Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Nasceu uma cria de chimpanzé no Badoca Safari Park

06.05.10, Planeta Cultural

Uma chimpanzé deu à luz a primeira cria da espécie a nascer no Badoca Safari Park, no Litoral Alentejano, já esperada pela equipa veterinária, que não tinha contudo conseguido confirmar através das análises a gravidez da progenitora.

 

“Abril” é o nome da primeira cria de chimpanzé a nascer no Badoca Safari Park, revelou o parque num comunicado enviado hoje à Agência Lusa.

 

“A pequena fêmea foi descoberta pelos tratadores na manhã de 27 de Abril, tendo sido recolhida pela equipa veterinária para observação e alimentação durante as primeiras 24 horas, devido ao facto da progenitora a ter rejeitado”, diz o mesmo documento.

 

Um dia após o nascimento, a cria apresentava um comportamento ativo, interativo e observador, caraterístico desta espécie.

 

Segundo o Badoca Safari Park, o nascimento da nova cria era já esperado, pela equipa veterinária, que tinha detetado sintomas de uma provável gravidez da fêmea “Joana”, contudo as análises realizadas não tinham possibilitado a confirmação.

 

A cria, agora com cerca de nove dias, foi entretanto retirada à progenitora por esta agir com “indiferença”, sendo agora a principal preocupação da administração do parque e da equipa de tratamento e veterinária “garantir o desenvolvimento não humanizado do animal”.

 

Para isso, está a ser desenhada uma estratégia de integração, que deverá decorrer ao longo do próximo ano, ficando em aberto a possibilidade de ser criado um mini berçário, onde a “Abril” possa ser alimentada por humanos, mantendo o permanente contacto visual com o grupo.

 

Outra hipótese a ser estudada é a vinda de um chimpanzé, ainda cria, de um jardim zoológico da Europa, para que ambos possam brincar e relacionar-se de forma a facilitar a introdução conjunta no grupo.

 

Zebras, girafas, orixes, gnus, lémures, flamingos, tucanos, araras e coatis estão entre as 45 espécies que vivem no Badoca Safari Park e que foram visitadas por cerca de 110 mil pessoas em 2009.

 

Criado em 1999, o Badoca é um parque natural com uma área de 90 hectares, localizado no litoral alentejano, que assumiu como objetivo “a conservação e preservação das espécies”, bem como a contribuição para “a sensibilização ambiental”.

 

 

Caso pretenda, visite a fonte da informação aqui

"Os problemas que têm dimensão e impacto estão a ficar debaixo do tapete"

06.05.10, Planeta Cultural

 

Belmiro de Azevedo desvalorizou hoje o impacto das medidas do subsídio de desemprego e diz que o foco deveria ser outro. “Os problemas que têm dimensão e impacto estão a ficar debaixo do tapete”, alerta o patrão da Sonae, reportando-se às grandes obras públicas.

"Qualquer acção que se tome tem que se quantificar. Tem que se saber duas coisa: qual é o impacto e quando começa o impacto. Não se pode dizer é bom ou mau, pode ser uma coisa importante ou não ter impacto quase nenhum".

O patrão da Sonae defendeu novamente a paragem dos grandes investimentos em obras públicas. “O Governo já disse que aquelas obras não são para continuar e, em minha opinião, não deviam começar e há razões para isso”, sintetizou, em declarações aos jornalistas, esta tarde, à margem de um evento na Escola de Gestão do Porto.

Sobre a magistratura de influencia que o Presidente da República poderá ter, foi lacónico. “Não sei, ele pode ter a ideia que influencia”, disse. Quanto às consequências da execução do plano governamental, pensa que já estão a ter reflexos. “O dinheiro vai ficar muito caro. A República portuguesa fez uma emissão em Dezembro e quatro meses depois vai custar quatro vezes mais, de 1% para 4%. O dinheiro é finito”, sustentou.

O empresário quer ainda que se deixe de discutir em demasia os assuntos, sem que haja medidas concretas. E dá um exemplo concreto. “A Irlanda, numa situação muito difícil, reagiu muito bem, tinha eleições à porta e não pôde falar durante um mês. Tomaram as medidas e foram muito menos dolorosas, do que se tivesse tomado as mesmas decisões um mês depois”, constatou. Quanto a Portugal, não tem dúvidas. “Há muito tempo que devíamos ter passado à acção.”

 

Visite a fonte da informação aqui

Direcção-Geral dos Impostos alerta para mensagens falsas em nome da DGI

06.05.10, Planeta Cultural
A Direcção-Geral dos Impostos informou hoje que andam a circular na Internet mensagens fraudulentas em nome da DGI. Como medida de precaução, aconselha os utilizadores a não acederem nem a fornecerem dados privados.

De acordo com o comunicado da Direcção-Geral dos Impostos (DGI), alguns utilizadores já receberam mensagens falsas que têm como objectivo obter informações confidenciais, e em alguns casos, obter dados de segurança dos computadores dos destinatários.

A DGI alerta que nunca pede “a abertura de qualquer ‘link’ para outro domínio diferente que não seja o site do portal das Finanças”, “a transferência de dados ou a execução de qualquer ficheiro” assim como “o fornecimento de qualquer tipo de dados”, refere o comunicado.


Fonte: Jornal de Negócios