Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Wall Street afunda mais de 3% após dados do emprego e alerta da Hungria

04.06.10, Planeta Cultural

As principais praças norte-americanas fecharam a cair mais de 3%, penalizadas pelo anúncio de um menor número de empregos criados do que o previsto pelos economistas, e pelo anúncio da Hungria sobre a sua “situação económica muito grave”.

O Dow Jones desceu 3,16% para 9.931,22 pontos, o Nasdaq cedeu 3,64% para 2.219,17 pontos e o S&P500 perdeu 3,44% para 1.064,88 pontos.

O sector laboral norte-americano continua fragilizado e incapaz de criar suficientes postos de trabalho. Apesar da taxa de desemprego ter caído ligeiramente, esta redução é explicada essencialmente pela contratação temporária de 411 mil pessoas para realizarem o Census de 2011. Além disso o número de postos de trabalho criados ficaram aquém do estimado pelos economistas.

Este indicador aumentou os receios dos investidores em relação à incapacidade dos EUA conseguirem reanimar o mercado de trabalho.

Além deste dado, a Hungria trouxe hoje uma grande instabilidade aos mercados, depois do porta-voz do primeiro-ministro ter dito que a “situação económica é muito grave”, admitindo entrar em incumprimento. O que fez disparar os receios relativos a um contágio a outros países e provocou quedas acentuadas também na Europa.

No sector das tecnologias, a Amazon perdeu 4,59% para 122,71 dólares, a Dell caiu 3,80% para 13,24 dólares e a Cisco recuou 3,08% para 22,96 dólares.

Na banca, o Citigroup afundou 4,04% para 3,80 dólares, o JPMorgan caiu 3,45% para 37,75 dólares e o Bank of America cedeu 2,91% para 15,35 dólares.

A Boeing perdeu 4,79% para 61,23 dólares e a Alcoa desvalorizou 4,66% para 10,84 dólares.

 

 

 

Visite a fonte da informação aqui

Drive Cleaners - Wipe 2.61

04.06.10, Planeta Cultural

Com esta ferramenta fácil e poderosa o seu usuário pode limpar o histórico de navegação, arquivos index.dat limpar, remover cookies, cache, arquivos temporários de Internet, histórico de pesquisas e quaisquer outras faixas. Recomendado para usuários que querem proteger a privacidade online. Ninguém será capaz de rastrear sites que você visitou ou visualizar todos os detalhes da sua atividade no seu computador.

 

 

Download: Drive Cleaners - Wipe 2.61

Microsoft prepara Patch Tuesday versão XL

04.06.10, Planeta Cultural

No lançamento mensal habitual de correcções para falhas de segurança nos seus diversos produtos, a Microsoft alinha para a próxima terça-feira, dia de Patch Tuesday, a correcção de 34 vulnerabilidades, distribuídas por 10 actualizações.

Três destas actualizações são classificadas como "críticas" e as restantes sete como "importantes". No total serão seis actualizações referentes ao Windows, três destinadas ao Office e uma para o Internet Explorer.

Entre o conjunto de actualizações está a solução para o bug no Internet Explorer que afecta os utilizadores do Windows XP e também a correcção para os problemas de segurança do Microsoft Share Point, que permitiam escalar previlégios.

A Microsoft tinha emitido um aviso para esta vulnerabilidade em Abril, classificando-a como importante dado que poderia permitir a intrusão nos sistemas de informação da empresa.

Embora o número de actualizações não chegue aos máximos de Outubro de 2009 (13) - e depois em Fevereiro deste ano -, o volume de correcções (34) preparadas para 8 de Junho próximo iguala o recorde em número de vulnerabilidades endereçadas nesse mesmo boletim.

 

 


Visite a fonte da informação clicando aqui

Traficantes de armas recebiam rendimento mínimo

04.06.10, Planeta Cultural

A PSP de Lisboa deteve na madrugada de ontem, quinta-feira, 13 indivíduos, entre eles duas mulheres, suspeitos de tráfico de armas, segundo revela a força policial.

 

Segundo a mesma fonte, a quase totalidade dos detidos estava a receber o Rendimento Social de Inserção, também conhecido por “rendimento mínimo”.

 

Na operação da PSP, resultante de uma investigação a cargo do Departamento de Investigação Criminal de Lisboa,  foram apreendidas 16 armas de fogo, entre as quais caçadeiras e pistolas, além de 38 mil euros.

 

A operação desenvolveu-se na Amadora, Lisboa, Almada e Seixal. Os detidos estão a ser ouvidos no Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa.

 

 

Visite a fonte da informação aqui

Pais dizem que passar do 8º para o 10º ano só com prestação de provas é injusto

04.06.10, Planeta Cultural

A Confederação Independente de Pais considerou, hoje, sexta-feira, que a medida do Governo que aposta na passagem, apenas com a prestação de provas, de alunos do 8º para o 10º ano, é injusta.

 

A presidente da Confederação Nacional Independente dos Pais e Encarregados de Educação (CNIPE), Maria José Viseu, não está de acordo com a medida que prevê que os alunos retidos no 8º ano com mais de 15 anos possam realizar provas que lhes permitam o acesso directo ao 10º ano de escolaridade.

 

Esta medida prevê que os alunos nesta condição possam realizar exames escolares relativos ao 9º ano, bem como efectuar as provas nacionais das disciplinas de Português e Matemática.

 

“É uma medida geradora de alguma injustiça para os alunos que são obrigados a frequentar o 9º ano de escolaridade, que não tenham obtido sucesso educativo e sejam obrigados a fazer exames do 9º ano", afirma.

 

A medida não é inovadora pois já anteriormente estava previsto que alunos pudessem aceder ao 10º ano desde que obtivessem aproveitamento nas provas nacionais. O que é inovador na medida é o facto de já não ser necessário frequentar as disciplinas do 9º ano para transitarem.

Maria José Viseu considera que o caminho passa pela apresentação de novas medidas que possam prestar auxilio aos alunos com dificuldades, sem no entanto, cometer injustiças relativamente aos restantes alunos. Defende ainda que esta medida não resolve um problema de insucesso escolar, mas contribui sim para o seu agravamento.

 

A presidente do CNIPE afirma que não se deve "tentar ultrapassar etapas para que eles, com 16 anos, estejam efectivamente no 10º ano de escolaridade, que seria a sua idade normal".

 

Defende que a alternativa está na prestação de apoios às escolas através de equipas multidisciplinares e outros meios, para evitar o insucesso desses alunos e para que não fosse necessário medidas para queimar etapas no seu percurso académico.

 

 

Visite a fonte da informação aqui