Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

João Santos e Miguel Miranda reforçam formação dos dragões

01.07.10, Planeta Cultural

A equipa de basquetebol do FC Porto apresentou hoje dois novos reforços. João Santos e Miguel Miranda irão agora alinhar pelos dragões durante as próximas três épocas.


João Santos, o extremo que chega do Benfica, afirmou que “o FC Porto e o seu projecto atraíram-me. É mais um desafio que me é colocado e estou aqui para ganhar e para ser campeão”.


Já Miguel Miranda, que regressa à equipa dos dragões vindo do Ovarense, diz estar “feliz” por integrar o plantel ‘azul e branco’, confessando que “curiosamente, já houve outros momentos em que estivemos perto de firmar, mas o destino quis que só agora voltasse”.

 

 

Visite a fonte da informação aqui

Morreu o criador do smart e dos relógios Swatch

01.07.10, Planeta Cultural

Nicholas Hayek morreu de ataque cardíaco na passada segunda-feira, aos 82 anos. Nascido em Beirute (Líbano), o empresário ficou famoso por criar a marca de relógios suíça Swatch. Também é da sua autoria o projecto do smart, o pequeno carro urbano produzido pela Daimler-Benz.


Hayek chegou à Suíça em 1949. Quase 30 anos depois, aceitou o desafio de criar um relógio suíço barato que pudesse fazer frente aos japoneses, que dominavam o mercado mundial dos ponteiros.

 

Para isso, usou plástico colorido, design inovador e 50 peças a menos do que um relógio suíço comum. Estava criado o Swatch, que chegou às prateleiras em 1983 e hoje tem mais de 500 milhões de unidades vendidas.

 

Com o smart, Hayek seguiu o mesmo conceito. No final da década de 1980, projectou um mini-carro com espaço para duas pessoas, traços modernos e alegres, construção modular feita com materiais plásticos. Nascia, então, o Swatchmobile.

 

Em 1991, associou-se à Volkswagen, que acabou por abandonar o Swatchmobile dois anos depois, quando Ferdinand Piëch assumiu a presidência do grupo. Hayek apresentou o carro a outros fabricantes e acabou rpor ver o projecto recursado pela BMW, General Motors, Fiat e Renault. No ano de 1994, a Daimler-Benz, dona da Mercedes, aceitou o desafio e produz o modelo até hoje.

 

 

Fonte: Diário Digital

ASPP/PSP exige mais apoio a agentes agredidos e às famílias

01.07.10, Planeta Cultural

A Associação Sindical dos Profissionais de Polícia (ASPP) quer mais apoio aos agentes agredidos e às suas famílias, pedindo aos responsáveis que não se fiquem pelo diagnóstico, que aponta para um aumento crescente de vítimas.


Em declarações à agência Lusa, o presidente da ASPP/PSP, Paulo Rodrigues, reagiu, assim, aos números avançados hoje pela PSP que indicam que as agressões aos agentes em serviço mais do que duplicaram entre 2006 e 2009.

 

“Nos últimos cinco anos foram agredidos 1163 polícias, verificando-se uma clara subida do número de agressões desde 2006 até 2009”, refere um inquérito de vitimação policial realizado pela Direção Nacional da Polícia de Segurança Pública (PSP), onde se pode ler que só no ano passado se registaram 339 vítimas.

 

“Há um aumento das agressões e de tipo de violência”, sublinhou Paulo Rodrigues, defendendo que a PSP “não se pode ficar apenas pelo diagnóstico”.

 

Entre as medidas a aplicar, a ASPP quer a “adequação dos modelos de policiamento que garantam apoio aos agentes que estão nas ruas”. Ou seja, por exemplo, para uma zona onde se sabe que está um grupo violento não podem ser enviados apenas dois polícias.

 

Paulo Rodrigues defende que uma equipa de agentes num local aparentemente perigoso torna os polícias “mais confiantes” e com “menos tendência para usar a força física”.

 

O primeiro inquérito sobre vitimização policial mostra que no ano passado foram agredidos 339 polícias e que em “cerca de 30 por cento dos casos os agressores atuaram em grupo”.

 

Depois da agressão, os agentes sentem-se muitas vezes abandonados à sua sorte. Paulo Rodrigues diz que é preciso haver “apoio da Direção da Polícia” não apenas ao agente mas também à família.

 

A partir desse momento, sempre que o agente sai em serviço, “tanto os filhos como o cônjuge entram em stress e ansiedade, podendo criar desequilíbrios complicados”.

 

“A ideia que eu tenho é que até agora não foi feito nada para tentar minimizar os efeitos das agressões”, criticou o sindicalista.

 

 

Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui

Suspensão preventiva limitada a dois jogos

01.07.10, Planeta Cultural

A suspensão preventiva não pode prolongar-se por mais de dois jogos oficiais a contar da data da expulsão, revelam os novos regulamentos de Disciplina da Liga Portuguesa de Futebol Profissional  para a época 2010/11.

 

De acordo com os novos regulamentos de Arbitragem e Disciplina, aprovados quarta-feira em Assembleia Geral, a "suspensão preventiva não pode prolongar-se por mais de dois jogos oficiais a contar da data da expulsão, se não for proferida decisão definitiva", refere o artigo 33.º, número 2, alínea C.

 

Os jogadores do F.C. Porto Hulk e Sapunaru estiveram suspensos preventivamente a temporada passada durante dois meses (de 22 de Dezembro de 2009 a 19 de Fevereiro de 2010), na sequência dos incidentes no túnel da Luz.

 

Só a 19 de Fevereiro conheceram os castigos longos impostos pela Comissão de Disciplina da LPFP que, entretanto, até foram reduzidos pelo Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol.

 

As normas, mais rígidas, incluem também um artigo que poderá levar os clubes à perda de título conquistado ou de apuramento, se for esse o caso da competição.

 

Refere o artigo 140.º, número 4, que se no decurso da mesma época desportiva o clube for condenado, com trânsito em julgado, pela prática de quatro crimes que integrem o disposto no número 1 (sócios ou simpatizantes que agridam elementos da arbitragem e demais intervenientes, que obriguem o árbitro a não dar início ou reinício ao jogo ou finalizá-lo antes do tempo), esse emblema será também punido com "perda do título na competição desportiva ou apuramento".

 

 

 

Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui

Cinco anos de pena suspensa para psiquiatra que violou paciente

01.07.10, Planeta Cultural

O Tribunal de S. João Novo condenou, hoje, a cinco anos de prisão, com pena suspensa por igual período, um médico-psiquiatra do Porto por crime de violação de uma paciente grávida de oito meses.

 

O arguido, de 48 anos, ficou, também, sujeito à condição de ser acompanhado pelo Instituto de Reinserção Social e terá de indemnizar a vítima em 30 mil euros.

 

Os juízes consideraram sem credibilidade as declarações de João Vasconcelos Vilas Boas, segundo as quais a relação sexual foi consentida.

 

A presidente do colectivo de magistrados, Manuela Paupério, classificou em particular como credível o depoimento da vítima, que descreveu a conduta do médico, defensor de uma "terapia masturbatória".

 

O crime ocorreu em Setembro do ano passado, quando a doente, de 30 anos, estava grávida de oito meses, no consultório privado localizado na casa do clínico, na zona da Foz, no Porto.

 

 

Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui
O Planeta Cultural agradece

Sony faz alerta sobre superaquecimento em notebooks Vaio

01.07.10, Planeta Cultural

A Sony anunciou nesta quarta-feira que cerca de 535 mil notebooks Vaio vendidos no mundo podem sofrer o risco de superaquecimento e que está disponibilizando um software em seu site para resolver o problema.

 

A Sony afirma que houve 39 casos de superaquecimento, todos registrados fora do Japão. Alguns deles resultaram em danos ao computador. Nenhum relato de ferimentos nos usuários foi registrado, segundo a companhia.

 

Separadamente, a Sony anunciou um recall voluntário de 233 mil notebooks nos Estados Unidos, alertando que o superaquecimento representa um "risco de queimadura" aos usuários.

 

Uma porta-voz da Sony não estimou os possíveis custos da companhia resultantes do problema.

 

No Brasil, a Sony recomenda aos usuários dos modelos VPC-F111FB, VPC-F112HB ou VPC-CW25FB a fazer a atualização da BIOS das máquinas. O programa previne "este possível risco de superaquecimento, não sendo necessário nenhum outro tipo de reparo ou substituição de peças".

O download do programa está disponível no site oficial da empresa.

 

Em nota, o Procon-SP afirma que "orienta os consumidores sobre seus direitos e acompanha atentamente convocações desse tipo, como procedimento incorporado à sua dinâmica de trabalho. A empresa deverá apresentar os esclarecimentos que se fizerem necessários, conforme determina o Código de Defesa do Consumidor, inclusive com informações claras e precisas sobre os riscos para o consumidor."

 

 

Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui
O Planeta Cultural agradece