Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

«Estamos revoltados com esta injustiça » - Raul Meireles

24.03.10, Planeta Cultural

O médio do FC Porto, Raul Meireles, afirmou que o plantel portista está revoltado após o Conselho de Disciplina da Federação ter confirmado a despenalização de Hulk de quatro meses para três jogos.

«É revoltante. O próprio Hulk, tal como todos nós, está revoltado. Agora sinto que ele está como uma enorme vontade de voltar e ajudar a equipa, que é isso que nós queremos», disse Raul Meireles, assegurando que o facto de o brasileiro ter viajado com a equipa para Vila do Conde ajudou emocionalmente a equipa: «Somos um grupo unido e o Hulk faz parte dele. Todos estamos revoltados com esta injustiça. O facto de ele ter viajado connosco deu-nos força. A alegria em ele poder voltar aos relvados reflectiu-se em nós dentro de campo.»

Sobre o triunfo (3-1) nos Arcos, o internacional português considera que a equipa deu uma demonstração de força. «Demonstrámos aos nossos adeptos que, apesar do que tem acontecido, a equipa continua unida. Quero dedicar o meu golo ao Nuno, Varela, Mariano, Hulk e ao Sapunaru. Todos eles merecem pela infelicidade e injustiça que têm vivido. Fizemos um grande jogo, foi uma boa vitória a partir daqui vamos andar para a frente», disse em declarações à Sport TV na zona de entrevistas rápidas.

 

Fonte: A Bola

Hermínio Loureiro renuncia à presidência da Liga

24.03.10, Planeta Cultural

Hermínio Loureiro apresentou hoje o pedido de renúncia à presidência da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, na sequência da decisão do Conselho de Justiça da Federação de reduzir os castigos aos jogadores do FC Porto Hulk e Sapunaru.

 

"Apresentei ao senhor presidente da Mesa da Assembleia Geral da Liga a minha renúncia ao mandato de presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional", disse Hermínio Loureiro à agência Lusa.

 

A decisão do Conselho de Justiça da FPF está na base da decisão de Hermínio Loureiro, que considera ter "implicações que ultrapassam a justiça desportiva".

 

"Sem prejuízo de considerar que a justiça desportiva está a funcionar nos órgãos próprios, entendo que o facto de o Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol ter hoje dado, em parte, provimento aos recursos dos jogadores da FC Porto, Futebol SAD, Hulk e Sapunaru, tem implicações que ultrapassam a justiça desportiva".

 

Hermínio Loureiro apelou ainda a que todos os órgãos da Liga se mantenham em funções, "garantindo o normal funcionamento das competições", ao mesmo tempo que recordou o facto de todos os órgãos terem beneficiado de uma "autonomia sem precedentes".

 

 

Visite a fonte da informação aqui

Guilherme Aguiar prevê indemnização "vultuosa" da Liga ao FC Porto

24.03.10, Planeta Cultural

O jurista José Guilherme Aguiar, adepto do FC Porto, anteviu hoje que o clube vá exigir uma indemnização "muito vultuosa" à Liga de clubes devido à redução dos castigos aos futebolistas "azuis e brancos" Hulk e Sapunaru em sede de recurso.

 

"Não é susceptível de consequências desportivas. Os jogadores foram impedidos ilegítima e ilegalmente de participar nos jogos que já ocorreram, mas não há retroactividade. Não se vai poder repetir os jogos em que eles não alinharam. As consequências só podem ser de natureza pecuniária.

 

O FC Porto, naturalmente, irá pedir uma indemnização muito vultuosa à Liga", disse à Agência Lusa o antigo director executivo da Liga de clubes.

Guilherme Aguiar descartou qualquer cenário de tentativa de impugnação do campeonato por parte dos "dragões" porque "um plantel tem muitos jogadores", classificando apenas o sucedido como uma "decisão de um órgão jurisdicional que prejudicou o FC Porto".

 

"A Comissão Disciplinar [CD] e sobretudo o seu presidente [Ricardo Costa] tinham tomado, intencionalmente, uma decisão errada, que, além de uma enorme injustiça, era uma leitura completamente errada da legislação em vigor", afirmou, reiterando ter estado sempre "convicto da revogação da decisão por parte do Conselho de Justiça" (CJ) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), ressalvando "não conhecer os seus fundamentos".

 

 

 Fonte: O Jogo

Taça: Mónaco segue para as «meias» após vencer Sochaux

24.03.10, Planeta Cultural
O Mónaco esteve muito perto de ficar pelos quatros-de-final da Taça de França. O Sochaux esteve a vencer até ao tempo de descontos, altura em que sofreu o golo do empate e no prolongamento não conseguiu evitar o pior fora de portas.

Os visitantes inauguraram o marcador ainda não tinha passado a primeira meia-hora do encontro, mas em quatro minutos (34 e 38) os monegascos operaram a primeira reviravolta do desafio, com golos de Puygrenier e Haruna.

No segundo tempo, Dalmat (49) e Brown (71) deram a volta aos acontecimentos e o Sochaux estava novamente em vantagem, que viria a durar até ao minuto 90+4, altura em que Pino colocou tudo em pratos limpos e forçou a partida a seguir para tempo extra.

No prolongamento, a turma do principado garantiu a vitória e consequente passagem às meias-finais da prova, com golo de Maazou (95).

Fonte: A Bola