Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Professora que falava de sexo suspensa por seis meses

07.01.10, Planeta Cultural

A Direcção Regional de Educação do Norte (DREN) suspendeu por seis meses uma professora de Espinho que falava de sexo nas aulas "em termos inapropriados".

 

Fonte da DREN disse hoje à Lusa que a docente da Escola Básica 2,3 Sá Couto, de Espinho, foi notificada "há alguns dias" da decisão.

 

O caso foi desencadeado em Maio do ano passado, com a divulgação da gravação de uma das aulas em causa.

 

A docente foi de imediato suspensa preventivamente e sujeita ao processo disciplinar cujo desfecho foi agora conhecido.

 

A anterior ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues, chegou a comentar o episódio, referindo que se tratava de "um caso excepcional, de grande desequilíbrio".

 

Fonte: aqui

Italiano Manca sofre queda e corre risco de vida

07.01.10, Planeta Cultural

O piloto italiano Luca Manca (KTM) sofreu esta quinta-feira um edema cerebral e corre risco de vida, em consequência de uma queda durante a sexta etapa do rali todo-o-terreno Dakar2010, disputada no Chile. De acordo com fonte do hospital Cobre de Calama, para onde foi transportado, citada pela agência noticiosa espanhola Efe, Manca sofreu um traumatismo craniano e encontra-se em estado grave. Manca, que ocupava a nona posição da classificação geral, sofreu outras fracturas, mas de menor gravidade, estando os médicos à espera que a sua situação clínica estabilize para autorizar a transferência para uma unidade hospitalar da capital Santiago.

 

Fonte: msn

Personagens ganham novos golpes em Super Street Fighter IV

07.01.10, Planeta Cultural

 

O mais recente número da revista japonesa Famitsu revela, mais uma vez, imagens e novidades do Super Street Fighter IV. Dessa vez, páginas escaneadas mostram descrições de novos modos de ataques vazaram na internet - mas um vídeo oficial do site GameTrailers divulgado nesta quarta-feira (6) dá uma ideia melhor sobre o que o game traz de diferente.

Por exemplo, a Chun-Li volta a ter a bola de fogo ("Kikosho"), o Ryu agora tem um "Dragon Punch" super-poderoso chamado de "Metsu-shoryuken" e um novo Ultra Combo da Cammy. A novidade deste último, chamado de "Cammy Quick Combo", ou somente "CQC" - sem relação com o programa da Band, claro -, é que se trata de um movimento de contra-ataque.

Além disso, há novas roupas para os personagens, embora ainda não fique claro se serão disponibilizadas diretamente no título ou somente em downloads futuros. Super Street Fighter IV, da Capcom, tinha lançamento marcado para o começo de 2010, mas foi adiado após a reestruturação de planos da produtora. O game deverá chegar para PlayStation 3 e Xbox 360 apenas.


Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui

Mãe é acusada de injetar overdose de heroína em filho

07.01.10, Planeta Cultural

 Uma mulher está sendo julgada na Inglaterra, acusada de matar o filho que havia sofrido lesão cerebral ao cair de uma ambulância e bater a cabeça no ano de 2007.

Segundo a promotoria, a mãe acreditava que seu filho "estava sofrendo" mas isso não seria justificativa para assassinato.

De acordo com informações da BBC Brasil, durante o julgamento em Londres, a promotoria acusou Frances Inglis, 57 anos, de também ter tentado matar o filho em uma ocasião anterior.

Thomas Inglis, 22 anos, estava internado em uma casa de saúde em Herfordshire e foi morto em novembro de 2008.

A mãe dele, que estava em liberdade condicional após ter sido presa por suposta tentativa de assassinato, teria tentado novamente matar o filho, segundo a promotoria. Frances nega as acusações.

A acusação alega que o jovem não estava em um estado vegetativo persistente e vinha fazendo progresso.

Quando, supostamente, tentou matá-lo pela primeira vez, em setembro de 2007, Frances estava estudando para se tornar enfermeira.

A mãe do jovem chegou a ser presa, acusada de usar heroína para tentar matá-lo, mas depois foi posta em liberdade condicional sob a condição de que não procurasse o filho.

Thomas foi transferido para uma casa de saúde, mas em novembro de 2008, alega a promotoria, a mãe o visitou afirmando ser a irmã e usando um nome falso.

HIV
Segundo uma testemunha, uma enfermeira foi ao quarto de Thomas, encontrou a mãe dele, que dizia ser portadora de HIV e ameaçava cuspir na profissional.

A enfermeira foi buscar ajuda para entrar no quarto, mas quando voltou o paciente estava morto. Segundo a promotora, Frances disse à enfermeira: "Não tente ressuscitá-lo porque já o matei. Ele está em paz".

 

Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui