Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Bancos espanhóis são os maiores credores dos portugueses

13.06.10, Planeta Cultural

Os bancos espanhóis são os maiores credores dos portugueses, com 110 mil milhões de dólares (91 mil milhões de euros) de exposição, dois terços da qual do sector privado não bancário, segundo dados hoje, domingo, divulgados pelo Banco Internacional de Pagamentos.

 

"Os bancos espanhóis eram os que apresentava o maior nível de exposição aos agentes económicos residentes em Portugal (110 mil milhões de dólares)", dos quais 70 mil milhões pertencem ao sector privado não bancário, de acordo com o relatório trimestral do Banco Internacional de Pagamentos (BIP), com números que se reportam a 31 de Dezembro de 2009.

 

Os bancos da zona euro tinham quase dois terços (62 por cento) das exposições bancárias internacionais aos países que enfrentam maiores pressões dos mercados (Portugal, Espanha, Grécia e Irlanda).

 

Na zona euro, os bancos franceses e alemães são os que acumulam maior exposição a estes países, com respectivamente 493 e 465 mil milhões de dólares, ou seja 61 por cento das exposições totais dos bancos da zona euro a estas economias.

 

A exposição dos bancos da zona euro a Espanha era de 727 mil milhões de dólares, à Irlanda de 402 mil milhões de dólares, a Portugal de 244 mil milhões de dólares e à Grécia de 206 mil milhões de dólares.

 

De acordo com o relatório do BIP, a dívida pública representa uma percentagem pouco significativa da exposição dos bancos da zona euro.

A exposição dos bancos da zona euro ao sector público de Portugal, Espanha, Grécia e Irlanda ascende a 254 mil milhões de dólares, o que representa 16 por cento das suas exposições totais a estes países.

 

A maior parte desta dívida pertence aos bancos franceses (106 mil milhões de dólares) e alemães (68 mil milhões).

Estes dois sistemas bancários apresentam exposições consideráveis aos sectores públicos de Espanha (48 e 33 mil milhões respectivamente), Grécia (31 e 23 mil milhões) e Portugal (21 e 10 mil milhões).

 

Os países fora da zona euro com mais activos do sector público da Grécia, Irlanda, Portugal e Espanha são o Japão (23 mil milhões de dólares) e Reino Unido (22 mil milhões de dólares).

 

 

Visite a fonte da informação aqui

Festival Sonar ruma à Galiza a partir de quinta-feira

13.06.10, Planeta Cultural

O Sonar, Festival Internacional de Música Avançada e Arte Multimédia começa na quinta feira, realizando-se simultaneamente em Barcelona e na Corunha, Galiza, no âmbito da programação do Ano Jacobeu.

 

É a primeira vez que o evento, que costuma atrair 400 mil pessoas à capital catalã, se desdobra em duas sedes, e nesta edição extraordinária galega o destaque vai não só para os artistas internacionais conceituados do momento, mas também para os artistas da região.

 

O festival realiza-se cidade da Corunha, prolonga-se por três dias e apresenta artistas como LCD Soundsystem (quinta, às 22:30), Laurent Garnier (sexta, às 01:30) e Air (sábado, às 22:30).

 

Depois, a 24 de junho, os caminhos da música e da reflexão (a organização dividiu a programação em dez caminhos) vão juntar-se em Santiago de Compostela, com a realização do Help Concert.

 

Morcheeba e Juliette Lewis são dois dos nomes confirmados neste espetáculo contra o aquecimento global, que será o primeiro Help Concert a angariar fundos para ajudar aqueles que estão mais vulneráveis e necessitados devido às mudanças climáticas.

 

No mesmo dia, o rock, no seu estilo mais clássico, chega a Ourense com Chris Isaac.

 

Elvis Costello e Diana Krall apresentam-se em Santiago, na Praça do Obradoiro (em frente à Catedral), no dia 27.

 

Ben Harper é outro dos artistas que Compostela vai receber, a 14 de julho, mas há sempre novas confirmações a surgir na programação do Jacobeu.

 

Entre 8 e 10 de julho, o festival Vigo Transforma ganha destaque na programação do Jacobeu 2010: o cabeça de cartaz do evento é a banda britânica Orbital, formado pelos irmãos Paul e Phil Hartnoll, mas está também prevista a presença de artistas como The Divine Comedy, The xx, Love of Lesbian ou Devendra Banhart.

 

A agenda não esqueceu a dança – a Merce Cunningham Dance Company vai estar em Vigo, Santiago e Corunha, nos dias 25, 27 e 29, respetivamente – ou a fotografia: o francês Pierre Gonnord mostra os seus trabalhos em Santiago, numa exposição que pode ser visitada desde quarta-feira, até dia 1 de Agosto.

 

A programação é, aliás, composta por dez caminhos: para além do da Música (que dá destaque ao pop, mas também aos sons mais clássicos, ao rock ao jazz ou ao folk), foi criado o Caminho da Gastronomia, o Caminho do Desporto, o Caminho do Audiovisual (que inclui diversos festivais de cinema) e o Caminho Infantil.

 

A estes, somam-se o Caminho Contemporâneo (mostra projetos expositivos atuais que estão em itinerância pela Europa) e o Caminho das Artes Cénicas (onde se reúnem a dança, o teatro, a magia e o circo).

 

Não foram esquecidos o Caminho da Espiritualidade (onde se destacam as cerimónias religiosas e os encontros de jovens, por exemplo), o da Reflexão (que inclui congressos ou debates sobre temas da atualidade), o da História (que dá destaque ao património arquitetónico da Galiza e ao fenómeno das peregrinações).

 

 


Visite a fonte da informação clicando aqui

E viva a Alfama..!

13.06.10, Planeta Cultural

Parabéns à Alfama por mais uma vitória nas marchas populares do Santo António, por sinal, a segunda consecutiva..!

 

 Viva o Santo António casamenteiro..!{#emotions_dlg.heart}

 

Viva a sardinhada...!{#emotions_dlg.ok}

 

Viva a folia..!{#emotions_dlg.wasted}

Menos chumbos devido à opção pela via profissionalizante

13.06.10, Planeta Cultural

A quebra abrupta de chumbos no 3º ciclo e no secundário deve-se, sobretudo, ao número crescente de alunos que desde 2004 têm sido desviados do ensino regular para as vias profissionalizantes, noticia hoje o jornal Público.

 

O crescente número de jovens que vão para o ensino profissionalizante deve-se a uma reforma feita em 2004 pelo ministro do PSD, David Justino, e ampliada nos anos seguintes pela ministra socialista Maria de Lurdes Rodrigues.

 

«Muitos dos jovens que estão nas vias profissionalizantes eram alunos com dificuldades. Agora podem concluir os seus estudos sem realizar exames nacionais e com processos de avaliação interna nas escolas menos exigentes que aqueles em vigor para os alunos do chamado ensino regular. A sua prestação deixou também de contar para o cálculo das taxas de retenção e de transição, já que estes são indicadores que apenas expressam a situação no ensino regular, onde geralmente estão os alunos que tencionam prosseguir estudos», afirma o jornal.

 

 


Visite a fonte da informação aqui

Balão de ar quente cai no Algarve com três pessoas

13.06.10, Planeta Cultural

Três pessoas foram hoje resgatadas com vida pelo Instituto de Socorros a Náufragos (ISN) a quatro milhas a sul de Albufeira, Algarve, quando viajavam num balão de ar quente que começou a perder altitude e amarou, disse fonte policial.

 

Em declarações à Lusa, fonte da Capitania de Portimão, comandante Cruz Martins, explicou que cerca das 08:00 um salva vidas do ISN da Estação de Ferragudo resgatou os dois passageiros de nacionalidade portuguesa e o piloto do balão de ar quente de nacionalidade espanhola do mar sem qualquer ferimento.

 

O balão de ar quente começou a perder altitude e o piloto viu-se obrigado a amarar aquele meio de transporte especial a quatro milhas a sul de Albufeira.

 

O balão de ar quente aterrou suavemente na água e, depois de resgatadas as três pessoas, uma embarcação também recuperou aquele meio de transporte lúdico.

 

Fonte: Sol

Tigres dependem do homem para sobreviver

13.06.10, Planeta Cultural

WASHINGTON - O tigre, grande felino em risco de extinção, pode ser salvo, mas as medidas necessárias para sua sobrevivência esbarram em obstáculos como o desmatamento e o mercado negro, disseram especialistas reunidos em Washington.No início do século XX, existiam cerca de 100 mil animais espalhados pelo continente asiático, da Índia à China, passando pela Rússia. Agora, os mais otimistas contabilizam 3,5 mil tigres selvagens.

 

"A população de tigres está em declínio. Estão ameaçados pela destruição de seu hábitat e a caça ilegal", explicou Joseph Vattakaven, um especialista de tigres na Índia da organização ecologista WWF (World Wildlife Fund). Vattakaven e outros especialistas vindos da Ásia reuniram-se nesta semana no zoológico de Washington convocados pela organização "Global Tinger Initiative", que trabalha pela preservação da espécie, para trocar ideias e promover soluções.

 

Símbolo de força e ferocidade, o predador passou a ser perseguido por caçadores fascinados pela pele branca ou alaranjada com listras pretas. Seus ossos, dentes, garras, bigodes e órgãos também são muito valorizados e utilizados na medicina tradicional, como, por exemplo, a sopa de pênis de tigre que aumentaria o desempenho sexual, e têm alto preço no mercado negro.

 

Por essas razões, não é de se estranhar que o animal seja negociado ilegalmente por "50 mil dólares ou até mais", informou Vattakaven, destacando ainda que os compradores são em maioria da China. Para lutar contra a caça ilegal "todos devem se empenhar": tanto as autoridades governamentais como a população que vive nas proximidades do hábitat dos felinos.

 

Uma das ideias expostas consiste na criação de patrulhas especializadas com ampla experiência na atividade ilegal, capazes de dissuadir os caçadores e também de detê-los em caso de hostilidade, explicou Somphot Duangchantrasiri, um dirigente da conservação dos tigres na Tailândia, onde as patrulhas já existem. "São pequenos grupos armados. Somente a presença deles já assusta os caçadores. Mas é perigoso porque os contrabandistas também estão armados. Houve tiroteios e mortos", detalhou.

 

A extensão dos territórios também dificulta o controle. Na Rússia, "o problema é que temos essas zonas imensas e, teoricamente, devemos inspecionar todos os veículos. É simplesmente impossível", lamentou Vladimir Istomine, dirigente de uma agência governamental russa encarregada de proteger a fauna.

 

Embora a "prioridade número 1" siga sendo a caça ilegal, segundo o Global Tiger Iniciative, a destruição do hábitat do tigre resultante da expansão das cidades vem imediatamente após. Encurralados em terras pequenas, os tigres custam a encontrar presas e reproduzem-se com dificuldade. A solução passaria pela criação de corredores protegidos entre os diferentes lugares onde vivem os felinos para permitir que eles evoluam a despeito do homem.

 

"Precisamos conectar os parques naturais para permitir a diversidade genética entre os tigres", crucial para a preservação de qualquer espécie, defende Vattakaven. Segundo os especialistas, o desafio também é político: é preciso convencer os governos envolvidos a inscrever a proteção dos tigres em suas agendas. Contudo, é mais fácil falar do que fazer: na Rússia, por exemplo, os tigres vivem em "zonas de pleno desenvolvimento econômico. Sua conservação não é prioridade", lamentou Vladimir Istomine.

 

 

Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui