Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Maracajá é a segunda cidade a decretar emergência por causa do vendaval em SC

21.11.09, Planeta Cultural

A cidade de Maracajá, no Sul de Santa Catarina, é a segunda cidade a decretar situação de emergência por causa do vendaval que atingiu Santa Catarina na quinta-feira. Houve prejuízos ainda na Grande Florianópolis, no Meio-Oeste e no Vale do Itajaí.

Segundo a Defesa Civil do Estado, o número de municípios atingidos pelo fenômeno aumentou para 34. O vendaval provocou a morte de uma pessoa, deixou 250 feridos, 121 desabrigados e 4,4 mil edificações danificadas. Ao todo, cerca de 200 mil pessoas foram afetadas

 

Fonte: DC

Angola: Igreja promove campanha de sensibilização rodoviária

21.11.09, Planeta Cultural

A Igreja Cheia da Palavra de Deus, no Cunene, realizou hoje (sábado), em Ondjiva, uma campanha de sensibilização rodoviária dirigidas ao automobilistas, no objectivo de contribuir para redução dos acidente de viação na província.

 
A campanha, que decorre nas arteiras do centro da cidade, e consiste na distribuição de panfletos com informações úteis no quadro da prevenção rodoviária, novo Código de Estrada e pequenos esclarecimento sobre o valor da vida humana.
 
No local, o líder desta instituição religiosa, reverendo José Lourenço Dala, disse à Angop que este exercício da igreja vem no sentido de juntar-se aos esforços da Unidade Operativa de Trânsito no Cunene e outros sectores ligados ao assunto, no sentido da diminuição dos acidentes de viação.
 
Segundo o religioso, com este trabalho de sensibilização pensa-se despertar os automobilistas para uma maior atenção nas estradas, pautando-se pela prudência, controlo da velocidade e obediência dos sinas de trânsitos, na busca da harmonia nas
vias rodoviárias.
 
Informou que a par desta actividade, serão realizadas acções de limpeza nos arredores da cidade de Ondjiva e, para tal, estão já mobilizados cerca de mil jovens.
 
Fonte: Angop

Assinala-se hoje o Dia Mundial da Televisão

21.11.09, Planeta Cultural

Em 1996, a Assembleia Geral das Nações Unidas proclamou 21 de Novembro Dia Mundial da Televisão, comemorando a data em que, nesse mesmo ano, se realizou o Fórum Mundial sobre Televisão, nas Nações Unidas.

Os Estados Membros foram convidados a comemorar o dia, para incentivar, a nível mundial, as trocas de programas de televisão sobre questões como a paz, a segurança, o desenvolvimento social e económico, e o reforço o intercâmbio cultural (resolução 51/205 de 17 de Dezembro).

 

Veja o complemento da informação aqui

FPF nega agendamento de jogo com o Uruguai a 03 de Março

21.11.09, Planeta Cultural

A Federação Portuguesa de Futebol negou este sábado que tenha acordo com a congénere do Uruguai para disputar um jogo particular de selecções a 03 de Março de 2010, única data FIFA antes do arranque do Mundial, em Junho.

 

O director de comunicação da FPF, Onofre Costa, disse à agência Lusa que essa data vai ser preenchida com um jogo particular, mas ainda não está definido quem será o adversário.

 

Citando direigentes uruguaios, a agência France Press noticiou que ambas as federações prevêem disputar na Europa, naquela um jogo particular de preparação para o Mundial2010, na África do Sul, possibilidade que surgiu as 12 de Agosto num encontro entre representantes de ambos organismos.

 

Portugal e o Uruguai garantiram quarta-feira presença no Mundial2010 ao imporem-se nos respectivos "play-offs" de apuramento à Bósnia-Herzegiovina e à Costa Rica.

 

Fonte: O Jogo

Opep quer que acordo climático vislumbre compensação a produtor

21.11.09, Planeta Cultural

Os países petrolíferos mais pobres devem ser compensados pela perda de receitas se as negociações climáticas em Copenhague decidirem pelo corte no uso da commodity, afirmou o secretário-geral da Opep, Abdallah al-Badri, em entrevista divulgada no jornal The Times neste sábado.

O protocolo de Kyoto, precursor de Copenhagen, inclui o pedido de assistência financeira e não obedecer a essa condição pode ser fatal para as negociações do mês que vem na capital dinamarquesa, afirmou o membro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo.
 

Veja o complemento da informação aqui

Homem pega prisão perpétua por assustar mulher "até a morte" nos EUA

21.11.09, Planeta Cultural

Um homem de 21 anos foi sentenciado à prisão perpétua nos EUA porque a Justiça o considerou culpado pela morte de uma mulher de 80 anos, na Carolina do Norte.

A imprensa local reportou que um júri federal considerou Larry Whitfield inocente da acusação de assassinato de Mary Parnell no ano passado. Mas ele foi considerado culpado por causar sua morte ao sequestrá-la.

Promotores afirmaram que Whitfield procurava por um lugar para se esconder após uma tentativa fracassada de roubar um banco em Gastonia, em setembro de 2008, quando invadiu a residência de Parnell.

Autoridades reconheceram que Whitfield não tocou na mulher, mas que ela sofreu um ataque cardíaco quando o viu entrar na casa e que o jovem não solicitou qualquer ajuda para salvá-la.

 

Visite a fonte da informação aqui

Gripe A: Reino Unido está a investigar estirpe resistente ao Tamiflu

21.11.09, Planeta Cultural

O Reino Unido está a investigar casos de mutação do vírus da Gripe A que parece ser resistente ao medicamento Tamiflu, numa altura em que a Noruega diz ter também identificado 3 doentes infectados com a mesma mutação.

A resistência surpreendeu os médicos do País de Gales. Dos oito doentes infectados com a nova estirpe do H1N1 cinco não reagiram ao tratamento com Tamiflu.
 

Veja o complemento da informação aqui

Adiada votação de proposta que trata como criminoso quem se opor ao homossexualismo

21.11.09, Planeta Cultural

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) decidiu nesta quarta-feira (18) adiar a decisão sobre o substitutivo da senadora Fátima Cleide (PT-RO) a projeto da Câmara dos Deputados, que pune com pena de um a três anos de prisão a discriminação contra pessoa idosa ou com deficiência e ainda em razão da orientação sexual. O acerto foi para que o texto (PLC 122/06) só seja votado depois da realização de audiência pública.
 

Veja o complemento da informação aqui

PSD: Marcelo Rebelo de Sousa avança em Janeiro, diz jornal

21.11.09, Planeta Cultural

Marcelo Rebelo de Sousa terá garantido aos militantes do PSD, que não apoiam Passos Coelho, que avançará para a liderança do partido em Janeiro, depois da actual presidente, Manuela Ferreira Leite, concluir o debate do Orçamento e convocar as directas.

 

A informação é publicada este sábado no jornal i, mas ainda ninguém confirmou a notícia, uma vez que não é do interesse do professor anunciar qualquer intenção antes de serem convocadas as eleições directas no PSD, até porque o antigo líder social-democrata é conhecido peças suas hesitações e mudanças de ideias.

 

Marcelo teria interiorizado que Passos Coelhos não desiste de se candidatar à liderança, depois de ter admitido avançar caso fosse criado um «clima de unidade» e ter anunciado uma pré-desistência quando não foram aceites as suas sugestões para um conselho de antigo líderes.

 

O ex-presidente do PSD também deverá ter decidido agora a sua recandidatura, porque terá percebido que não tem possibilidade de se candidatar à Presidência da República, já que terá visto no discurso de Cavaco de Silva, durante a cerimónia de tomada de posse do Governo, uma declaração encapotada de recandidatura ao cargo.
 

 

Visite a fonte da informação aqui

Jovens farmacêuticos identificam riscos extremos de erros de medicação

21.11.09, Planeta Cultural

Um conjunto de jovens farmacêuticos identificou riscos extremos de erros de medicação em todas as fases de utilização do medicamento nos serviços farmacêuticos hospitalares e elaborou um projecto para os evitar ou minimizar os seus efeitos nos doentes.

Cláudia Costa, uma dos quatro autores do projecto, publicamente apresentado no I Congresso Nacional de Farmacovigilância e Gestão de Risco, em Lisboa, explicou à agência Lusa que o tema foi escolhido tendo em conta a «prestação de cuidados de saúde de qualidade».

 

«É um assunto que nos interessa, e mais agora, tendo em conta notícias recentes» sobre erros de medicação, disse, referindo-se aos incidentes no Hospital de Santa Maria que causaram problemas de visão em vários doentes, após uma intervenção oftalmológica.

A farmacêutica, que frequenta a Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa, sublinha que os erros vão sempre existir, até porque «errar é inerente à natureza humana».

Os autores do projecto optaram por encarar este problema como «erros de sistema e não erros de pessoas», disse Cláudia Costa.

 

O objectivo do projecto é «olhar para todos os processos do sistema e torná-los o mais robustos possíveis, para evitar os erros e, no caso de ocorrerem, minimizar o seu impacto negativo nos doentes».

Os autores defendem «a identificação dos pontos críticos do circuito do medicamento ao nível dos serviços farmacêuticos de um hospital».

 

A esse propósito, Cláudia Costa recordou que, neste processo, as fases em que ocorrem mais erros são a prescrição e a administração do medicamento.

Contudo, estas fases são da responsabilidade dos médicos (prescrição) e dos enfermeiros (administração), pelo que os autores do projecto se limitaram a sugerir propostas para as fases em que intervêm: selecção, aquisição e recepção, armazenamento, transcrição e validação farmacêutica, preparação, distribuição, monitorização e eliminação.

 

O estudo concluiu que em todos os processos do circuito do medicamento, ao nível da farmácia hospitalar, existem pontos críticos de risco moderado, elevado e extremo, pelo que «a priorização da actuação nestes pontos críticos permitirá uma maior eficiência na gestão das acções preventivas ou correctivas a desenvolver e a posterior avaliação da sua efectividade».

 

Entre os vários exemplos de causas de erro apontados pelos autores do estudo para situações de risco extremo, encontra-se a «preparação errada de injectáveis», na fase de preparação, ou a «distribuição de um medicamento errado por similitude de nome ou embalagem e rotulagem incorrecta ou de aparência similar», na fase da distribuição.

Para a aplicação deste projecto, os autores defendem «o envolvimento directo de todos os profissionais de saúde, com intervenção nos diversos sistemas/processos do circuito do medicamento a nível da farmácia hospitalar, tendo em conta o seu contexto actual no sistema de saúde português».

 

Visite a fonte da informação aqui