Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Tàpies na bienal do Douro

21.08.10, Planeta Cultural

Uma exposição de homenagem a Antoni Tàpies, inserida na Bienal de Gravura do Douro, foi ontem inaugurada na Régua, mostrando até 31 de Outubro 30 obras do artista catalão. Depois dos tributos a Nadir Afonso, Gil Teixeira Lopes ou Paula Rego, esta bienal homenageia o artista catalão considerado como um dos maiores nomes das artes plásticas do século XX. Para além das obras em espaços públicos, na maioria na Catalunha, Tàpies (cuja fundação, em Barcelona, é uma referência) fez mais de 300 exposições individuais em todo o mundo.

A bienal conta com um total de 16 exposições, com 360 artistas convidados, oriundos de 74 países, que em conjunto apresentam 750 obras. Em Alijó, Vila Real, Vila Nova de Foz Côa, Régua ou Porto podem ser apreciadas obras de Rafael Trelles, Fernando Santiago, Daniel Hompesch e Silvestre Pestana e jovens artistas.

O director técnico da bienal, Nuno Canelas, salientou que esta vai ser a "maior mostra de sempre da arte da gravura".

 

 

O Planeta Cultural agradece que faça uma visita à fonte da informação clicando aqui

Slipknot editam DVD com um dos últimos concertos de Paul Gray

21.08.10, Planeta Cultural

O novo DVD dos Slipknot, gravado no festival Download, tem imagens de uma das últimas actuações do falecido baixista Paul Gray.

A actuação ocorreu em Junho do ano passado perante 80 mil pessoas. «(sic)nesses» sai a 28 de Setembro e inclui ainda um documentário de 45 minutos do baixista Clown, quatro vídeos retirados do álbum «All Hope Is Gone» e o making of de «Snuff».

 

 

O Planeta Cultural agradece que faça uma visita à fonte da informação clicando aqui

Quadro de Van Gogh roubado no Cairo

21.08.10, Planeta Cultural

O quadro "Papoilas", do pintor impressionista holandês Van Gogh, avaliado em cerca de 40 milhões de euros, foi roubado esta manhã, sábado, do museu Mahmoud Khalil no Cairo.

A pintura, que representa um vaso com papoilas vermelhas, foi ?tirada da moldura depois da abertura do museu, esta manhã?, afirma o ministério da cultura egípcio em comunicado.

A polícia está a interrogar os funcionários do museu da capital do Egipto e tomou medidas preventivas nos aeroportos e portos para evitar que a pintura roubada saia do país.  

O Museu Mahmoud Khalil contém um importante acervo de arte europeia dos séculos XIX e XX, incluindo obras de Gauguin, Van Gogh, Renoir, Degas, Cezanne, Monet e Rodin. Este museu já foi um palácio de um parlamentar dos anos 30 que lhe deu o nome e que possuía uma colecção de obras de arte.

 

 

O Planeta Cultural agradece que faça uma visita à fonte da informação clicando aqui

Villas-Boas: Conferências de Jesus à Benfica Tv “são monólogos”

21.08.10, Planeta Cultural

O treinador do FC Porto atacou a forma como são conduzidas as conferências de imprensa de antevisão do Benfica ao próprio canal, dizendo que são “monólogos”, sem possibilidade de confronto por parte dos jornalistas.

“Não estamos aqui para criticar as conferências de outros clubes. Mas o que o Benfica faz, nas conferências de imprensa de antevisão dos jogos, são monólogos e mensagens que o treinador quer passar. Não há possibilidades de ser confrontado com perguntas de outros jornalistas” que não os da Benfica TV, disse André Villas-Boas, à margem da conferência de imprensa de antevisão do encontro com o Beira-Mar, da segunda jornada da I Liga, no auditório do centro de estágio do Olival.

Recorde-se que o técnico Jorge Jesus, disse há dias, à Benfica TV, que queria ser campeão e André Villas-Boas responde: “Nesse monólogo, Jorge Jesus disse que queria ser campeão, eu também digo que quero ser campeão. E tenho a certeza que o Sporting e o Braga também o querem ser.”

Ontem, o presidente do FC Porto Pinto da Costa, em Caminha, desvalorizou a conquista da Supertaça, frente ao Benfica, dizendo que ganharam uma taça a “uns caceteiros”. Mas para o novo treinador da formação azul e branca a situação é diferente.

“O presidente refere-se aos contínuos lances de agressividade que deviam ter valido cartões vermelhos. Para nós essa vitória já passou há algum tempo, não interessa só essa vitória, interessa-nos ganhar sempre, conquistar três pontos esta jornada, passar esta fase da Liga Europa e manter um percurso regular”, sublinhou.

FC Porto recebe este domingo, às 20h15, o Beira-Mar, no Estádio do Dragão, em jogo a contar para a segunda jornada da I Liga.

 

 

In' Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui

77% de enfartes sem resposta rápida

21.08.10, Planeta Cultural

Lisboa chega a atingir o dobro da mortalidade do Algarve. Apenas encaminha 1,5% dos doentes pelo INEM

Em 2009, 77% dos doentes com enfartes não tiveram a resposta adequada, o que, se tivesse acontecido, evitaria muitas das sequelas registadas. Ou seja, de acordo com os dados da Coordenação Nacional para as Doenças Cardiovasculares, de um total de 3806 casos, apenas 884 (23%) foram correctamente encaminhados para os hospitais. Mas este número ainda é mais reduzido se neste lote forem incluídos todos os doentes coronários. Segundo os mesmos dados, só 5,8% chegam aos hospitais através da activação da via verde - o sistema criado pelo Ministério da Saúde, em 2005, e através do qual deveriam ser encaminhados todos os utentes que liguem para o 112 com suspeitas de doenças coronárias, de forma a receberem tratamento mais rápido e adequado com o objectivo de reduzir as sequelas e a mortalidade.

No entanto, o balanço da unidade de Coordenação Nacional para as Doenças Cardiovasculares relativamente a 2009 revela melhorias de uma forma global, apesar de a percentagem estar longe das metas definidas pela tutela, que era a de, nesta altura, a via verde já ser utilizada em 80% das situações coronárias urgentes. "Os ganhos são graduais. Nada que não esperássemos. Temos é de garantir que a tendência contínua a ser de crescimento", explicou ao DN o coordenador Rui Cruz Ferreira, que sublinha que esta tendência já permitiu reduzir em 1% a mortalidade anual. Neste momento, "a mortalidade estará entre os 8% e os 9%".

Dos 884 casos que, no ano passado, chegaram aos hospitais pela via verde, a maior parte é oriunda do Norte, Centro e Algarve. Aliás, 18% do total dos doentes coronários do Algarve e 11,8% dos do Centro já chegam às unidades coronárias via INEM.

Mas o coordenador Rui Ferreira está especialmente preocupado com a situação de Lisboa. "É a única a não registar a tendência de subida". Só 1,5% dos doentes com problema cardíacos e 7% dos enfartes que pedem resposta mais ágil (99 em 1396) chegam às unidades pelo programa via verde. Um número que, ainda por cima, tem diminuído relativamente aos anos anteriores. A grande diferença é que a mortalidade nos hospitais de Lisboa chega a ser quase o dobro da de outras unidades do País.

O coordenador afirma: "Não se justifica que na região que tem mais meios materiais e humanos haja os piores resultados", sublinhando que "a área de Lisboa até tem mais especialistas do que o preconizado. Talvez, por isso, haja dispersão na altura de orientar os doentes". Rui Ferreira vai reunir-se com as institui- ções envolvidas para encontrar soluções. "Acredito que as pessoas não recorram logo ao INEM porque têm a urgência perto. E é possível que o INEM e os hospitais não se articulem bem."

Os doentes admitidos nas unidades de AVC subiram 10,5% num ano, para 7826 admissões. Em 2006, só chegavam lá 1720 doentes. Através da via verde, foram encaminhadas 1693 pessoas, mais 46%, mas ainda assim só 22% do total. A realização de fibrinólises, o tratamento mais eficaz, beneficia mais doentes (ver caixa). "Nota-se evolução em todas as regiões, o que melhora o tratamento e reduz a incapacidade dos doentes."

 

 

In' DN