Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

F.C. Porto: futuro de Mariano e Farías em equação

22.01.10, Planeta Cultural

Jogadores têm contrato com os dragões até Junho de 2011

 

O F.C. Porto decide esta sexta-feira o futuro de Mariano Gonzalez e Ernesto Farías no clube. O empresário dos atletas, Miguel Pires, tem uma reunião agendada com o dirigente Antero Henrique, conforme deu conta ao Maisfutebol.

 

«Só amanhã saberei o que o F.C. Porto pretende dos atletas. Nesta altura tudo é possível», explicou Miguel Pires, que nos assegurou haver «vários emblemas interessados» no concurso dos dois argentinos. «Eles têm contrato [n.d.r. até Junho de 2011] e por isso será sempre o Porto a decidir. Sei que estão satisfeitos em Portugal, mas não posso adiantar mais do que isso.»

 

Mariano Gonzalez chegou ao Estádio do Dragão em 2007 e tem vivido uma relação tumultuosa com a massa adepta. Apesar de extremamente útil em determinados momentos – o golo em Old Trafford frente ao Manchester United, por exemplo -, não conseguiu ainda apagar a imagem de jogador irregular e limitado em alguns capítulos do jogo. Para o campeonato já não é titular desde 30 de Outubro de 2009 (80 minutos no 1-1 contra o Belenenses).

 

O caso de Ernesto Farías é diferente. Visto por muitos apenas como um bom suplente, responde com muitos golos em poucos minutos de utilização. Nesta altura, é público o interesse do River Plate, mas também se sabe que Jesualdo Ferreira aprecia as suas características e forma de estar. El Tecla cumpre a terceira época no F.C. Porto.

 

 

Fonte: TVI 24

Nova descarga poluente no Alviela

22.01.10, Planeta Cultural

A denúncia foi feita pelo presidente da Junta de Vaqueiros

 

O presidente da junta freguesia de Vaqueiros, Firmino Oliveira, denunciou, esta sexta-feira, mais uma descarga poluente no rio Alviela. O autarca disse, em declarações à Lusa, que a situação tem acontecido ao final da semana.

 

Firmino Oliveira disse ter consciência de que a situação no Alviela «só se poderá inverter se houver celeridade nos projectos que estão em desenvolvimento, nomeadamente aquele que prevê a intervenção na ETAR [Estação de Tratamento de Águas Residuais], cujo concurso será lançado apenas em Agosto».

 

«Até lá vamos continuar a assistir a estes procedimentos, que se têm repetido no final da semana laboral», lamentou, acrescentando que, «atendendo à história deste problema, parece-me que só um cano paralelo ao rio Alviela é que o poderá salvar».

 

Dado o caudal de água do rio, não morreram peixes na sequência da descarga

 

Visite a fonte da informação aqui

Moçambique aprova projecto da Portucel

22.01.10, Planeta Cultural

A Portucel anunciou hoje que o Governo moçambicano aprovou, no final do ano passado, o projecto “Portugal Moçambique”, conferindo à empresa portuguesa o direito de uso de perto de 400 hectares de terra no país.

Em comunicado a empresa diz que foi notificada pelo Centro de Promoção de Investimentos de Moçambique, da resolução (…) que autoriza a realização do projecto ‘Portucel Moçambique’”.

Esta aprovação vem na sequência do acordo de princípio anunciado em Agosto de 2008. Na altura a Portucel anunciou que iria concretizar neste país “um projecto de investimento de desenvolvimento florestal, de produção de pasta e produção de papel”, sendo que a fábrica teria “uma capacidade de produção não inferior a um milhão de toneladas por ano”.

No comunicado de hoje a Portucel salienta que a “resolução aprovada inclui uma autorização provisória à Portucel do direito de uso e aproveitamento de terra, relativo a uma área de 173.327 hectares na Província da Zambézia, destinada à silvicultura, assim como um conjunto de benefícios associados a eventuais investimentos industriais que a Portucel venha a decidir desenvolver em Moçambique”.

A mesma resolução inclui igualmente o direito de uso e aproveitamento de uma área adicional de 220 000 hectares, na Província de Manica, logo que concluídas as

Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui

F.C. Porto denuncia agressões no túnel da Luz em 2008

22.01.10, Planeta Cultural
O Benfica-F.C. Porto realizado no dia 30 de Agosto de 2008 teve um final tumultuoso, segundo indica à Agência Lusa o team manager dos dragões, Acácio Valentim. Esta partida, referente à temporada anterior, acabou empatada a uma bola. Os alegados problemas, denunciados agora pelo dirigente, terão sucedido junto aos balneários.

«Foi tudo preparado e orquestrado para que houvesse uma reacção dos nossos jogadores. Felizmente conseguimos detê-los à porta do balneário. A agressão de que fui vítima aconteceu depois do jogo, quando me dirigia para o balneário depois de ter ido verificar a flash-interview (...) Fui imediatamente queixar-me ao Rui Costa, que estava a poucos metros e presenciou tudo. (...) A pessoa que me deu o pontapé é a mesma que deu um estalo no aeroporto de Lisboa quando foi aquela história do Moretto», conta Acácio Valentim.

A Liga de Clubes não comenta «incidentes que desconhece». O Benfica também se remete ao silêncio. Já a PSP confirma ter elaborado e enviado relatório sobre esse jogo à Liga, informa a agência noticiosa.

Fonte:TVI 24