Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Abusou sexualmente de menina de dois anos

19.06.10, Planeta Cultural

Um homem, de 30 anos, foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) do Porto, suspeito de ter abusado sexualmente, em casa, de uma menina de dois anos. Noutras localidades, mais quatro indivíduos foram detidos pelo crime de abuso sexual de meninas.

 

A menina de dois anos, segundo a PJ, através da sua Directoria do Norte, em comunicado enviado ontem, terá sido vítima de abusos sexuais no passado dia 15, em Vale de Cambra, pelo seu padrasto. O indivíduo, de 30 anos, desempregado, foi levado, ontem, a tribunal e fica a aguardar julgamento em prisão preventiva.

 

O crime de abuso sexual terá sido cometido pelo homem na sua residência. Ao que o JN apurou  terá havido abuso sexual de relevo, isto é, terá havido contacto do órgão sexual do predador sexual com o da vítima. E foram tais as mazelas provocadas na criança que, alertada, a Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Vale de Cambra  denunciou o caso à Polícia.

 

Em Santiago de Cacém, a vítima foi uma menina de 11 anos. Segundo fonte da PJ de Setúbal, a criança por abusada sexualmente pelo companheiro da mãe, que terá alertado as autoridades. Ao detido, de 49 anos, o tribunal de  aplicou também a medida de coacção preventiva.

Já a PJ de Coimbra anunciou a detenção de dois idosos, de 76 e 83 anos, suspeitos de vários crimes de abuso sexual de crianças na Região Centro. Segundo fonte da PJ, o mais velho, de Viseu, terá abusado de várias crianças no ano passado. O mais novo, “com antecedentes criminais pelo crime de violação”,  residente num concelho próximo de Coimbra, terá abusado sexualmente de uma criança.

 

“Os abusos sexuais têm como ponto comum o facto de existir uma relação de vizinhança e proximidade entre os suspeitos e as vítimas”, esclarece a PJ.

 

O suspeito de 76 anos ficou obrigado pelo tribunal a apresentações periódicas junto das autoridades e proibido de contactos com a vítima. O outro ficou proibido de “passar nas ruas onde vivem as vítimas”. Estão proibidos de contactar menores de 16 anos, excepto com os netos.

Por sua vez, em Guimarães, um homem, de 36 anos, foi detido, pela PJ de Braga, por suspeitas de, desde Janeiro, abusar sexualmente de uma menina de 13 anos. O detido mantinha relações de amizade com a família da vítima. O caso foi denunciado à PSP por familiares da criança.

 

 

Visite a fonte da informação aqui