Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Bovespa fecha em queda de 0,51%; ações da Petrobras perdem 4,3%

08.09.10, Planeta Cultural

A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) não saiu do campo negativo durante toda a rodada de negócios desta quarta-feira, no dia seguinte ao feriado da Independência. Na contramão dos mercados externos, o investidor refletiu a queda de ontem das Bolsas americanas, quando preocupações com o setor bancário europeu desestimularam as compras. O "Livro Bege" reforçou que a economia americana está em desaceleração, porém não ao ponto de derrubar o Dow Jones na jornada de hoje.

O investidor também devolveu parte dos fortes ganhos contabilizados nos papéis da Petrobras, apagando a "euforia" da semana passada. A ação preferencial, que movimentou R$ 906 milhões, teve perdas de 4,33% neste pregão.

O Ibovespa, principal índice de ações da Bolsa paulista, desvalorizou 0,51% no fechamento, aos 66.407 pontos. O giro financeiro foi de R$ 5,7 bilhões. Nos EUA, o índice Dow Jones, da Bolsa de Nova York, subiu 0,45% no encerramento das operações.

Analistas destacaram a tradicional "correção" de preços que os investidores da Bolsa brasileira operam quando o mercado fica descompassado em relação à praça externa.

"Ontem o mercado brasileiro não operou e lá fora, as Bolsas caíram. Acho que por esse motivo a Bovespa foi na contramão dos mercados [externos] e desvalorizou, muita concentrada nos papéis da Petrobras", comenta Fábio Prandini, da mesa de operações da Elite Corretora. Para o profissional, a queda de hoje das ações pode ser um reflexo de alguma desconfiança dos investidores sobre o processo de capitalização. "Os prospectos estão complicados e acredito que o investidor está com muitas dúvidas. Fica a impressão de que o governo quer aumentar seu peso, sem se importar muito com o acionista minoritário", acrescenta.

O dólar comercial foi vendido por R$ 1,725, em baixa de 0,11%. Os preços da moeda americana oscilaram entre R$ 1,733 e R$ 1,721.

Entre as principais notícias do dia, O banco central americano divulgou hoje que, em quase metade das 12 regiões pesquisadas, ainda há sinais de desaceleração da economia. Segundo o Federal Reserve, o consumidor ainda limita suas compras a produtos essenciais, enquanto o setor imobiliário continua a mostrar um ritmo lento de vendas.

O mesmo órgão comunicou que houve na contração no volume de empréstimos ao consumidor em julho. Segundo o "Fed", os empréstimos caíram a uma taxa anual de US$ 3,6 bilhões em julho -- na relação de crédito concedido. Este é o sexto recuo consecutivo do crédito no país.

Ainda no front externo, o governo alemão informou que as exportações desse país cresceram 18,7% em julho. O superavit comercial foi de US$ 17,38 bilhões, levemente inferior ao do mesmo período de 2009.

O IBGE reportou que empregados com carteira assinada já representam 60% da massa total de trabalhadores do país; e que, embora a renda mensal tenha crescido 20% nos últimos anos, ainda não recuperou os níveis da década de 90.

A FGV revelou que o nível de confiança dos empresários do setor de serviços na economia voltou a subir em agosto, após uma piora nos últimos quatro meses. E um levantamento da Serasa indicou que a demanda dos consumidores por crédito está em seu patamar mais alto dos últimos três anos.

 

 

Visite a fonte da informação clicando aqui

Galp paga dividendo de 4,8 cêntimos a partir de 23 de Setembro

08.09.10, Planeta Cultural

A Galp Energia vai pagar o primeiro dividendo referente ao exercício de 2010 a partir de 23 de Setembro.

 

 


A petrolífera revelou hoje que vai distribuir aos seus accionistas um primeiro dividendo, no valor de 4,8 cêntimos por acção, a partir do dia 23 de Setembro.

As acções da Galp Energia entram em ex-dividendo no dia 20 de Setembro, de acordo com a informação divulgada hoje através da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Visite a fonte da informação clicando aqui

Brasil e China firmam acordo para monitorar mudanças climáticas

08.09.10, Planeta Cultural

O Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) assinou anteontem em Pequim quatro acordos de cooperação com a China, visando melhorar o acompanhamento das mudanças climáticas.

 

Três acordos foram assinados com diferentes institutos da prestigiada Academia Chinesa de Ciências: o Centro para Ciência Espacial e Pesquisa Aplicada, o Instituto de Aplicações do Sensoreamento Remoto e o Centro para a Observação da Terra e Terra Digital.

O quarto memorando foi firmado com Administração Meteorológica da China.

"É a primeira vez que há uma cooperação científica nesse nível com a Academia Chinesa de Ciências", disse o diretor do Inpe, Gilberto Câmara. Segundo ele, serão identificados projetos em ambos os lados com potencial de cooperação, que será feita principalmente por meio do intercâmbio de alunos e pesquisadores.

O primeiro encontro entre chineses e brasileiros dentro do novo marco será daqui a duas semanas, no Canadá, dentro do projeto para monitoramento do processo de desertificação nos três países e na Austrália.

Câmara afirma que os acordos com a China melhorarão o acompanhamento brasileiro das mudanças climáticas.

Queremos ampliar e conhecer o que acontece aqui na área de água, desertificação, regiões costeiras. Porque a gente terá esses problemas no Brasil, infelizmente, e estamos nos preparando cientificamente para ampliar conhecimentos na área trabalhando com a China", disse o diretor do Inpe, em entrevista por telefone.

Há 22 anos, o Inpe mantém um programa com a Academia Chinesa de Tecnologia Espacial, que já resultou no lançamento de três satélites --outros dois estão em construção.

 

 

Visite aqui a fonte da informação

Adriana Calcanhoto oficializa união com a filha de Vinicius de Moraes

08.09.10, Planeta Cultural

 

 

A cantora Adriana Calcanhoto oficializou a sua relação com a filha de Vinicius de Moraes, a cineasta Suzana de Moraes, nessa segunda-feira, dia 6.

O casal, que já morava junto no Alto da Boa Vista, no Rio de Janeiro, declarou a união civil na Justiça e depois comemorou a decisão com cerimônia e festa.

Mesmo não estando prevista em lei, a união entre homossexuais já é reconhecida pela Justiça do Brasil.

 

 

Para visitar a fonte da informação, click aqui

Santa Sé contra queima do Alcorão: “grave ultraje”

08.09.10, Planeta Cultural

Multiplicam-se no mundo católico expressões de condenação pela campanha do "Dove World Outreach Center", uma comunidade evangélica dos Estados Unidos cujos membros decidiram queimar os textos do Alcorão, por ocasião da comemoração de 11 de setembro, aniversário dos atentados contra as torres gêmeas de Nova York. A comunidade pretende que este gesto se multiplique no mundo inteiro.

A Santa Sé também manifesta, em um comunicado do Conselho Pontifício para o Diálogo Inter-Religioso, sua "profunda preocupação" pela proposta: "Estes lamentáveis atos de violência não podem ser remediados opondo um gesto de grave ultraje ao livro considerado como sagrado por uma comunidade religiosa".

"Cada religião, com os respectivos livros sagrados, lugares de culto e símbolos, têm direito ao respeito e à proteção: trata-se do respeito devido à dignidade das pessoas que aderem a ela e às suas decisões livres em matéria religiosa", indica o dicastério vaticano presidido pelo cardeal Jean-Louis Tauran.

Os protestos mais insistentes contra este ato aconteceram entre expoentes da Igreja Católica na Ásia, segundo informa o L'Osservatore Romano.

Um dos primeiros em levantar a voz foi o arcebispo de Bombaim, cardeal Oswald Gracias. Depois, também o presidente da Conferência Episcopal do Paquistão, o arcebispo de Lahore, Dom Lawrence John Saldanha.

O prelado afirmou, segundo a agência missionária Fides, da Congregação para a Evangelização dos Povos: "Condenamos com decisão esta campanha, contrária ao respeito devido a todas as religiões e contrária à nossa doutrina e à nossa fé".

Nazir S. Bhatti, presidente do Pakistan Christian Congress, pediu ao líder desta iniciativa, reverendo Terry Jones, que a anulasse, pois "poderia afetar gravemente as minorias cristãs nos países de maioria islâmica".

"O Dia da Queima do Alcorão será utilizado pelos radicais islâmicos como pretexto para atacar os cristãos", afirmou.

Esta grande preocupação se estendeu também à Indonésia, país com o maior número de muçulmanos no mundo, onde, no último final de semana, foram registradas marchas de grupos muçulmanos que protestaram pela iniciativa.

Há alguns dias, a conferência episcopal organizou um encontro com os membros do movimento radical islâmico FPI (Frente Islâmica de Defesa), no qual se ressaltou o dever do respeito recíproco entre cristãos e muçulmanos.

Dom Johannes Pujasumarta, bispo de Bandung e secretário-geral da Conferência Episcopal da Indonésia, explicou que nesse encontro "manifestamos nossa oposição e lançamos um apelo para que voltem atrás. Continuaremos rezando para que não aconteça nada desagradável, nem na Indonésia nem em nenhum lugar do mundo, por causa de um ato tão irresponsável".

 

 

Para visitar a fonte da informação, click aqui

Comboios especiais para os concertos dos U2

08.09.10, Planeta Cultural

A CP vai disponibilizar comboios especiais para os concertos dos U2 nos dias 2 e 3 de Outubro no Estádio Cidade de Coimbra.

Os bilhetes já estão disponíveis e incluem viagem de ida num dos comboios da oferta habitual da CP e regresso num dos comboios especiais que partem da estação Coimbra-B, na madrugada seguinte ao espectáculo, em direcção a Lisboa (às 02.00) e ao Porto (às 02.05). O comboio com destino a Santa Apolónia efectua paragens em Pombal, Entroncamento, Santarém, Vila Franca de Xira e Oriente.

Já o comboio com destino ao Porto tem paragem em Aveiro, Estarreja, Ovar, Espinho e Gaia. A CP, em parceria com os Transportes Urbanos de Coimbra (SMTUC), disponibiliza ainda dois pacotes que incluem a viagem de comboio e autocarro até ao estádio, nas seguintes condições:

Viagem simples (comboio da oferta regular ou Comboio Especial) e bilhete de autocarro válido para Circuito Especial U2 (ida e volta)
Viagem de ida e volta (oferta regular e Comboio Especial) e bilhete válido para Circuito Especial U2 (ida e volta)

Estes pacotes só se encontram disponíveis para venda através do netTICKET e bilheteiras com serviço comercial Longo Curso e o preço corresponde ao valor habitual do comboio acrescido de 3 euros.

 

 

Visite aqui a fonte da informação

Um quarto das mulheres pode ter incontinência urinária

08.09.10, Planeta Cultural

Aproximadamente 25% das mulheres sofrem de incontinência urinária em algum momento da vida, segundo especialistas do Dhaka Medical College, em Bangladesh. Entretanto, de acordo com o urologista Baldev Singh Aulakh - em entrevista ao jornal The Times of Índia -, a maioria das mulheres não procura tratamento por causa do estigma social, de factores sócio-económicos ou por não terem consciência de que esse problema necessita de tratamento.

Os especialistas explicam que o problema da perda de urina atravessa gerações e afecta principalmente as mulheres - desde atletas a sedentárias, mães e mulheres sem filhos, jovens e idosas.

Entre as mulheres, as mais afectadas, segundo pesquisas são aquelas que já passaram pela menopausa - estima-se que mais da metade das mulheres com idades entre 45 e 65 anos tenham algum episódio de perda involuntária de urina. E, entre os homens, dores lombares, lesões ou problemas de próstata são alguns dos factores que causam a perda involuntária de urina, segundo os especialistas.

 

A incontinência é dividida em duas categorias principais, segundo o médico. A mais comum é chamada de incontinência urinária de esforço, e ocorre quando o esfíncter da bexiga cede à pressão e uma pequena quantidade de urina escapa com o esforço físico; em casos mais graves, pode ocorrer ao caminhar ou quando a pessoa se levanta. O segundo caso é chamado de incontinência de urgência, e acontece quando a vontade de urinar se torna irresistível e a perda ocorre antes de a pessoa conseguir chegar à casa de banho.

 

 

Visite aqui a fonte da informação

Alemanha precisa de pelo menos 500 mil imigrantes anuais

08.09.10, Planeta Cultural

A Alemanha precisa de pelo menos 500 mil imigrantes por ano para manter a sua economia e evitar o envelhecimento da população, alertou hoje o presidente do Instituto Alemão de Estudos Económicos, Klaus Zimmermann.

“A partir de 2015 perderemos em cada ano 250 mil trabalhadores. Desta forma, faltam já no mercado três milhões de empregados, sobretudo qualificados. Por sua parte, os trabalhadores serão cada vez mais velhos e aumentará o número de não qualificados”, refere Zimmermann em declarações a um jornal local, citado pela agência EFE.

A somar a isto, acrescenta, a diminuição da população levará a uma queda do Produto Interno Bruto (PIB), com as regiões do interior cada vez mais despovoadas e o sistema de segurança social a ser financiado por cada vez menos trabalhadores.

“Isto significa que irá ser necessário incrementar a idade laboral até aos 70 anos e nem assim será suficiente. Precisamos urgentemente de mão de obra e imigrantes estrangeiros, um mínimo de 500.000 ao ano para assegurar a nossa economia”, concluiu.

 

 

Para visitar a fonte da informação, click aqui

Residente de Fort Gay banido do Live

08.09.10, Planeta Cultural

Microsoft baniu do Live um residente da cidade de Fort Gay

 

De acordo com o Yahoo, Joss Moore, norte-americano de 26 anos, foi banido do Live devido a ter a palavra "gay" no seu perfil do serviço online da Xbox 360.

 

O problema reside no facto de não ser uma brincadeira ou tentativa de ofender terceiros, mas sim por habitar em Fort Gay, cidade situada junto à fronteira de West Virginia com o Kentucky.

 

Quando contactados por Moore, os responsáveis do serviço a clientes da Microsoft teimaram em manter a sanção, até que por fim a reclamação chegou aos ouvidos de Stephen Toulouse, director da aplicação de directivas do Live.

 

Só assim a situação do habitante de Fort Gay foi resolvida, tendo Toulouse pedido as mais sinceras desculpas a todos os habitantes da localidade.

"Primeiro pensei: 'Wow! Alguém deve pensar que habito na cidade mais gay de West Virginia'. Fiquei furioso... fez com que sentisse que eles [Microsoft] odeiam homossexuais. E nem sou gay, mas senti que se tratava de um acto discriminatório," afirmou Joss Moore.

 

"Alguém leu a frase 'Fort Gay WV' e pensou que o individuo estava a tentar ofender ou a usar o termo de forma pejorativa. Infelizmente, um dos meus colaboradores acreditou nisso. Quando me chamaram à atenção para o problema, revoguei a suspensão. Trata-se de um caso muito específico e um erro foi cometido. Mas tudo será resolvido," disse Stephen Toulouse quando contactado pela Associated Press.

 

Como tem sido noticiado ao longo dos tempos, problemas relacionados com a palavra "gay" têm sido recorrentes no Xbox Live, ao ponto de Toulouse já se ter reunido com activistas de organizações de defesa dos direitos dos homossexuais.

 

 

Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui

Software do iPhone actualizado hoje

08.09.10, Planeta Cultural

A Apple já tinha prometido na apresentação da semana passada - e em versões internacionais do seu site (no Reino Unido e França, por exemplo) - que iria tornar acessível, dia 8 de Setembro, a actualização para a versão 4.1 do seu sistema operativo para dispositivos móveis. Em Novembro chega a versão 4.2 para o iPad.

A respeito da actualização prevista para hoje ainda não são conhecidos novos desenvolvimentos, sendo, por isso, esperada a disponibilização do link para o download durante o dia - sendo que nos referidos sites se mantém a referência ao upgrade, agora com a indicação de que estará "para breve".

 

De acordo com a empresa, para além das correcções de bugs e falhas de segurança, a actualização traz melhorias como o HDR para a fotografia (High Dynamic Range) - que capta 3 versões da mesma imagem (uma sobreexposta, uma com exposição normal e outra subexposta) para assegurar uma melhor luminosidade -, o Game Center, integração com a nova rede social do iTunes (o Ping) e o upload de vídeos HD para serviços como o YouTube.

A nova versão destina-se a iPhones e iPod Touch compatíveis com a série 4 do iOS, ou seja aqueles que foram lançados depois de 2008.

Já o upgrade que traz a versão 4.2 para o iPad está agendado para o mês de Novembro, não tendo sido avançado ainda o dia em que tal irá acontecer.

Entre as mais de cem novidades esperadas para esta versão, incluem-se as multitarefas, possibilidade de organização das aplicações em pastas, o suporte aos jogos online do Game Center, possibilidade de impressão via wireless e o AirPlay, que vem garantir o streaming de áudio, vídeo e fotos, via WiFi.

Ainda no que a downloads concerne, desde ontem que é possível aceder, a partir do site da empresa, à última actualização para o browser da Apple, o Safari, que corrige os problemas de segurança relacionadas com o preenchimento automático de formulários online.

 

 

Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui

Novo Magalhães chega a alunos com abertura do ano escolar

08.09.10, Planeta Cultural

Os novos portáteis Magalhães vão começar a chegar aos alunos do primeiro ciclo de forma faseada, mas os primeiros modelos já vão ser utilizados hoje pelos alunos do centro escolar de Mouriz, em Paredes, que a Ministra da Educação e o Primeiro Ministro José Sócrates inauguram esta manhã.

O MG2, que foi seleccionado através de um concurso público internacional como o portátil e integrar a nova fase do programa e-escolinha, é o substituto do Magalhães que já está a ser utilizado por mais de 400 mil alunos do primeiro ciclo.

Ao todo são 250 mil computadores da nova versão que devem chegar a alunos e professores, sendo que o objectivo definido é de entregar cem mil unidades a alunos do 2.º ano do 1.º ciclo do ensino básico e outros cem mil aos alunos do 1.º ano do 1.º ciclo do ensino básico. 50 mil serão atribuídos a professores, que assim podem usar as mesmas ferramentas que os alunos.

Depois da finalização do concurso para a selecção do equipamento, chegou a garantir-se que os primeiros portáteis ainda iriam ser distribuídos no ano lectivo que terminou em Junho, mas tal acabou por não acontecer.

No final da inauguração a Ministra da Educação, Isabel Alçada, garantiu que este ano quer "que tudo corra de forma normal" na distribuição dos Magalhães, e confirmou os números já avançados.

À agência Lusa o Ministério detalhou ainda que esta semana vão começar a ser distribuídos quatro mil portáteis por todo o país, começando a atribuição pelos alunos do segundo ano do primeiro ciclo.

O TeK já questionou o Ministério sobre os planos de distribuíção dos novos modelos, mas ainda não obteve resposta até à hora de publicação deste artigo.

Nota da Redacção: A notícia foi actualizada com mais informação obtida após a inauguração do novo centro escolar.

 


Para visitar a fonte da informação, click aqui

Cirurgias de redução de peso "engordam" a economia

08.09.10, Planeta Cultural
A primeira análise económica da operação cirúrgica de redução de peso, levada a cabo pelo Royal College of Surgeons, revelou que a intervenção pode ajudar a economia.

 

Um estudo realizado pelo Royal College of Surgeons revelou que as 8.000 libras (9.630 euros) que as intervenções cirúrgicas de redução de peso custam ao Serviço Nacional de Saúde são compensadas pelos benefícios que as mesmas trazem ao destinatário e, subsequentemente, à economia.

Segundo o estudo, a que a “Sky News” teve acesso, os pacientes, uma vez operados, além de deixarem de receber subsídios por incapacidade, voltam a estar empregados e o fruto desse emprego está sujeito a impostos.

Esta decréscimo de gastos (subsídios por incapacidade) e acréscimo de receitas (mais impostos), mais do que compensa os custos que a realização das intervenções comporta. Uma análise do Office of Health Economics revelou que se um quarto dos pacientes obesos fosse sujeito à operação de redução do tamanho dos estômagos, isso custaria ao Serviço Nacional de Saúde (SNS) 546 milhões de libras (657 milhões de euros), de acordo com a Sky News.

Nos três anos seguintes o SNS pouparia 104 milhões de libras (125 milhões de euros) com a melhoria de saúde dos pacientes e 450 milhões de libras (542 milhões de euros) com a redução das despesas com subsídios por incapacidade.

De acordo com o Office of Health Economics as pessoas que estão “presas” em casa por terem excesso de peso são tantas que o regresso das mesmas ao trabalho representaria um “empurrão” à economia de 1,8 mil milhões de libras (2,2 mil milhões de euros). É com base nestes dados que o Roayal College of Surgeons aconselha o SNS a custear mais operações. Para bem dos pacientes e da economia.

“No curto prazo é uma despesa nova. Mas, depois da cirurgia, os diabetes dos pacientes desaparecem, a sua medicação é reduzida e não vão tantas vezes ao hospital. É impressionante”, garante Marcus Reddy, cirurgião no St. George’s Hospital. Cerca de 240.000 pacientes precisam – e solicitaram – cirurgias de redução de peso através do SNS. No último ano foram realizadas 3.600 intervenções.