas em Cabul entre 2005 e 2008, antes de voltar em fevereiro de 2010 como funcionária da ONG americana DAI, que terceiriza serviços para a agência de apoio ao desenvolvimento dos Estados Unidos (USAID), segundo o ministério.

 

Foto sem data mostra britânica Linda Norgrove, 36, morta em operação fracassada das

tropas para seu resgate no Afeganistão

 

Ela foi sequestrada junto a três afegãos, na Província de Kunar, uma área na fronteira com o Paquistão sob grande influência dos militantes.

Segundo o governo britânico, as tropas americanas receberam informações de que a vida de Norgrove corria risco. Na operação, as tropas mataram vários insurgentes.

"É com profundo pesar que me vejo na obrigação de confirmar que Linda Norgrove, a trabalhadora humanitária sequestrada no leste do Afeganistão no dia 26 de setembro, foi morta por seus captores durante uma tentativa de resgate ontem à noite", disse o ministro das Relações Exteriores britânico, William Hague, em um comunicado de seu gabinete.

"Tivemos informações do local onde Linda estava presa e decidimos, devido ao risco que corria, que a melhor chance de libertá-la sã e salva era agir com base nesta informação", explicou o ministro. "A responsabilidade deste final trágico repousa totalmente nos sequestradores (...)".

 

 

Para visitar a fonte da informação, click aqui

Mais de 200 pessoas são resgatadas após incêndio em barco no mar Báltico

09.10.10, Planeta Cultural

Um navio com quase 250 pessoas a bordo incendiou próximo à ilha alemã de Fehmarn, no mar Báltico. Em ação dramática de resgate, todos os tripulantes e passageiros puderam ser resgatados.

 

Autoridades alemãs informaram que os 249 tripulantes e passageiros do ferry-boat lituano Lisco Gloria puderam ser resgatados, após o navio se incendiar na madrugada deste sábado (09/10).

 

Leia mais aqui

Mau tempo: Alerta amarelo em oito distritos e resto do país a verde

09.10.10, Planeta Cultural

O Instituto de Meteorologia retirou hoje, sábado, o aviso laranja, o segundo mais grave, em que tinha colocado 13 distritos do país, passando a vigorar o amarelo em nove distritos do Centro e Sul.

Com aviso amarelo, estão os distritos de Castelo Branco, Leiria, Lisboa, Portalegre, Santarém, Évora, Setúbal, Beja e Faro.

O resto do país está a verde, não se prevendo qualquer situação meteorológica de risco.

Hoje, a previsão é de céu geralmente muito nublado, com abertas a partir da manhã e aguaceiros, por vezes fortes, com condições favoráveis à ocorrência de trovoada, em especial nas regiões Centro e Sul durante a tarde.

Prevê-se vento fraco a moderado (dez a 30 quilómetros por hora) do quadrante Sul, soprando temporariamente moderado a forte (25 a 45 quilómetros por hora) no litoral e nas terras altas.

Relativamente ao estado do mar, na costa ocidental são esperadas ondas de Oeste com três a cinco metros, aumentando para cinco a seis metros.

A temperatura da água do mar deverá ser de 18 a 19 graus na Costa Sul, com ondas de Sudoeste de dois a 3 metros.

As temperaturas máximas previstas são de 20 graus no Porto, 21 em Lisboa e 23 em Faro.

 

 

Para visitar a fonte da informação, click aqui

Mau tempo: Seis barras fechadas e três condicionadas

09.10.10, Planeta Cultural

Seis barras estão fechadas e três condicionadas, entre as 21 existentes no país, devido ao estado do mar, disse hoje, sábado, fonte do Centro de Operações Marítimas.

Segundo a agência Lusa, encontram-se encerradas à navegação as barras de Caminha, Vila Praia de Âncora, Póvoa de Varzim, Vila do Conde, Douro e São Martinho do Porto.

A barra de Viana do Castelo está condicionada, não permitindo a passagem de embarcações de comprimento inferior a 12 metros, a de Aveiro barcos com menos de 15 metros e a da Figueira da Foz com menos de 35 metros.

Depois do mau tempo de sexta-feira, hoje de manhã o Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa não registava ocorrências significativas, o mesmo se passando com a Protecção Civil, PSP e GNR.

Também na área de intervenção das polícias marítimas de Lisboa e Cascais-se encontrava tudo calmo ao início da manhã.

 

 


Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui

Acidente químico obriga autoridades a evacuarem cidade de Kolontar

09.10.10, Planeta Cultural

O primeiro-ministro alertou que um novo derrame de lama pode acontecer a qualquer momento e prometeu sanções severas para os responsáveis pela maré de resíduos tóxicos.

 

A cidade húngara de Kolontar, localizada na área afectada pela maré de lamas tóxicas que já causou a morte a pelo menos sete pessoas, foi evacuada este sábado pelas autoridades que receiam um novo derrame de lixo tóxico.

No local tem estado em vigilância permanente uma equipa de engenheiros do governo e foi através do ministro do Interior, Sandor Pinter, que o primeiro-ministro recebeu a má noticia: uma das paredes do reservatório da fábrica de alumínio apresenta fissuras que põem em risco toda a estrutura.

«A situação é dramática no que diz respeito à escala de desastre natural. O que se passa é que a parece que está a separar a lama da natureza e das cidades à volta está em muito mau estado. É muito provável que isso aconteça», avisou Viktor Orban.

Os habitantes da cidade de Kolontar, perto da fábrica de alumínio, receberam, por isso, durante a madrugada ordem para abandonarem a cidade. Centenas de pessoas levaram apenas uma mala.

As lamas tóxicas, ou "a maré vermelha" como é conhecida, já mataram sete pessoas e feriram mais de uma centena.

Em conferência de imprensa o primeiro-ministro garantiu penas pesadas para os responsáveis. «Na origem desta tragédia têm de estar alguns erros cometidos pelo Homem. Vamos revelar tudo isso e as consequências serão muito sérias, tanto quanto possam imaginar», advertiu Viktor Orban.

O colapso total do reservatório da fábrica de alumínio, que aconteceu na segunda-feira, implica a descarga de mais 500 mil metros cúbicos de lamas tóxicas, uma "maré vermelha" que já atingiu o segundo maior rio da Europa, o Danúbio.

 

 

Para visitar a fonte da informação, click aqui