Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Ministra reage a paródia na internet

28.09.10, Planeta Cultural

A ministra da Educação considera que o vídeo do aluno a imitar a sua mensagem sobre o arranque do ano lectivo «não é ofensivo» e lembra que a «Internet é um ambiente de liberdade» (COM VÍDEO).

 

Falando à margem de uma conferência sobre avaliação da leitura e da escrita, que se realizou esta manhã na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, Isabel Alçada confessou: «Não vi [o vídeo], mas já me disseram que não é ofensivo».

 

Isabel Alçada lembrou ainda que «a Internet é um ambiente de liberdade e realmente se fosse uma coisa ofensiva seria desagradável», sublinhando de novo que «não se trata de nada ofensivo».

 

Durante quase dois minutos, um rapaz que «assina» como «Rodrigo Tomas Lalala» reproduz parte do discurso de Isabel Alçada, imitando alguns gestos e entoações da ministra.

 

Sentado a uma secretária, o rapaz, de óculos e franja, faz uma «paródia», imitando alguns tiques de linguagem. Este vídeo, com o título «a mensagem da ministra inspirou-me», já foi visto mais de 1500 vezes.

 

Sobre as críticas que nos últimos dias foram feitas ao tom e discurso do vídeo divulgado pelo Ministério da Educação no arranque do ano lectivo, em que Isabel Alçada se dirigia a vários protagonistas do sector, a ministra recusou-se a prestar declarações: «Eu não comento comentários».

 

 

 

Visite aqui a fonte da informação


Dados de suspeitos na Net

28.09.10, Planeta Cultural

Uma lista com dados de vários suspeitos de partilharem vídeos de pornográficos foi parar à Internet

 

Entre os dados publicados estão também os emails de vários assinantes da Sky que podem estar implicados na realização de downloads de material protegido pelos direitos de autor

 

Os dados tornados públicos estavam na posse da empresa ACS Law, que se dedica a combater a partilha ilegal de ficheiros, actuando em representação das produtoras de música e de cinema.

 

De acordo com a BBC as vítimas desta publicação serão cerca de 5.300 mas o número não é consensual, uma vez que o Techwatch adianta um número na ordem dos 10 mil.

 

Os dados foram divulgados depois do site da ACS Law ter sofrido um ataque de «negação de serviço», que foi motivado pela actividade da empresa no combate à pirataria informática.

 

 


Para visitar a fonte da informação, click aqui

Soldado EUA conta que matou civis afegãos por desporto - CNN

28.09.10, Planeta Cultural

Um soldado norte-americano conta como participou no assassínio de um civil afegão a sangue frio e sem motivo, por «desporto», e sob influência de drogas ilegais, num vídeo de interrogatório militar divulgado pela rede CNN.


O caso envolve membros da 5ª brigada de combate da 2ª divisão de infantaria do Exército norte-americano posicionada no Afeganistão. Cinco são acusados de assassínio, e outros sete são acusados de encobrir os crimes.

 

Membros do pelotão também foram acusados de desmembrar as suas vítimas e fotografar os corpos, além de exibir crânios e outros ossos humanos como se fossem troféus.

 

No vídeo divulgado pela estação norte-americana, um investigador militar questiona Jeremy Morlock, um dos cinco soldados norte-americanos acusados de assassínio premeditado de três civis afegãos. Morlock conta como, em patrulha no início deste ano, e sob comando do sargento Calvin R. Gibbs, ele e outros soldados tiraram um afegão de sua casa, colocaram-no de pé e mataram-no.

 

Em resposta ao investigador, o soldado diz que o afegão estava cooperando, não estava armado e não representava uma ameaça em absoluto.

 

 

Leia mais aqui

Abutre-preto encontrado na A29

28.09.10, Planeta Cultural

Um abutre-preto, espécie que já não nidifica em Portugal desde os anos 70 do século passado, foi encontrado na autoestrada A29, em Gaia, muito débil, disse à agência Lusa o director do Parque Biológico de Gaia.

 

 

Nuno Gomes Oliveira referiu que a ave "foi apanhada à mão, sem dificuldade",  e está a ser tratada na enfermaria do parque, devendo ser libertada no Alentejo  "dentro de uma semana ou duas, no máximo".

 

"Foi alguém que a viu na A29 e avisou a GNR. É uma ave juvenil, talvez com alguns meses. Veio por aí fora e perdeu-se", disse Nuno Oliveira, afirmando que a recuperação do abutre será feita, fundamentalmente, com alimentação  e algum exercício físico.

 

O director do parque realçou que o abutre tem de ser libertado o quanto antes, para que não se habitue ao homem e volte a procurar alimento por si próprio.

 

"É a primeira vez que há uma referência de abutre-preto nesta região",  salientou Nuno Oliveira, explicando que esta espécie já só cria em Espanha,  junto à fronteira com o Alentejo, onde frequentemente são vistos alguns  exemplares.

 

 


Para visitar a fonte da informação, click aqui