Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Fabricante chinesa do Iphone aumenta salários em 20% para evitar suicídios

30.05.10, Planeta Cultural

Numa lógica de ‘controlo de danos’, a empresa chinesa Foxconn anunciou na sexta-feira um aumento salarial de 20% após a vaga de suicídios na sua subsidiária de Shenzhen, sul da China.


Onze trabalhadores puseram fim à vida este ano, pela alegada pressão e falta de condições de trabalho na empresa, e só esta semana houve mais duas tentativas frustadas.

 

O caso fez primeiras páginas dos jornais esta semana e arrastou o nome de muitas multinacionais ocidentais - como a Apple, a Hewlett-Packard, a Dell, Nokia e Sony - que ali fabricam uma boa parte dos seus produtos electrónicos. A Foxconn, unidade da empresa Hon Hai Precision Industry de Taiwan, emprega mais de 420 mil pessoas em Shenzhen, com salários base de 107 euros por mês.

 

Os gigantes tecnológicos Nokia e Sony, em comunicado, expressaram ontem preocupação pela cultura corporativa da Foxconn e não excluíram reavaliar a produção dos seus ‘gadgets' naquela região.

 

O ‘chairman' da Hon Hai, Terry Grou, fez um pedido de desculpas público pelas mortes durante uma visita à fábrica esta semana, mas ao mesmo tempo defendeu os métodos de trabalho na empresa e disse que alguns suicídios tinham razões pessoais. Ainda assim, a empresa de Taiwan está, segundo alguns relatórios, a preparar indemnizações de 11.850 euros às famílias das vítimas.

 

O plano de aumentos da Hon Hai deve subir os custos laborais trimestrais da empresa em cerca de 68 milhões de euros, reduzindo os resultados operacionais em cerca de 10-12%, segundo o Citi. "Hon Hai já aumentou os salários em 50% no passado e tudo correu bem", disse o analista Vincent Chen, citado pela Reuters.

 

 


Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui

Historiador diz que avô de Hitler também era pai do ditador

30.05.10, Planeta Cultural

O professor e historiador alemão Gerhard Roth avançou a possibilidade de o avô do ditador e criminoso de guerra nazi Adolf Hitler tenha sido também o pai do homem que desencadeou a Segunda Guerra Mundial.


«O seu avô carnal foi também eventualmente seu pai», afirma Roth em declarações publicadas hoje pelo jornal Bild am Sonntag, nas quais assinala que essa especulação é relativamente nova.

 

Acrescenta que «aparentemente sempre houve indícios de incesto na família de Hitler. Hitler teve uma relação traumática com as suas origens e sempre tentou escondê-las. Isso fez parte da sua psicopatia».

 

No entanto, o biógrafo de Hitler Ian Kershaw considera essa teoria completamente absurda e sem qualquer base histórica.

«Essa suposição é para mim completamente nova e bastante grotesca. Não conheço uma só fonte que a apoie», assegura Kershaw no mesmo jornal.

 

Acrescenta que «é conhecido que existe um mistério acerca do avô paterno de Hitler. As duas pessoas que poderiam tê-lo sido, Johann Georg Hiedler e Johann Nepomuk Hiedler, morreram antes do nascimento de Adolf Hitler».

 

As biografias do ditador nazi coincidem em assinalar que o pai de Adolf Hitler foi o funcionário de alfândegas Alois Hitler (1837-1903), que nasceu com o nome de Alois Schickelgruber.

 

 


Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui

Museu do Pão comemora Mês do Coração com refeição saudável

30.05.10, Planeta Cultural

O Museu do Pão, em Seia, e a Fundação Portuguesa de Cardiologia (FPC), comemoraram no sábado à noite o Mês do Coração, que decorre em maio, com um jantar de gala só com comida saudável.

 

O presidente da FPC Delegação do Centro, Políbio Serra e Silva, afirmou na ocasião que «pela boca se previne as doenças do coração» e destacou «o papel relevante» feito por estas duas entidades, «na educação cívica e nutricional dos portugueses».

 

Aquele médico cardiologista, destacou o «papel pioneiro da FPC» no incentivo à diminuição da quantidade de sal no pão: «Consegu1mos sem imposições que muitos produtores coloquem apenas 0, 1 gramas de sal em cada 100 gramas de farinha, quando as metas a que o estado obriga são de 0,5 gramas de sal», afirmou.

 

 

 

Fonte: Diário Digital

Pai suspeito de violar as duas filhas surdas

30.05.10, Planeta Cultural

Uma das jovens contou às autoridades que tem um filho do pai e está grávida de outro.

 

Uma jovem surda, de 15 anos, foi retirada aos pais por suspeitas de abuso sexual. Da casa onde vivia foram também levados a irmã, grávida e maior de idade, e o filho desta, com apenas quatro anos. O suspeito é o próprio pai das duas raparigas.

 

O caso está a ser investigado pela Directoria do Sul da Polícia Judiciária (PJ). O pai das raparigas ainda não foi ouvido pelos inspectores, que aguardam pela conclusão de exames periciais feitos às alegadas vítimas.

 

O caso foi conhecido há poucas semanas quando "Andreia" (nome fictício) contou aos professores o horror que garantiu ter vivido em casa. Depois de mais um dia de aulas, a jovem de 15 anos regressou à modesta habitação, numa freguesia de Faro, onde residia com a família. Desconhecia que aquele seria um dos últimos dias que iria viver em paz.

 

O pai ter-se-á aproveitado de uma ocasião em que estava sozinho com a filha para acariciar-lhe os seios. Já teria tentado fazê-lo noutra altura, mas a menina conseguiu escapar. Assustada, "Andreia" acabou por escolher como confidente a irmã mais velha, "Gabriela" (nome fictício), também ela surda. Nessa altura, a rapariga de 27 anos terá ganho coragem para revelar um segredo que guardara até então. "Contou que o filho de quatro anos é fruto de uma alegada violação por parte do pai de ambas, tal como o bebé que carrega na barriga", apurou o JN junto de uma fonte ligada ao processo.

 

"Andreia" temeu que o mesmo lhe acontecesse e, no dia seguinte, desabafou com os professores. O alerta às autoridades não demorou. A situação foi sinalizada, considerada de risco - por haver suspeitas de abuso sexual - e, por isso, urgente. Acompanhados pela GNR, elementos da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens (CPCJ) foram à casa da menor para retirá-la aos pais. Segundo uma testemunha, quando viu os militares, "Andreia" apressou-se a ir buscar o bilhete de identidade e correu para a viatura da guarda.

 

A menina começou por estar inicialmente aos cuidados de uma instituição longe do meio em que está inserida. Actualmente, e por decisão do Tribunal de Família e Menores, está numa outra em Faro, o que permitiu o regresso à escola e ao contacto com professores e colegas. "Andreia", que por ser surda tem necessidades educativas especiais, "está a tentar viver o mais próximo da normalidade e não fala sobre o que aconteceu", soube o JN. Uma tia e a própria mãe tentaram contactá-la na escola, mas estão impedidas por ordem judicial.

 

Fonte da CPCJ confirmou que a situação está a ser acompanhada, mas oficialmente não foi possível obter quaisquer comentários, uma vez que todos os processos de promoção e protecção são de carácter reservado. Ao que o JN apurou, "Gabriela" também está numa instituição de acolhimento por ter o filho de quatro anos a seu cargo e estar grávida de oito meses.

 

Fonte da PJ explicou que o pai das raparigas não foi detido e nem sequer ainda ouvido pelos inspectores para dar a sua versão da história. Todos os envolvidos foram sujeitos a exames, tais como testes de ADN para apurar a paternidade da criança de quatro anos e do feto. A intenção dos investigadores será "esperar pelos resultados" e só depois avançar para eventuais novas diligências.

 

Contactado pelo JN, o pai disse não poder falar sobre as acusações por estar a conduzir. Depois não voltou a atender o telemóvel. O mesmo comportamento teve a mãe, que alegou estar "ocupada a trabalhar".

 

 


Visite a fonte da informação aqui


A mais bela africana

30.05.10, Planeta Cultural
A mais bela africana em Lisboa é guineense, chama-se Gina, é estudante e quer combater o HIV. Entre angolanas, cabo-verdianas e são-tomenses (faltou a representante de Moçambique), destacou-se a jovem da Guiné-Bissau que foi também eleita Miss Fotogenia e leva como prémio uma viagem a Cabo Verde.

O concurso de beleza que visa promover a cultura africana em Lisboa, já vai na segunda edição e foi  organizado pelo Centro de Excelência para o Desenvolvimento de Ciência, Cultura e Progresso de África - CEDCCPA. A CEDCCPA é uma associação sem fins lucrativos e quem tem como ideia principal, segundo o seu presidente, o professor Celestino Macedo, a reflexão a aposta na capacidade por uma África melhor. Nas palavras do professor é preciso que haja 'reunião entre todos para que a qualidade de cada um trabalhe por um bem comum'.

 

Eventos desta natureza vêm reforçar também a infinidade da expressão cultural do continente, defende Celestino Macedo, para quem só se pode chegar ao progresso e desenvolvimento do continente africano se se juntar recursos humanos a recursos materiais e se traçar uma meta.

O evento contou com as actuações de Ibaguay, Black Star, Rui Sangará, As Demolidoras, Kapacidade, Alfa 4.4.1, Patche di Rima, Maio Coopé e do grupo de teatro Tino e Pindó.

 


Veja as fotos do:

 

Momento cultural

Desfile traje gala

Desfile bikini

Desfile de apresentação

 

 

Visite a fonte da informação clicando aqui

 

Estudo/Racismo: Pessoas racistas não reagem a dor física dos outros

30.05.10, Planeta Cultural

O racismo pode ter outras implicações até agora desconhecidas.Um grupo de investigadores descobriu que o cérebro de pessoas racistas não reage a dor física provocada em pessoas de outras “raças”, um facto que está ligada ao preconceito rácico.


Durante a investigação foram analisadas 40 estudantes universitários, 20 dos quais italianos brancos e os outros 20 negros residentes em Itália, e os resultados agora publicados revelam que “o cérebro das pessoas racistas tem dificuldade em identificar-se de forma espontânea com o sofrimento físico de indivíduos de outros grupos étnicos. A prova foi feita mostrando a pessoas imagens de agulhas espetadas em mãos de diversas cores".

 

Para o coordenador do estudo, o psicólogo da universidade de Bolonha Alessio Avenanti, “os indivíduos com fortes preconceitos raciais tendem a responder de forma fraca à dor das pessoas de outro grupo étnico, enquanto as pessoas com nível mínimo de preconceito racial tendem a reagir de forma semelhante à dor de pessoas do mesmo grupo étnico ou de outro".

 

A investigação que reuniu investigadores das Universidades Italianas de Bolonha e Roma e especialistas do Centro de Investigação Francês, CNRS, na qual os investigadores utilizaram um equipamento para visualização in vivo da actividade cerebral e observaram que áreas do cérebro eram activadas. A diferença de respostas tem um significado cultural associado.

 

Os resultados deste estudo foram ontem publicados na Current Biology.

 

 

Visite a fonte da informação clicando aqui

Angola: Kabuscorp do Palanca e o 1º de Agosto empataram 1-1

30.05.10, Planeta Cultural

O Kabuscorp do Palanca e o 1º de Agosto empataram ontem no estádio dos Coqueiros, em Luanda, por 1-1, num jogo referente à 12ª jornada do Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão, Girabola-2010, numa partida marcada pela actuação do árbitro Manuel Alberto que deixou passar dois penaltis, sendo um para cada equipa.

 

Os golos foram marcados por Daniel para o Kabuscorp aos 67 minutos e a igualdade apareceu aos 76 minutos através de Bena para o 1º de Agosto.

 

Com este empate, o Kabuscorp do Palanca mantém-se no quarto lugar da classificação geral, com 20 pontos e o 1º de Agosto ocupa o sétimo posto, somando agora 17 pontos.

Vulcões forçam retirada de milhares no Equador e na Guatemala

30.05.10, Planeta Cultural

 

Milhares de pessoas foram forçadas a deixar suas casas e buscar refúgio após dois vulcões entrarem em erupção na Guatemala e no Equador.

As erupções provocaram o fechamento dos principais aeroportos dos dois países.

 

Na Guatemala, pelo menos duas pessoas morreram em consequência da entrada em atividade do vulcão Pacaya, incluindo um repórter de TV que cobria a erupção.

 

Outras 50 pessoas ficaram feridas desde a quinta-feira, quando o Pacaya começou a expelir lava, pedras e detritos. Três crianças estão desaparecidas.

 

No Equador, o vulcão Tungurahua forçou a evacuação de sete vilas próximas e fechou o aeroporto e as escolas de Guayaquil, a maior cidade do país.

 

Acredita-se que não há relação entre as duas erupções.

 

Estado de emergência


O presidente da Guatemala, Ávaro Colom, declarou estado de emergência na região de Escuintla, na Cidade da Guatemala e em outras áreas no entorno da capital.

 

Pelo menos 1.700 pessoas foram obrigadas a deixar suas casas por causa da erupção do vulcão, localizado a cerca de 30 quilômetros ao sul da capital.

 

A Cidade da Guatemala ficou coberta por cinzas – em algumas áreas, havia até sete centímetros de cinzas acumuladas - , obrigando o fechamento do principal aeroporto internacional do país.

 

Sismólogos advertiram para a possibilidade de novas erupções do Pacaya nos próximos dias.

 

No Equador, a erupção do Tungurahua expeliu nuvens de fumaça a até 10 mil metros de altura.

 

Fortes ventos levaram a fumaça para cima de Guayaquil e forçaram as autoridades de aviação a fechar o aeroporto da cidade, o mais movimentado do país.

 

Milhares de pessoas tiveram que deixar suas casas na região do vulcão, 150 quilômetros a sudeste da capital, Quito.

 

 

Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui