Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

RELIGIÃO: Dom Arlindo preocupado com “entrada em força” do Islão em Cabo Verde

17.10.09, Planeta Cultural

A notícia é veiculada pela Agência Cabo-verdiana de Notícias e pelo sapo.cv, mas citam como fontes a "imprensa do Vaticano". Dom Arlindo Gomes Furtado que está a participar no Sínodo Especial sobre a África terá referido à entrada da religião islâmica em Cabo Verde e alertou, precisamente, para os perigos desta entrada. O prelado considera mesmo que este é um dos desafios que se colocam particularmente à Igreja Católica, no arquipélago.

 

Dom Arlindo terá justificado que o perigo de "entrada em força" do Islão no nosso país, advém da "forte imigração" dos "irmãos vizinhos" do continente, e com perspectiva de "grande investimento" na promoção do Islão no único país católico da região. Apontou ainda a "invasão de seitas", com "falsas promessas" e "grande domínio" na comunicação social, muitas vezes "agressivas" contra a Igreja Católica.

 

Estas e outras situações, de acordo com Dom Arlindo, estão a exigir da Igreja um outro nível de responsabilidade, da pastoral e da formação dos seus agentes.

 

Numa alusão à democracia em Cabo Verde, Dom Arlindo lembrou que quando a democracia funciona e as estruturas de um Estado de direito ganham consistência, os partidos políticos vão-se vigiando e controlando mutuamente, especialmente no uso dos bens públicos e na implementação de projectos sociais e de desenvolvimento. Deste modo, muitos problemas sociais serão mais facilmente resolvidos e a população alcança mais rapidamente uma melhor qualidade de vida, salientou, acrescentando que neste aspecto Cabo Verde tem feito grandes progressos no campo da educação, da saúde, de infra-estruturas e de esperança de vida.

 

Contudo, lembra o prelado, os desafios continuam a ser "mais que muitos" e inúmera, a propósito, a instabilidade da estrutura familiar, motivada pela emigração, pelo divórcio e pelo receio generalizado do compromisso familiar pelo matrimónio, o deficit na educação cívica e de cidadania, a situação de crianças em risco, a delinquência juvenil e o desemprego que atinge um índice elevado, sobretudo na camada juvenil. "É em todas essas esferas da sociedade que nós, os cristãos, somos chamados a ser sal da terra e luz do mundo" aponta Dom Arlindo, lembrando que tal deve ser feito com a discrição necessária, com a visibilidade de quem está disponível para servir e com a leveza própria da gratuidade, mas com a eficácia que se impõe.

 

"Para que o Evangelho, a fé, a esperança, a hospitalidade, a honestidade e o respeito pelos direitos de todos e de cada um possam andar de mãos dadas", concluiu o Bispo de Santiago de Cabo Verde e Administrador Apostólico do Mindelo.

 

Esta magna assembleia especial dos Bispos católicos sobre o continente africano termina no próximo domingo, dia 25.

 

Fonte: Expresso das Ilhas

Feira da saúde distribui 200 escovas de dentes

17.10.09, Planeta Cultural

Duzentas escovas de dentes foram distribuídas à mulheres grávidas e crianças na II feira provincial de saúde aberta hoje na cidade do Huambo, numa iniciativa da direcção local da saúde em parceira com os serviços essenciais de saúde (SES) e o grupo Tondinha Irmãos Lda.

 
A coordenadora do Projecto Sorriso, Sara Leandro, disse que as escovas de dentes foram adquiridas pela organização não governamental "Amosmid", parceira desta actividade que visa cumprir com o "pré natal odontológico" nas grávidas evitando doenças aos recém nascidos.
 
Este ano, a feira está subdividida por municípios sendo que; na tenda do município do Huambo estão a funcionar os serviços de vacinas, testagem voluntária de VIH/Sida e primeiros socorros. No Tchinjenje está-se a fazer cnsultas pré-natal e administração do Fansidar, no Longonjo (medicina geral), na Tchicala-Choloanga (palestras sobre malária) e no Mungo (farmácia).
 
Nos municípios de Caála (dados estatísticos), Ekunha (tensão arterial), Bailundo (aconselhamento e entrega de métodos de planeamento familiar), Londuimbali (testes rápidos de malária) e Ukuma (consultas de pediatria).
 
Foram ainda montadas tendas para doação de sangue, consultas de oftalmologia e palestras sobre diversos temas.
 
Estão também na feira as clínicas privadas, Sonangol, Soneka, Cassala e Tchissola, para além dos serviços de inspecção-geral do trabalho (Mapess) e o instituto de defesa do consumidor, com serviços diversos e gratuitos.
 
O evento decorre no largo Saydy-Mingas com o objectivo de educar, curar e recrear a população para além de partilhar os progressos atingidos ao longo do ano, na melhoria dos serviços e da situação sanitária da população, fortalecer as relações e esforços técnicos, académicos, organizativos com a integração de instituições públicas, sociedade civil, comunidade científica da província, comités de saúde, sector privado industrial, agro-pecuário e comercial.
 
O governador da província do Huambo, Albino Malungo, foi o primeiro a realizar vários testes num acto que marcou a abertura da feira que termina no principio da noite de hoje e considerou uma iniciativa positiva no quadro da sensibilização do cidadão para com os cuidados essenciais.
 
No dizer do director provincial da saúde a 1ª feira da saúde foi realizada no dia 15 de Novembro de 2008 sob o lema "Cuide da sua Saúde e dê vida à cidade e vida" e pensa-se realizar eventos anuais.
 
A feira de saúde é um evento de entretenimento de carácter educativo através do qual são utilizadas actividades de diversão ou distracção para transmitir mensagens educativas que promovam mudanças de atitude nas pessoas.
 
Fonte: Angop

Bispo apela fiéis a evitarem gastos desnecessários

17.10.09, Planeta Cultural

O bispo emérito da diocese do Uíge, dom Francisco da Mata Mourisca, apelou neste sábado, em Luanda, aos fiéis da Igreja Católica a racionalizarem os gastos por forma a prevenirem-se de futuras crises financeiras.

 
É importante reorganizarem-se e utilizarem a inteligência nas despesas que não têm razão de ser na vida dos fiéis e de todas as comunidades religiosas, disse dom Francisco da Mata Mourisca quando discursava na cerimónia de abertura do seminário sobre "Economia da Igreja",
 
“O problema financeiro afecta toda a sociedade, por isso é necessário saber economizar e governar para se ultrapassar todas as dificuldades vividas por muita gente no seu dia-a-dia para que não falte o essencial para o próprio sustento", afirmou.
 
Dom Francisco da Mata Mourisca apelou aos membros da Igreja Católica a servirem de porta-voz junto das comunidades e nas suas missões religiosas para os cuidados a terem com os gastos desnecessários.
 
Promovido pela Associação Cristã de Gestores e Dirigentes (ACGD) e a Ceast, participam no encontro representantes das Caritas de Angola, da Universidade Católica, do Instituto João Paulo II, média católica e os movimentos apostólicos.
 
 
Fonte: Angop

Brasil: Tensão em disputa de traficantes nas favelas do Rio, helicóptero da polícia abatido

17.10.09, Planeta Cultural

Um helicóptero da polícia foi abatido durante intensa troca de tiros numa disputa entre facções de narcotraficantes rivais numa favela no subúrbio do Rio de Janeiro, o conflito já fez cinco mortos.

 

Uma troca de tiros iniciada na madrugada de sábado levou pânico aos moradores da favela Morro dos Macacos, localizada nos bairros de Vila Isabel e Grajaú, no subúrbio do Rio.

 

Até ao fim da manhã, pelo menos cinco pessoas morreram e oito ficaram feridas.

 

Fonte: Lusa

 

Cinco jovens lançam fogo a amigo

17.10.09, Planeta Cultural

Florida: discussão terá começado por causa de um jogo de vídeo.

 

Um adolescente a quem outros rapazes lançaram fogo, segundo a polícia, gritava em agonia enquanto uma mulher esbaforida telefonava para o número de emergência porque «um rapazinho está a arder», de acordo com uma gravação libertada sexta-feira, segundo a AP.

 

Cinco adolescentes são acusados de tentativa de homicídio agravada na sequência das queimaduras infligidas a Michael Brewer num complexo de apartamentos em Deerfield Beach, Florida.

 

As autoridades dizem que o ataque foi motivado por uma disputa sobre um jogo de vídeo que ficou incontrolável quando alguém tentou roubar uma bicicleta que pertencia ao pai de Brewer.

 

Fonte: TVI 24

 

Suspeita de bomba faz avião retornar ao aeroporto pouco após decolar, na Venezuela

17.10.09, Planeta Cultural

Um avião da companhia espanhola Iberia, com 250 pessoas a bordo, teve que retornar ao aeroporto internacional de Caracas nesta sexta-feira (16), meia hora depois da decolagem, por ordem das autoridades de segurança aeroportuária, informaram fontes da empresa.

Porta-vozes do escritório da Iberia no Aeroporto Internacional de Maiquetía, a cerca de 30 quilômetros de Caracas, confirmaram que o avião retornou ao aeroporto venezuelano por ordens da segurança aeroportuária, sem dar mais explicações.

 

Os passageiros tiveram que desembarcar e as autoridades venezuelanas "revistaram" o aparelho, disseram as fontes.

 

Pouco antes das 22h (23h30 no horário de Brasília), a companhia espanhola indicou que o voo 6700 da Iberia havia sido adiado para a manhã deste sábado e que os passageiros passarão a noite em hotéis próximos ao aeroporto.

 

Meios de comunicação locais, que citaram fontes da Torre de Controle de Maiquetía, afirmaram que o avião foi obrigado a voltar por um suposto "alarme de bomba" que resultou "falso", sem que essa versão tenha sido confirmada oficialmente.

 

Fonte: Folha Online

Administrador da SAD do Leiria mata assaltante

17.10.09, Planeta Cultural

Disparo de uma caçadeira ainda feriu o GNR que acabara de deter o suspeito em Porto de Mós.

 

António Bastos, de 56 anos, administrador da SAD da União de Leiria, é suspeito de ter morto, ontem de madrugada, um homem que alegadamente estaria a assaltar a sua empresa de material de construção em Porto de Mós. Foi detido pela GNR.

 

O empresário foi ontem à tarde presente ao juiz de instrução do Tribunal de Porto de Mós. À hora do encerramento desta edição desconheciam-se as medidas de coacção. A vítima é irmão do ex-genro de António Bastos.

 

As circunstâncias em que ocorreu o disparo que vitimou José Luís Bastos Silva, de 41 anos, com antecedentes criminais, estão ainda a ser investigadas pela Polícia Judiciária de Leiria. Sabe-se que, cerca das 2.25 horas, foi feito um telefonema para o posto da GNR de Porto de Mós dando conta de um assalto na empresa de materiais de construção "Madiver", em Calvaria de Cima (Porto de Mós), junto ao IC2.

 

O telefonema terá sido feito por um funcionário da empresa, que depois de vários assaltos terá sido colocado nas funções de segurança. O mesmo trabalhador terá ligado para o filho do empresário que, por sua vez, avisou o pai. António Bastos terá chegado à empresa pouco tempo depois, já alguns militares da GNR cercavam o local.

 

"Os militares aperceberam-se da fuga de um suspeito, para um pinhal e perseguiram-no", contou fonte policial, adiantando que o indivíduo acabaria por ser "abordado e detido". Segundo a mesma fonte, os militares manietaram o suspeito e trouxeram-no "para um local de maior visibilidade", numa estrada de terra nas traseiras da empresas.

 

Ali, "e sem que nada o previsse", António Bastos, que se encontrava munido de uma caçadeira, "aproximou-se do suspeito e efectuou um disparo", revelou a mesma fonte. Como o presumível assaltante estava dobrado com o tronco para a frente, o disparo entrou no corpo de lado e saiu na zona do peito, provocando-lhe morte imediata.

 

Os chumbos ainda feriram um GNR num braço, obrigando-o a receber tratamento no Hospital de Leiria. O guarda regressou ao serviço ainda durante a manhã.

 

A GNR apreendeu seis bidões com gasóleo furtado da frota de camiões da empresa, três mangueiras com 2,5 metros cada e o veículo de mercadorias onde o suspeito se fazia transportar.

 

A vítima estava já referenciada por actividades ilícitas, designadamente furtos, tráfico e consumo de estupefacientes, tendo saído da prisão há pouco tempo.

 

A Polícia desconhecia, ontem, ao final da tarde, se havia mais assaltantes, mas os indícios apontavam apenas para um suspeito.

 

O homem terá entrado na empresa através de pequenas aberturas - de 30 a 35 centímetros de largura - num muro de cimento que estava a ser construído em redor da Madiver. Aquelas saliências, onde estão a ser colocados os andaimes de suporte do muro, estavam tapadas com madeira, que foram retiradas para o indivíduo entrar. No chão, junto ao muro eram visíveis quatro manchas de sangue.

 

António Bastos, empresário muito conhecido na região, além de administrador da SAD do União de Leiria é também um dos accionistas do clube. O empresário está a construir um hotel na Figueira da Foz, e segundo amigos e conhecidos, "é gente boa, sempre disponível para ajudar".

 

António Bastos teve ontem o apoio do presidente do Leiria, João Bartolomeu, de outros dirigentes do clube e de muitos populares.

 

 

Fonte: Jornal de Notícias

França: Criminosos sexuais nao podem sair da prisão sem cumprir a pena e sem castração química - Sarkozy

17.10.09, Planeta Cultural

O presidente francês Nicolas Sarkozy considerou hoje que os criminosos sexuais perigosos não podem sair da prisão, uma vez cumprida a totalidade da sua pena, a menos que aceitem uma castração química.

 

Em declarações ao jornal francês Le Fígaro, Sarkozy avançou ainda que esta obrigação vai constar no projecto de lei que pretende limitar a reincidência de delinquentes sexuais e que será analisado pelo parlamento a partir de Novembro, a seu pedido.

 

"Um criminoso sexual não deve sair da prisão antes da execução da pena" e só deverá sair "depois de se comprometer a seguir um tratamento químico que vai conter a sua libido", afirmou Nicolas Sarkozy.

 

Fonte: Lusa

Juiz de paz se recusa a casar homem negro e mulher branca nos EUA

17.10.09, Planeta Cultural

Um juiz de paz se recusou a casar um homem negro e uma mulher branca no Estado da Louisiana (sul dos Estados Unidos), alegando que os filhos do casal seriam discriminados na comunidade, informou nesta sexta-feira (16) a imprensa local.

 

"Não sou racista", declarou Keith Bardwell, juiz de paz de Tangipahoa Parish, ao jornal Hammond Star. "Organizo cerimônias para casais negros aqui mesmo, na minha casa. Penso em primeiro lugar nos filhos."

 

Bardwell disse ao jornal que os casamentos mistos não duram muito tempo, e que os filhos nascidos de uma união deste tipo não são aceitos nem pela comunidade negra, nem pela branca.

 

"Não faço casamentos mistos porque não quero impor às crianças uma situação que não desejaram", alegou o juiz. "No meu coração, sinto que os filhos sofrerão depois."

Beth Humphrey, que é branca, e Terence McKay, que é negro, foram finalmente casados por um juiz de paz em uma comunidade vizinha.

 

"Ainda não consigo acreditar que ele tenha feito isso. É um caso de discriminação flagrante", afirmou Beth Humphrey.

 

O casal pretende entrar com um processo contra o juiz Bardwell, e a poderosa ACLU (Associação de Defesa das Liberdades Civis) pediu uma punição imediata ao juiz de paz.

 

Fonte: JC ONLINE