Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

PSP: ASPP agenda manifestação de polícias para 27 de maio caso Governo não altere estatuto profissional

31.03.10, Planeta Cultural

A Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP) decidiu hoje marcar para 27 de maio uma manifestação de polícias, em Lisboa, caso o Ministério de Administração Interna não altere alguns artigos do novo estatuto profissional.

 

"Se até 27 de maio, o Ministério da Administração Interna não reunir com a ASPP e não apresentar propostas concretas no sentido de alterar" alguns artigos do estatuto profissional, que entrou em vigor no passado dia 01 de janeiro, os polícias vão manifestar-se em Lisboa, disse à agência Lusa o presidente da ASPP, que hoje esteve reunida em assembleia geral.

 

A principal reivindicação da ASPP, estrutura sindical mais representativa da Polícia de Segurança Pública (PSP), está essencialmente relacionada com a progressão das carreiras.

 

A Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP) decidiu hoje marcar para 27 de maio uma manifestação de polícias, em Lisboa, caso o Ministério de Administração Interna não altere alguns artigos do novo estatuto profissional.

 

"Se até 27 de maio, o Ministério da Administração Interna não reunir com a ASPP e não apresentar propostas concretas no sentido de alterar" alguns artigos do estatuto profissional, que entrou em vigor no passado dia 01 de janeiro, os polícias vão manifestar-se em Lisboa, disse à agência Lusa o presidente da ASPP, que hoje esteve reunida em assembleia geral.

 

A principal reivindicação da ASPP, estrutura sindical mais representativa da Polícia de Segurança Pública (PSP), está essencialmente relacionada com a progressão das carreiras.

 

Visite aqui a fonte da informação

Banco de Portugal prepara fecho do BPP

31.03.10, Planeta Cultural

O supervisor liderado por Vítor Constâncio já deu início ao processo que poderá culminar na retirada da licença bancária ao Banco Privado Português (BPP).

Segundo apurou o Negócios, as partes interessadas já foram notificadas, tendo sido dado um prazo de 10 dias para que possam dar a sua versão do processo. A Privado Holding já confirmou ao Negócios que foi notificada e que irá defender a sua posição junto do Banco de Portugal (BdP).

Depois de ouvidas as partes, o BdP decidirá se avança com a revogação da autorização bancária. Se tal acontecer, será desencadeado o processo de insolvência que, a concretizar-se, representará o primeiro caso do género envolvendo um banco em Portugal.

Veja o desenvolvimento desta notícia na edição de amanhã do Negócios.

 

Fonte: Jornal de Negócios

Portas garante desconhecer intervenção do cônsul na compra dos submarinos

31.03.10, Planeta Cultural

Paulo Portas garantiu aos jornalistas, no Parlamento, desconhecer qualquer intervenção do cônsul honorário de Portugal em Munique, no negócio de compra dos submarinos, concluído em 2004, quando era ministro da Defesa, no Governo chefiado por Durão Barroso.

 

Segundo a Imprensa alemã, o cônsul honorário em Munique, Juergen Adolff, é suspeito de ter recebido subornos da Man Ferrostaal, a empresa alemã que integrava o consórcio German Submarine Consortium que forneceu os dois submarinos a Portugal.

 

O antigo ministro e líder do CDS-PP adiantou ainda, em resposta a questões dos jornalistas, nunca ter sido questionado pela Justiça portuguesa sobre o negócio e fez questão de recordar que o processo de compra dos submarinos remonta a 1998, quando o socialista António Guterres era primeiro-ministro.

 

“Quando cheguei ao Ministério da Defesa, o concurso estava na fase final e previa a aquisição de três ou quatro submarinos”, recordou Portas para acentuar que foi já o Governo PSD/CDS-PP a que pertenceu que decidiu reduzir a encomenda para duas unidades.

 

Tomada a decisão, que Portas garantiu ter sido com base em critérios pré-definidos, só em Julho de 2004 a compra foi concretizada, depois do Supremo Tribunal Administrativo não ter dado razão à impugnação interposta pelo consórcio francês preterido no negócio.

 

 

Fonte: JN

Mourinho alude a doping no CSKA

31.03.10, Planeta Cultural
José Mourinho já arranjou bronca para o jogo que hoje, quarta-feira, oporá o Inter ao CSKA, na primeira mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões.

Embora explicitamente, o treinador português abordou os casos de doping na equipa de Moscovo. "O CSKA tem qualquer coisa um pouco cinzenta no seu percurso e da qual não quero falar", disse o técnico português.

O treinador do Inter insistiu: "Se há dois jogadores que vão ao controlo antidoping e que acusam uma substância que não é autorizada em competição, há qualquer coisa um pouco cinzenta".

Mourinho referia-se aos futebolistas do CSKA Sergei Ignashevich e Alexei Berezutski,que acusaram positivo a um estimulante, após o desafio da primeira fase, com o Manchester United, a 3 de Novembro. Ambos foram suspensos por um jogo e o clube de Moscovo punido pela UEFA com uma multa de 25 mil euros.

Na altura, o CSKA alegou que o médico se esquecera de participar que os jogadores tomaram um medicamento contra a gripe, que requeria autorização para fins terapêuticos. Ontem, decorridos quatro meses, os russos ficaram furiosos com Mourinho. A ver no que vai dar o jogo de San Siro...

Menos agitado, embora se preveja muito mais movimentado, é o outro duelo da noite, em Londres. Arsenal e Barcelona, duas equipas doentes pelo ataque, repetam a final de 2006, ganha pelos catalães, por 2-1.

Mesmo sem Iniesta, baixa de última hora, o Barça terá ligeiro favoritismo, porque tem atacantes, como Ibrahimovic, Messi ou Henry, capazes de fazer golos. Já os "gunners" não têm nenhum goleador de classe internacional e lamentam a ausência de Van Persie. Os médios Nasri, Arshavin e Fabregas são as armas mais ofensivas. Mas o melhor é aguardar para ver...

Fonte: Jornal de Notícias

Cardozo preso por milhões

31.03.10, Planeta Cultural
Empresário Pedro Aldave nega contactos com Sevilha, mas abre a porta a convites

O "AS", jornal desportivo espanhol, noticiou que há negociações "muito avançadas" entre o Sevilha e o Benfica para a contratação de Oscar Cardozo. O representante nega contactos, mas os encarnados podem libertar o jogador a partir de 30 milhões de euros.

Segundo o periódico, o avançado paraguaio seria o futebolista ideal para substituir Kanouté e Luís Fabiano, ambos com sérias possibilidades de abandonar a Andaluzia no final da temporada. Sem adiantar valores, é revelado que o Benfica não se opõe à transferência e que o atleta deseja dar um passo em frente na carreira.

Confrontado com a notícia, Pedro Aldave, empresário do futebolista, afirmou ao JN que é tudo falso. "Não sei de nada. Se houvesse alguma coisa, tinha de passar por mim e como não houve...". No entanto, não fecha a porta a eventuais conversas ou negociações. "Eu já disse que ele gostava de ficar mais uma época, mas teríamos de ouvir o que os interessados têm para nos dizer. Vamos esperar e analisar. Mas ele só sai se o convite for excelente", avisa.

A cláusula de rescisão do sul-americano é de 60 milhões, número alcançado após a renovação de contrato, realizada no final de Agosto, com o objectivo de evitar assédios dos principais campeonatos europeus. No entanto, os encarnados aceitarão iniciar a negociação a partir de metade desse valor, apesar de Domingos Soares de Oliveira, administrador da SAD, ter já dito que as águias podem até decidir não vender ninguém no próximo Verão...

Para já, Tacuara, de 26 anos, continua a liderar a lista de melhores marcadores do campeonato, mas tem registado uma quebra acentuada de forma nas últimas semanas, visível no encontro frente ao Sporting de Braga, em que esteve muito abaixo das suas potencialidades.

Todavia, a verdade é que é uma das "jóias da coroa" do plantel, sendo um dos mais utilizados por Jorge Jesus. O Mundial poderá valorizá-lo ainda mais, apesar de poucas vezes ser titular na selecção nacional.


Fonte: Jornal de Notícias