Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Berlusconi diz que Portugal está mais frágil do que Itália

10.02.10, Planeta Cultural

O primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, disse que as economias de Portugal, Irlanda, Grécia e Espanha estão a ter um desempenho "muito pior" do que a de Itália.

“Os mercados deram-nos a sua confiança e estamos a ser vistos de forma positiva pela comunidade internacional”, afirmou Berlusconi hoje em Roma, citado pela Bloomberg. “Os quatro países em apuros estão muito, muito pior”, acrescentou.

“Uma importante conclusão a que chegámos é que Itália está numa classe muito própria, graças às suas elevadas poupanças privadas e à prudente gestão orçamental durante a recessão”, afirmou por sua vez um economista do banco italiano Unicredit, Marco Valli, numa nota de “research” citada pela Bloomberg.

O acrónimo PIGS começou a ser usado por alguns jornalistas em 2008, representando quatro países que estavam em dificuldades: Portugal, Itália, Grécia e Espanha. Quando o “Financial Times” o usou, em Setembro desse ano, motivou protestos declarados por parte de um grupo de empresários espanhóis e pelo então ministro português da Economia, Manuel Pinho.

Mais tarde, passou a PIIGS, quando foi introduzida a Irlanda. E há já quem se refira aos PIIGGS, sendo que o segundo ‘G’ é para ‘Great Britain’ (Grã-Bretanha). Para evitar confusões, há quem tenha optado pelo acrónimo mais simples (PIGS), mas incluindo Itália e Irlanda.
 

Fonte: Jornal de Negócios

 

Blur (Xbox 360)

10.02.10, Planeta Cultural

Blur é a experiência de corridas, largando-lhe o coração de bombeamento, eletrificado em acção pack com 20 carros visando a linha de chegada e lutando entre si como a pintura de comércio eles. Intenso poder-ups, incluindo a capacidade de explosão outros carros para fora do caminho com estouros enormes de energia, bem como escudos de defesa, aumenta a velocidade de nitro, minas terrestres e causar danos realista e destruição. Elenco 4-player split-screen de acção que lhe oferece um novo tipo de experiência de corrida, que lhe permite competir com os seus amigos e como parte de uma rede de jogadores na competição de alta intensidade e diversão. The Game de corrida novo da premiada equipe da Bizarre Creations oferece a experiência mais intensa e divertida corrida de sempre. Além da ação-embalados faixas cheias de curvas rápidas, sneaky rotas alternativas, e de arrepiar os cabelos saltos, Blur's história se desenvolve através de uma comunidade única e inovadora interface baseada, alcançando muito além do próprio The Game. Construir uma comunidade de aliados, adversários e torcedores onde você pode compartilhar experiências personalizadas de corrida com os amigos dentro e fora de The Game. Blur é non-stop competição de corrida, intensa e pescoço-e-pescoço ação garantindo que você sempre está na corrida e lutar por uma posição.

 

  • Real Racing-Stunning ambientes corridas em locais do mundo real e carros licenciados que olhar e se sentir bem.
  • Power-ups-Colete poder viciante dinâmica-ups e usá-los de forma independente ou combinação de três o mesmo poder-se estrategicamente para ganhar uma vantagem sobre seus concorrentes.
  • Realismo cinematográfico Experiência colisões insano com foto licenciada lançando carros realistas e rolando com painéis e pára-choques amassando arrancando-todo trouxe à vida com panning, trabalho de câmera cinematográfica.
  • Multi-jogador de Recursos 4-player split-screen e multiplayer on-line de apoio jogo competitivo e cooperativo para até 20 pilotos, incluindo Racing Team, com objetivo de eventos e grupos personalizados.
  • Modos multiplayer únicos são imediatamente partilhados através de BlurA rede social.

Reserva Blur e receber a dobrar seu dinheiro durante as três primeiras corridas. Cash permite a aquisição de carros novos e energia adicional-up slots.

 

Data de Publicação: 15 de fevereiro de 2010

Screenshots

Xbox 360 screenshot 1Xbox 360 screenshot 2Xbox 360 screenshot 3Xbox 360 screenshot 5

Xbox 360 screenshot 4Xbox 360 screenshot 6

 

Visite a fonte da informação aqui

Sands of Destruction

10.02.10, Planeta Cultural

"Sands of Destruction" é um RPG tradicional japonês, realizado pelo estúdio Imageepoch, responsável pela série "Luminous Arc" e formado por veteranos da indústria com participação em clássicos como "Xenogears" e "Grandia". O game, que foi lançado no Japão como "World Destruction" pela Sega, fez razoável sucesso que garantiu adaptações da trama para quadrinhos e televisão.

O mundo de "Sands of Destruction" é dominado por bestas poderosíssimas chamadas de Ferals, que usam humanos como escravos. Não há muita esperança para a nossa espécie apesar dos esforços do World Annihilation Front, um grupo extremista de rebeldes que tenta livrar o planeta da influência dos monstros. Tudo muda, no entanto, com a entrada do garoto Kyrie em cena. O jovem é dono de um poder incalculável capaz de trazer o apocalipse e, ao menos pelos olhos do bando de renegados, esta pode ser a salvação final do da humanidade.

A mecânica do jogo não poderia ser mais tradicional. O usuário deve controlar Kyrie em sua jornada através de longos mapas, repletos de calabouços e labirintos. Os confrontos com inimigos ocorrem de forma aleatória e as batalhas contam com o clássico sistema de turnos. Ao derrotar oponentes, os personagens são premiados com pontos de customização que servem para alterar seus golpes especiais e habilitar outros novos.

O estilo gráfico do game utiliza cenários em 3D com personagens criados em 2D, com um visual típico dos animês. Já o áudio conta com diálogos dublados e trilha sonora composta, em parte, por Yasunori Mitsuda, o mesmo de "Chrono Cross" e "Shadow Hearts".

 

Personagens possuem estilo de anime

 

 

Visite a fonte da informação aqui

Aguiar Branco na corrida à liderança do PSD

10.02.10, Planeta Cultural

José Pedro Aguiar Branco vai avançar à liderança do Partido Social Democrata (PSD). Segundo o jornal "Expresso", o líder parlamentar já tomou a sua decisão e vai torná-la pública amanhã. Esta notícia surge no mesmo dia em que Paulo Rangel confirmou que vai candidatar-se a líder do PSD.

A edição "online" do jornal "Expresso" noticia que Aguiar Branco "foi apanhado de surpresa pela candidatura de Paulo Rangel, da qual tomou conhecimento pelas televisões e rádios a meio da tarde".

Segundo o "Expresso", o líder parlamentar já decidiu entrar na corrida à liderança do partido mas só amanhã irá comunicar a sua decisão aos deputados do PSD durante a habitual reunião do grupo parlamentar.

O eurodeputado Paulo Rangel vai apresentar hoje às 20H00, a sua candidatura à liderança do partido.

Também segundo o "Expresso", Rangel deixou ontem a sessão plenária do Parlamento Europeu em Estrasburgo e rumou ao Porto, onde está em intensos contactos políticos a preparar a intervenção que fará, sexta-feira, no Conselho Nacional do partido.

A corrida à liderança do partida vai assim ser feita a três, já que Pedro Passos Coelho foi o primeiro a confirmar que era candidato. A candidatura de Pedro Passos Coelho, pela voz de Miguel Relvas, vai reagir hoje oficialmente ao anúncio de candidatura de Paulo Rangel, às 20h30 horas, num hotel de Lisboa.
 

 

Visite a fonte da informação aqui

Spielberg e Columbus desmentem terceiro filme de `Gremlins´

10.02.10, Planeta Cultural

 

 

 

 

Os rumores de um terceiro filme de "Gremlins" circulou pela internet com tanta força que chegou até a confundir Chris Columbus, responsável pelo roteiro do primeiro longa.

Em uma entrevista ao site "Io9", durante a pré-estreia de "Percy Jackson e o Ladrão de Raios", Columbus desmentiu a história: "Eu vi Steven Spielberg há um dias e comentei sobre as notícias que eu tenho lido na internet a respeito [da refilmagem de Gremlins] e disse a ele: ´Ninguém me procurou, então, não sei se é verdade´ e ele me disse que ninguém havia o procurado também."

Os boatos davam conta de que "Gremlins" seria refilmado e seu lançamento seria em 3D. Columbus ainda ironizou: "Talvez estejam fazendo algo nas nossas costas."

A declaração vem para negar os rumores, pois é praticamente inviável que um projeto de "Gremlins 3" esteja em andamento sem o conhecimento de Columbus e Spielberg, roteirista e produtor executivo do filme.

Para finalizar, Columbus afirmou que um dos projetos antigos que ele gostaria de resgatar, como sequência ou reboot, seria "Os Gonnies". No entanto, ele diz que não está trabalhando no projeto e não tem nenhuma ideia a respeito disso. Ainda.

 

 

Visite a fonte da informação aqui

 

A primeira mulher imortal ganha vida, finalmente

10.02.10, Planeta Cultural

henrietta-lacksA vacina que protege você e seus filhos do vírus da paralisia infantil está aí por causa dela. Os remédios que tiram sua dor e combatem uma infecção têm grandes chances de terem sido desenvolvidos com a ajuda dela. Boa parte do que os cientistas sabem para ajudar você a combater um câncer devem a ela. Involuntariamente, Henrietta Lacks, americana, negra, mãe de cinco filhos, deixou um legado precioso. Mas nem ficou sabendo disso. Ela morreu em 1951, aos 31 anos, depois de sofrer por oito meses com um devastador câncer de útero, o terceiro tipo de câncer mais comum entre as mulheres.

As células do tumor que matou Henrietta foram coletadas por um médico sem sua autorização e atingiram um feito até então inédito na história da ciência: reproduziram-se sem parar em laboratório. Estava criada a primeira linhagem de células humanas imortais. Isso significa que as células de Henrietta, apelidadas de Hela (iniciais do nome e sobrenome de sua dona), reproduzem-se infinitamente. Graças à versão de uma determinada enzima que impede o envelhecimento celular e faz com que as células se multipliquem de maneira ilimitada, as células de Henrietta se tornaram a plataforma ideal para os cientistas testarem remédios, desenvolverem vacinas e investigarem os segredos do nosso material genético.

Hoje, quase 60 anos após sua morte, os pesquisadores estimam que existam no mundo mais células de Henrietta do que as que um dia formaram seu corpo. É uma quantia suficiente para dar três voltas ao redor da Terra. As células Hela já foram até para o espaço para que os cientistas testassem os feitos da radiação e da ausência de gravidade sobre as células humanas. Não há pesquisador ou estudante de biologia que não as conheça. Mas, apesar da notoriedade das Hela, a própria Henrietta é pouco lembrada.

 

 

A autora Rebecca Skloot

A autora Rebecca Skloot

 

 

A jornalista americana Rebecca Skloot foi atrás da história da mulher que ficou mais conhecida como uma célula do que como pessoa. Em um trabalho minucioso, que deu origem ao livro recém-publicado “The Immortal Life of Henrietta Lacks” (A vida imortal de Henrietta Lacks), Rebecca acompanhou a vida dos filhos e do marido de Henrietta nos últimos dez anos. Ao observar a dificuldade da família simples, da periferia de Baltimore, de entender o que havia sido feito de sua mãe, Rebecca testemunhou a falta de humanidade dos cientistas que coletaram as células sem pedir autorização. No princípio, os familiares nem queriam conversar com Rebecca. Achavam que ela era apenas mais uma entre tantos pesquisadores que batiam à porta para coletar sangue e fazer mais estudos. Para conseguir as amostras, alguns chegaram a falar aos filhos de Henrietta que queriam investigar se eles poderiam ter a mesma doença da mãe. Na verdade, eles pouco se importavam com a família, que, até hoje, não está sequer incluída na cobertura de saúde do governo americano. Dos milhões ganhos por empresas com a venda de linhagens de Hela, eles nunca viram um centavo.

No livro, Rebecca mostra como a ciência é capaz de desumanidades invocando o benefício de milhões. Não há dúvidas de que as pesquisas são necessárias. Mas, ainda mais, são os códigos de ética. Rebecca acompanhou o primeiro encontro da família com as células de Henrietta. A filha Deborah cochichou ao frasco gelado que guardava algumas Hela: “Você é famosa”. Ao perguntar quais daquelas células eram saudáveis e quais tinham o câncer que havia matado a mãe, Deborah recebeu a seguinte resposta do pesquisador com o frasco na mão. “Elas são só câncer.”

 

 

As células HeLa vistas com microscópio

As células HeLa vistas com microscópio

 

 

Se para a ciência elas são câncer, para Deborah, são sua mãe. Deborah acredita que Henrietta continua a viver naquelas células e que pode, inclusive, sentir a dor de tudo o que é feito com as Hela. Para Deborah, Henrietta controla a vida de quem entra no caminho das células. Essa foi sua explicação para o fato de o professor de biologia de Rebecca durante o colegial saber o nome verdadeiro por trás das Hela, despertando o interesse da futura jornalista. Deborah também acredita que Rebecca se casou enquanto trabalhava no livro porque Henrietta queria que alguém cuidasse da autora. Acha que Rebecca se divorciou porque o marido estava atrapalhando seu trabalho. Crê que, por influência de Henrietta, o editor que queria tirar a família do livro sofreu um acidente.

Tantas manifestações de poder nem são necessárias para acreditarmos na força de Henrietta. Suas células imortais foram decisivas em mais de 60 mil estudos, nas mais diversas áreas da biologia. Já não era sem tempo de Henrietta ganhar o mais caprichado retrato de sua existência. Graças ao livro de Rebecca, Henrietta Lacks finalmente ganhou vida.

 

 

Visite a fonte da informação aqui

Luís Jardim: "Eu sou naturalmente agressivo"

10.02.10, Planeta Cultural

Os seus muitos anos como músico e produtor, fazem de Luís Jardim uma referência

  

Luís Jardim, músico e produtor, não poupa críticas a Filipe e só não fala da enteada, Diana, co-finalista de ‘Ídolos’. Agressivo, mas não ofensivo, desmente faltas de respeito ao concorrente. Por mais que este o irrite.

 

– Confirma que sobre a final de ‘Ídolos’ disse a uma publicação: 'O Filipe é uma coisa estranha'?

– Não lhe chamei coisa nem estranho. O que eu disse foi que o êxito do Filipe é uma coisa estranha. Quem escreveu outra coisa, ou não entendeu ou não quis entender.

– E deve entender-se o quê a partir dessa sua apreciação de Filipe?

– O que sempre tenho dito e mantenho... que ele não tem presença de palco. É uma cópia exacta de cinquenta mil cantores que há no Mundo inteiro. Tem a mesma voz rockeira de qualquer cantor de karaoke. Não está a ser votado pelo talento mas pelos olhos verdes, é o que consta!

 

– Concorda que as suas críticas, por mais legítimas, pecam por agressividade?

– Eu sou naturalmente agressivo… Mas comparado com o meu cunhado, o Manuel Moura dos Santos, sou o melhor anjinho de todos os céus… Quem tinha de passar era o Carlos, que é quem tem as verdadeiras qualidades de uma ‘pop star’.

 

– Mantém que o Filipe é favorecido pela produção do programa?

– Absolutamente. Portugal gosta é do rockeiro de voz grossa e história de vida triste… Foi assim com o Nuno Norte, que andava a cantar pelas ruas e, depois, com o Sérgio Lucas, que era o carpinteiro e coitadinho. Valoriza-se a história das pessoas e não o que elas valem num palco.

 

– E a Diana, sua enteada e sobrinha do jurado Manuel Moura dos Santos, está a sofrer vantagem ou desvantagem com o parentesco?

– Nunca quis falar na Diana, mas na medida em que estamos a comentar os últimos finalistas desta terceira edição, sempre lhe digo que se o facto de ser sobrinha de um jurado a afecta é pelo prejuízo e não pelo benefício. Mais nada. 

 

Dina Gusmão

 

 

Visite a fonte da informação aqui

Expectativa de resultados e venda de banco na Turquia levam BCP a disparar quase 6%

10.02.10, Planeta Cultural

O Banco Comercial Português está a subir quase 6%, no dia em que acordou vender o Millennium Bank na Turquia, em que a sua filial na Polónia apresentou resultados “positivos” para os analistas e em que deverá divulgar, após o fecho da bolsa, que registou lucros de 210 milhões de euros em 2009.

Os títulos do banco sobem 5,91% para os 0,788 euros, mas já dispararam 6,99% para os 0,796 euros.

A manhã está marcada por notícias relacionadas com o BCP. O maior banco privado nacional acordou a alienação de uma posição de 95% do capital do Millennium Bank na Turquia ao Credit Europe Bank, num negócio de 61,8 milhões de euros e o resultado líquido consolidado da sua filial na Polónia saldou-se em 1,5 milhões de zlotys (300 mil euros), que compara com 413 milhões de zlotys, em 2008.

Resultados “positivos” por apresentarem “uma evolução positiva das receitas e dos custos”, sem que fossem reveladas notícias negativas relativamente às provisões, segundo os analistas do BPI Equity Research.

Hoje é também dia do BCP prestar contas de 2009. De acordo com a média das previsões dos analistas consultados pela agência Lusa, deverá registar lucros de 210 milhões de euros no exercício do ano passado, mais 4,3% em termos homólogos, de acordo com a média das previsões dos analistas consultados pela agência Lusa.

BCP ganha 11,5% em três sessões

Apesar de hoje se terem acentuado, o BCP regista valorizações acima dos 1% há três sessões. Depois das quedas relacionadas - consideradas exageradas pelo CaixaBI - com o período de turbulência nos mercados na semana passada devido aos receios com a dívida nacional, o banco acumula em três sessões ganhos de 11,5%.

Para além de estar a recuperar e da expectativa referente aos seus resultados, o facto de ter sido alvo de uma recomendação positiva também contribuiu para a tendência. Recorde-se que ontem o Keefe, Bruyette & Woods (KBW) reviu em alta a recomendação para as acções do BCP. A recomendação subiu de “underperform” para “market perform”, com o banco de investimento a justificar esta revisão com o facto do banco das descidas recentes limitarem potencial de queda do BCP face ao sector.
 

 

Fonte: Jornal de Negócios

Endeavour acoplou à Estação Espacial Internacional após manobra delicada

10.02.10, Planeta Cultural

foto http://twitter.com/Astro_Soichi
Endeavour acoplou à Estação Espacial Internacional após manobra delicada
Foto tirada pelo Astronauta Sochi Nouguchi a bordo da Estação Espacial, durante a aproximação do Endeavour

 

 

 

O vaivém norte-americano Endeavour acoplou quarta feira, como previsto, na Estação Espacial Internacional, anunciou a Nasa.

"A acoplagem foi confirmada às 5:06, 346 quilómetros acima do oceano Atlântico a oeste de Portugal", disse a comentadora da televisão da Nasa, que transmitiu em directo imagens da operação.

A Endeavour foi lançada da Florida segunda feira com seis astronautas a bordo entre os quais uma mulher, para uma missão de 13 dias destinada a entregar e a instalar os módulos Tranquility e Cupola, últimas peças da ISS.

As últimas operações de abordagem são muito delicadas porque as duas embarcações avançam a mais de 28.000 km/h.

As manobras foram efectuadas manualmente pelo comandante de bordo George Zamka, um coronel do corpo de fuzileiros, com uma margem de manobra de cerca de 4,5 cm.

Nos últimos metros, o Endeavour aproximou-se da Estação Espacial Internacional (ISS na sigla original) um quarto de centímetro por segundo, precisou a Nasa.

A chegada da tripulação do Endeavour a bordo da ISS será seguida pela tradicional cerimónia de acolhimento.

Quando o vaivém se encontrava a cerca de 200 metros da ISS, o comandante de bordo efectuou uma pirueta para que os ocupantes da Estação pudessem fotografar o aparelho para detectar eventuais estragos nas telas térmicas que a cobrem.

Tais danos podiam resultar do impacto de um resto de gelo ou espuma isolante, destacados do reservatório externo nos primeiros minutos da ascensão para órbita.

As fotografias foram transmitidas para ser analisadas no centro da Nasa em Houston, Texas, que controla as missões no espaço.


Fonte: Jornal de Notícias

 

Benfica vende parte dos direitos de Cardozo e Coentrão

10.02.10, Planeta Cultural
O Sport Lisboa e Benfica decidiu vender a título definitivo parte dos direitos de atletas como Cardozo e Fábio Coentrão.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, divulgado esta quarta-feira, a Benfica SAD informa que consegue um encaixe total de 10,250 milhões de euros com a operação que envolve 20 por cento dos direitos de Cardozo, por quatro milhões de euros, de Fábio Coentrão, por três milhões de euros, e de Halliche, por 400 mil euros.

A venda a título definitivo ao Fundo “Benfica Stars Fund – Fundo de Investimento Mobiliário Fechado”, gerido pelo Espírito Santo Fundos de Investimento Mobiliário engloba ainda 30 por cento dos direitos de Felipe Menezes, por 1,5 milhões de euros, e de Maxi Pereira, por 1,35 milhões de euros.


Visite a fonte da informação aqui