Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Manuel Alegre formaliza candidatura a 4 de Maio

27.04.10, Planeta Cultural

Manuel Alegre deverá formalizar a sua candidatura a Presidente da República a 4 de Maio, durante uma cerimónia em Ponta Delgada, disse esta terça-feira à agência Lusa fonte próxima do socialista, segundo candidato mais votado em 2006.

 

Manuel Alegre, que formaliza a sua candidatura presidencial a 4 de Maio em Ponta Delgada, afirmou hoje à agência Lusa que o liga aos Açores «uma grande afetividade cultural e política».

 

A sessão pública da formalização da candidatura presidencial de Manuel Alegre está marcada para o salão nobre do Teatro Micaelense, pelas 18h30 locais.

 

«As razões porque escolhi esta data e os Açores para formalizar a minha candidatura explicarei no local. Mas tenho com os Açores uma grande ligação cultural, política e afetiva», disse.

 

Entre os principais apoiantes da candidatura presidencial de Manuel Alegre está o presidente do Governo Regional dos Açores, Carlos César.

No passado dia 10 de Abril, em Lisboa, durante uma reunião com apoiantes, Manuel Alegre comunicou que em breve formalizaria a sua candidatura presidecial, defindindo-a como «supra partidária e não dependente de ninguém».

 

Nessa mesma reunião, Manuel Alegre agradeceu os apoios e as disponibilidades demonstrados por todos os seus apoiantes, «considerando que o tempo de avaliação estava esgotado».

 

Neste contexto, lembrou que a sua «casa política» é o PS, mas frisou que a sua candidatura «é supra-partidária e a sua decisão é pessoal e não está dependente de ninguém»

 

 


Visite a fonte da informação aqui

Votorantim vai construir oito novas fábricas de cimento no Brasil

27.04.10, Planeta Cultural

A Votorantim Cimentos, accionista da Cimpor, anunciou hoje a construção de oito novas fábricas de cimento no Brasil, com um custo de 2,5 biliões de reais. As novas fábricas vão ser construídas nos Estados do Paraná, Bahia, Ceará, Maranhão, Goiás, Mato Grosso e Pará.

A construção das oito unidades faz parte de um investimento da cimenteira, no valor de 5 biliões de reais, para um período entre 2007 e 2013, compreendendo 22 fábricas, segundo o jornal brasileiro “Estadão”.

Segundo uma nota da empresa à qual o jornal teve acesso, a intenção da cimenteira é “antecipar-se à crescente procura de materiais básicos de construção no Brasil para manter o pleno abastecimento do mercado actual e futuro”.

O presidente da empresa, Walter Schalka, afirmou que “a Votorantim continua à procura activos no exterior”

No primeiro trimestre, a Votorantim adquiriu 21,2% de participação na cimenteira portuguesa Cimpor. “A internacionalização será gradual, de acordo com oportunidades que surjam”, disse Schalka.

Segundo o presidente, a negociação para a compra da participação da Lafarge na Cimpor foi feita durante mais de um ano.

Esta quinta-feira, os novos conselheiros vão tomar posse da participação da Cimpor Portugal.

Segundo o Conselho Administrativo de Defesa Económica, a Votorantim e Camargo Corrêa estão impedidos de participar na Cimpor Portugal de qualquer decisão sobre a Cimpor Brasil. O acordo é para preservar a concorrência no mercado de cimento brasileiro.

 


Visite a fonte da informação aqui

Reunião com Sócrates: Passos Coelho quer combater ataque especulativo "à dívida portuguesa"

27.04.10, Planeta Cultural
O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, vai encontrar-se amanhã com José Sócrates, para discutir medidas de combate ao "ataque especulativo" que a dívida portuguesa está a ser alvo.

Segundo disse ao Negócios Miguel Relvas, porta-voz do PSD, Passos Coelho telefonou ao primeiro-ministro, com vista a agendar uma reunião de urgência para debater a actual situação económica. O objectivo passa por tomar medidas já, uma vez que a situação “não é compatível com a inércia”, disse Miguel Relvas.

A reunião terá lugar amanhã em São Bento e segundo disse já Passos Coelho, citado pela Lusa, o objectivo passa por discutir medidas de combate ao "ataque especulativo" que a dívida portuguesa está a ser alvo.

A S&P cortou hoje o “rating” de Portugal em dois níveis, de A+ para A-, gerando uma queda acentuada na bolsa portuguesa e uma subida acentuada nos juros da dívida pública portuguesa.

A reunião terá lugar amanhã em São Bento, às 11h30. Na agenda oficial do primeiro-ministro constava uma visita à refinaria da Galp em Sines, às 11h30. Para as 15h30 está prevista a audiência com o Presidente da República.