Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Natação - Europeu: Mais uma medalha para José Carlos Freitas

06.08.10, Planeta Cultural

José Carlos Freitas conquistou mais uma medalha no 13.º Campeonato da Europa que está a decorrer em Gotemburgo, a segunda pessoal e a sexta para nadadores portugueses, com um novo recorde nacional.

O nadador do Clube Fluvial Portuense ficou em 3.º lugar nos 400 metros livres no escalão 45-49 anos, com a marca de 4:27.36, que constitui novo recorde nacional. O recorde anterior, que já lhe pertencia, era de 4:31.06 e datava dos Europeus do ano passado.

O alemão Michael Kleiber conquistou a medalha de ouro, com 4:21.59, e o compatriota Michael Pruefert a de prata (4:23.97 ).

Os nadadores portugueses somam seis medalhas no Campeonato do Mundo – duas de prata e quatro de bronze.

 

 

O Planeta Cultural agradece que faça uma visita à fonte da informação clicando aqui

Futebol de Praia - Mundialito: Portugal vence EUA (5-1)

06.08.10, Planeta Cultural

O estádio do XV Mundialito de Futebol de Praia em Portimão estava repleto cheio de adeptos entusiasmados para verem o jogo de Portugal com os EUA no primeiro dia do torneio. Muitos aplausos e emoção quando se ouviu o hino português, criando assim um bom ambiente para o início da partida.

No primeiro período, a equipa das quinas inaugurou o marcador pouco depois do minuto 1 através de Madjer. O jogo estava intenso e com bom ritmo, e naturalmente a equipa portuguesa chegou facilmente ao 2-0 pelos pés de Alan aos 7m. 26s. Os EUA pareciam esmorecidos e adormecidos quando o árbitro apitou para intervalo.

A equipa americana começou entusiasmada e a um bom ritmo o segundo período do jogo, mas depressa viu os seus intentos caírem por água abaixo, quando Alan marcou novamente aos 3m. A corrente do jogo era apenas portuguesa e Bruno Novo marcou o 4-0 aos 9m 3s., agradecendo efusivamente os aplausos recebidos.

Os Estados Unidos regressaram à areia para terceiro período como se estivessem empatados e forçaram o guarda-redes português Graça a fazer defesas apertadas. E foi com alguma naturalidade que marcaram por Yuri Morales aos 1m, o que os galvanizou. Mas por pouco tempo, pois no reatar da partida Madjer não perdoou e 8 s depois fez o seu segundo golo no jogo, e o quinto para Portugal.

Apesar de toda a pressão, os jogadores acabaram também por acusar o calor que se fazia sentir e foi sem surpresa que o marcador já não sofreu alteração.

No final os treinadores das equipas confirmaram o que sucedeu em campo. Do lado norte americano, Edwin Soto, revelou que “o futebol de praia está a crescer nos Estados Unidos, principalmente nas praias da Califórnia. Mas nestes jogos que se vê a diferença que ainda existe entre quem já tem muita experiência como Portugal, e quem a vai conquistar aos aos poucos, como nós”.

Do lado português, José Miguel confessou existir ansiedade nos seus jogadores, “a natural ansiedade de todas, mas todas as equipas, no primeiro dia de todos os torneios. Depois as coisas melhoram e apesar de hoje termos vencido por 5-1, amanhã a Argentina e depois o Brasil, é que vão ser as etapas mais crítica”.

O treinador português minimizou a lesão de Belchior, referindo que “esta equipa que está a disputar o XV Mundialito, é a melhor equipa à minha disposição e tenho confinaça que consigamos vencer pela terceira vez consecutiva este torneio”.

 

 

In' O Jogo