Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Respiração boca a boca reduz hipóteses de sobrevivência

18.02.10, Planeta Cultural

Antes preconizada como parte importante da ressuscitação cardiopulmonar, a respiração boca a boca prejudica o procedimento e reduz as chances de sobrevivência do paciente com parada cardíaca.

 

Estudos apontam uma taxa de sobrevivência três vezes maior em pessoas submetidas apenas às compressões contínuas no peito até a chegada de socorro. Por esse motivo, a Ilcor (Aliança Internacional dos Comités de Ressuscitação, na sigla em inglês), entidade que reúne as principais associações de cardiologia, mudará a partir de 2010 as directrizes para procedimentos de emergência em parada cardíaca. De acordo com a nova orientação, somente a massagem cardíaca deverá ser aplicada pelo leigo.

 

"É simples entender por quê. Quando o coração para, o mais importante é manter o fluxo sanguíneo com a compressão. A respiração boca a boca é uma das causas que levam a diminuição do fluxo," afirma o cardiologista Sérgio Timerman, do InCor (Instituto do Coração).


O consenso será publicado nos principais periódicos internacionais de cardiologia em Outubro de 2010, mas já vem sendo discutido em vários países, incluindo o Brasil.

 

Assim, o  voluntário deve ficar ao lado do paciente e iniciar as compressões, pressionando a região entre os mamilos 4 cm para baixo e retornando à posição inicial até a ajuda chegar.

 

"O leigo deve esquecer a respiração boca a boca e aplicar somente compressão a partir de agora. Essa é uma das maiores descobertas da emergência cardiovascular dos últimos tempos. Para médicos, a orientação é que a massagem deve ser prioridade, antes de se preocuparem com choque, medicamentos etc.", afirma o cardiologista Manoel Canesin, coordenador do Centro de Treinamento em Emergências Cardiovasculares da Sociedade Brasileira de Cardiologia.

 

Haverá mudanças também com relação ao uso do desfibrilador. A aplicação de choque pode ocorrer antes da massagem somente até cerca de quatro minutos após a parada do coração. Depois desse tempo, a compressão deve preceder o uso de desfibrilador. Isso porque, após esse período, há alterações metabólicas no organismo e o coração precisa ser preparado com a compressão antes de receber o choque.

Aspirina reduz risco de morte em vítimas de câncer de mama, diz estudo

18.02.10, Planeta Cultural

Um estudo americano sugere que a aspirina pode reduzir pela metade as chances de uma mulher que completou o tratamento contra o câncer de mama voltar a desenvolver a doença ou de o mal se espalhar por outras partes do corpo.

 

Durante 26 anos, um grupo de pesquisadores da Universidade de Harvard monitorou a saúde de 4.164 enfermeiras que haviam sido diagnosticadas com câncer de mama e tomavam aspirina regularmente e comparou seus quadros clínicos com o de outras pacientes que não usavam o medicamento.

 

Segundo a pesquisa, comparadas às mulheres que não tomavam o medicamento, as que tomaram aspirina de duas a cinco vezes por semana reduziram em 60% as chances de metástase e em 71% o índice de fatalidades devido ao retorno da doença. Já as que tomavam semanalmente seis ou sete comprimidos reduziram em 43% a probabilidade de o câncer se espalhar e em 64% de morrer.

 

"Até onde sabemos, esse é o primeiro estudo que reporta um aumento na taxa de sobrevivência das mulheres com câncer de mama que tomam aspirina", escreveu Michelle Holmes, da escola de medicina de Harvard, em um artigo publicado no Journal of Clinical Oncology.

 

O estudo, porém, não foi capaz de especificar porque a aspirina tem esse feito sobre as pacientes. Os médicos suspeitam que pode ser devido a habilidade do medicamento de reduzir a inflamação das células do corpo, mas ressaltam que mais estudos são necessários.

 

Holmes ressaltou que nenhuma paciente deveria substituir o tratamento normal contra a doença pelo uso de aspirina.

 

Os especialistas ressaltam também que não é recomendável ainda que portadoras da doença passem a tomar aspirina regularmente, porque a droga tem efeitos colaterais, como o estímulo de sangramentos.

 

Holmes explica que mais de 2 milhões de americanas portadoras da doença já tomam a aspirina regularmente para prevenir ataque cardíaco.

 

"Se uma mulher que teve câncer de mama já está tomando aspirina, ela pode se confortar sabendo que talvez ela está ajudando a prevenir a recorrência de sua doença", completou Holmes.

 

 

Visite a fonte da informação clicando aqui

Jornalistas da TVI negam sentir "contrangimento" e repudiam notícias contra o seu "bom nome"

18.02.10, Planeta Cultural

 Os jornalistas da TVI afirmaram hoje, em comunicado, que "não sentiram nem sentem, até ao presente, qualquer constrangimento no desempenho cabal do seu trabalho", reagindo a notícias que põem em causa "o bom nome" dos profissionais da estação.

 

Fonte da redação da TVI disse à agência Lusa que o comunicado, que reúne 58 assinaturas, "surge na sequência de notícias que vieram hoje a lume e do comunicado da Direção de Informação de hoje também".

 

No abaixo-assinado, os jornalistas da estação privada de televisão "repudiam notícias divulgadas que põem em causa o seu bom nome, pessoal e profissional, e que interpretam como tentativas de descredibilização, motivadas por obscuros desígnios".

 

Visite a fonte da informação clicando aqui

Sócrates: "Não será agora que uma sucessão de insultos, rumores e de mentiras me fará desviar"

18.02.10, Planeta Cultural
O primeiro-ministro rejeitou que ele, ou o seu Governo, tenham tentado controlar órgãos de comunicação, que tenham dados orientações à PT para a compra da TVI e a comunicação social em Portugal é “livre”. Sócrates considera que está a ser avo de “insultos” mas que “não será agora, e não foi no passado” que tal situação o “fará desviar”.

Numa comunicação ao País, José Sócrates disse ter chegado “o momento de reafirmar três verdades”, sendo elas:

“Nunca nem eu próprio, nem o Governo demos qualquer orientação à Portugal Telecom ou a qualquer dos seus administradores, para adquirir a TVI ou qualquer outra empresa de comunicação social”, sendo que as notícias que têm sido divulgadas e que apontam para que tenha existido ingerência do Governo neste operação “não passa de uma falsidade, sublinhou.

“Nem o Governo, nem eu próprio tivemos um plano para controlar ou condicionar órgãos de comunicação”, sendo esta uma “ideia infundada e até delirante”, considerou o primeiro-ministro.

A terceira verdade reafirmada por José Sócrates é que “todos os portugueses são testemunhas de que temos em Portugal uma comunicação social livre, onde diariamente se exprimem, sem qualquer condicionamento, as mais diferentes e diversas correntes de opinião”.

“Esta é a verdade dos factos, nenhuma especulação poderá desmentir”, salientou.

“Não tenho absolutamente nada a temer”

“Condeno e repudio as violações do segredo de justiça e a divulgação criminosa de escutas. Faço-o não porque tema seja o que for quanto ao seu conteúdo. Não tenho absolutamente nada a temer. Mas faço-o porque esses crimes atentam contra as pessoas, contra o direito à privacidade e contra o funcionamento da justiça”, acrescentou o responsável numa comunicação ao País, sem direito a perguntas dos jornalistas.

Sócrates aproveitou para criticar a oposição, considerando que alguns intervenientes políticos aproveitaram as notícias dos últimos dias para “lançarem ataques de carácter”, algo que o líder do Governo considera que demonstra “não saber conviver com o julgamento democrático dos portugueses”.

“Não será agora, como não foi no passado, que uma qualquer sucessão de insultos, de rumores e de mentiras me fará desviar da responsabilidade que o povo me confiou”, sublinhou.

No final da intervenção, Sócrates disse que a sua missão, nesta altura, é de “combate à crise económica” e a “modernização do país”. “A nossa tarefa e a nossa agenda são claras” referindo-se à discussão e aprovação do Orçamento do Estado para 2010, “sem o desvirtuar” e à realização de um Programa de Estabilidade e Crescimento, “que reforce a confiança na nossa economia”.
  
Visite a fonte da informação clicando aqui

Sócrates faz declaração ao país às 20h

18.02.10, Planeta Cultural

José Sócrates vai fazer hoje, às 20h, na Residência Oficial, uma declaração à comunicação social, informou o Gabinete de Imprensa do primeiro-ministro.

Estas declarações surgem numa altura em que em que decorrem audiências na comissão de Ética sobre o alegado plano para controlar a comunicação social.

 

Fonte: Jornal de Negócios

 

Fórmula 1: Barrichello domina sessão de testes à tarde e é o mais rápido do dia

18.02.10, Planeta Cultural
O Brasil dominou os testes em Jerez de la Frontera nesta quinta-feira. Depois de Felipe Massa ser o mais rápido pela manhã, Rubens Barrichello surpreendeu e levou a Williams à liderança dos treinos.

O piloto brasileiro marcou 1m27s145, o melhor tempo do segundo dia em Jerez.

O russo Vitaly Petrov (Renault), que foi o último colocado nos testes da manhã, com apenas uma volta na pista, terminou os da tarde em segundo lugar. Vettel veio logo atrás, em terceiro, seguido de Nico Rosberg.

Felipe Massa, que foi o mais rápido na parte da manhã terminou o dia no quinto lugar.

A chuva que dominou a manhã em Jerez não cessou à tarde. Assim como na quarta-feira, pilotos e equipas reclamaram bastante das condições.

“Outro dia complicado em Jerez. A chuva da manhã fez com que fosse impossível usar os pneus para pista seca. Quando Felipe tentou usá-los, imediatamente teve que sair da pista, por sorte, sem consequências para o carro”, disse a Ferrari no seu site oficial.

A baixa do dia foi Heikki Kovalainen, que andava pela primeira vez com a Lotus. O piloto finlandês danificou a asa dianteira do carro e não voltou mais à pista.


Fonte: O Jogo