Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Não se pode separar economia e ecologia, diz Jeffrey Sachs

16.09.09, Planeta Cultural

O renomado economista americano Jeffrey Sachs, professor da universidade americana de Columbia, afirmou na quarta-feira que o planeta está em uma "trajetória totalmente insustentável e profundamente perigosa" e que não é mais possível separar economia e ecologia.

 

"Não podemos mais pôr economia e ecologia em categorias separadas. Elas nunca estiveram em categorias separadas", afirmou Sachs, que presta consultoria a vários governos, durante uma conferência em Genebra, na Suíça.

 

Na palestra, promovida pela agência das Nações Unidas para Comércio e Desenvolvimento (Unctad), Sachs criticou o formato do atual processo de negociações sobre mudança climática.

 

Para ele, em vez de diplomatas, engenheiros e cientistas deveriam sentar-se à mesa para discutir.

 

"O problema das mudanças climáticas não é uma negociação de comércio. É simplesmente o problema mais complexo de engenharia, economia e social que a Humanidade jamais enfrentou", afirmou o estudioso.

 

A pouco mais de dois meses do início da conferência de Copenhague que deve criar uma política de combate ao aquecimento global para o mundo a partir de 2012, o economista não poupou críticas às negociações – atualmente paradas em impasses.

 

'Bobagem'

 

"A questão sobre uma meta nacional ser obrigatória ou não é uma das questões menos interessantes. De que adianta ser obrigatória se você não é capaz de cumpri-la? É bobagem. Deveríamos estar discutindo o que podemos fazer, não o que obrigatório, o que podemos fazer agora, em cinco, dez anos."

 

O economista fez um apelo por um esforço coordenado de especialistas para que se saiba o que pode ser feito para permitir desenvolvimento econômico e melhoria das condições de vida de milhões miseráveis, ao mesmo tempo em que se enfrenta problemas ambientais já "insustentáveis ressaltados pelas mudanças climáticas".

 

Para abordar um problema tão complexo, em vez de discutir metas de emissões, Jeffrey Sachs afirma que a convenção da ONU para mudanças climáticas (UNFCCC, na sigla em inglês) deveria criar um corpo técnico que analisaria opções e custos para ações de curto prazo em cada país.

 

Em sua palestra, Sachs sugeriu uma nova parceria pública-privada para criar os grandes sistemas técnicos necessários.

 

"Podemos alcançar um crescimento econômico com impacto muito menor se pensarmos claramente, sistematicamente, em termos de sistemas, e baseados em objetivos globais."

O economista americano criticou a falta de sustentabilidade não só na área de meio ambiente. Para ele o mundo atual é "socialmente insustentável".

 

"A distância entre os ricos e os pobres está aumentando. Muitas das pessoas mais miseráveis do planeta estão morrendo por causa de sua pobreza, e se não morrem, sofrem e ficam cada vez mais para trás."

 

Jeffrey Sachs concluiu que a mensagem da comunidade científica é de que o mundo está à beira de um futuro quadro potencialmente catastrófico,

"Mais cedo ou mais tarde, cientistas vão nos dizer que essa área é inabitável."

 

O economista afirmou ainda que então será "tarde demais", porque mesmo que as emissões sejam cortadas a zero, o atual acúmulo de gases na atmosfera terá efeito durante um longo tempo.

 

"Estamos vivendo apenas a metade daquilo que já provocamos", concluiu.

 

Fonte: BBC Brasil

ARQUITECTO “CARMILITO” MORTALMENTE ACIDENTADO ESTA MADRUGADA

16.09.09, Planeta Cultural

Uma pessoa perdeu a vida e, duas ficaram gravemente feridas na sequência de um acidente de viação ocorrido esta madrugada, na localidade dos Órgãos pequeno, no interior de Santiago.

 

Trata-se de funcionários da Câmara Municipal de Santa Catarina. Faziam o percurso no sentido Praia/Assomada. “Carmilito”, a vítima mortal, residia na localidade de Cutelo, cidade de Assomada. Não conseguiu resistir ao...

 

Assomada, 16 Setembro - Uma pessoa perdeu a vida e duas ficaram "gravemente" feridas, na sequência de um acidente de viação, ocorrido, esta madrugada, na localidade dos Órgãos pequeno, interior de Santiago.

 

Trata-se de funcionários da Câmara Municipal de Santa Catarina. Faziam o percurso no sentido Praia/Assomada. “Carmilito”, a vítima mortal, residia na zona de Cutelo, cidade de Assomada e, desempenhava as funções de arquitecto, na Câmara Municipal local. Não conseguiu resistir ao violento tombo da viatura.

 

As circunstâncias factuais estão a ser apuradas pelas autoridades competentes. Todavia, “falhas mecânicas, excesso de velocidade e imprudência do condutor” poderão estar na origem deste trágico incidente.

 

O malogrado deixou mulher e filhos menores. Os restos mortais estão no hospital regional de Santiago norte e vão a sepultar, esta sexta-feira, no cemitério de Nhagar.

 

Fonte: Liberal

Moçambique - TETE: Água potável chega à maioria dos cidadãos

16.09.09, Planeta Cultural

CERCA de 810 mil pessoas do universo de quase um milhão e oitocentos mil habitantes da província de Tete consomem água potável fornecida pelas 1572 fontes espalhadas por todo aquele ponto do país. Dados oficiais indicam que os números representam uma taxa de cobertura na ordem de 55,6 por cento.

 

Actualmente estão em curso obras de construção de 193 novas fontes de abastecimento de água potável nos distritos de Angónia, Changara, Chifunde, Marávia, Tsangano, Zumbu, Moatize e Mutarara, das quais 180 inserem-se num programa do Governo em parceria com o UNICEF, de acordo com Brito Soca, director provincial das Obras Públicas e Habitação em Tete.

 

O nosso interlocutor apontou ainda que 21 975 pessoas abastecem-se de água através dos pequenos sistemas de fornecimento deste líquido montados em algumas sedes distritais e nos postos administrativos da província.

 

Por outro  lado, Brito Soca afirmou que o Governo, no âmbito da política nacional de água, está a envidar esforços para o melhoramento do sistema de abastecimento na cidade de Tete e a vila do Município de Moatize que, devido à sua expansão, começa a ressentir-se da falta daquele precioso, recurso levando os residentes a recorrerem aos rios.

 

“Um trabalho intenso está sendo executado pelo Fundo de Investimento do Património de Abastecimento de Água (FIPAG) na cidade de Tete e vila de Moatize para a expansão e melhoramento do sistema de fornecimento às comunidades circunvizinhas, pois ainda há gente que recorre aos rios Zambeze e Moatize à busca do líquido. As obras estão a decorrer num ritmo normal e tudo indica que até meados do próximo ano muitas comunidades irão consumir água potável”, concluiu.

 

Fonte: Jornal Notícias

Educação lança campanha de sensibilização sobre gripe A (H1N1)

16.09.09, Planeta Cultural

A direcção provincial da Educação, Ciência e Tecnologia do Huambo, procedeu hoje, quarta-feira, ao lançamento oficial da campanha de sensibilização sobre as medidas preventivas da gripe A (HN1), uma acção que abrangerá todas escolas dos 11 municípios da região.
  

O acto, orientado pela directora provincial da educação da província,  Luísa Ngueve, ocorreu à margem do encerramento da jornada alusiva ao Dia Internacional de Alfabetização e da abertura da  fase de generalização programa "Sim eu posso", realizado na escola da Unidade Prisional da Comarca.
     

Luísa Ngueve apelou aos professores a divulgarem diariamente antes do início das aulas as medias preventivas e de higiene para se evitar a propagação da gripe.

   
"Os encarregados de educação e educadores devem transmitir de forma clara estas normas, aos alunos,  pois no país a pandemia já afectou 11 pessoas.
   

Segundo a responsável, o sector da educação desempenha um papel importante na prevenção da doença, devendo por isso fazer chegar a mensagem à comunidade, através dos estudantes que participarão todos os dias da parada de  sensibilização.
 

O método  de alfabetização " Sim eu posso" que conta com a compartição de especialistas cubanos, abrangerá  até Dezembro deste ano  mais de seis mil adultos dos 11 municípios da região.
   

Na fase piloto implementada nos municípios do Huambo e Tchicala-Tcholohanga, mais de 400 pessoas aprenderam a  ler e escrever em três meses, 84 por cento dos quais mulheres.
  

Dada a gravidade que a situação possa vir a apresentar, o apelo da comissão interministerial é para a divulgação massiva na imprensa de normas de higiene máxima, como lavar várias vezes as mãos com água e sabão, evitar o contacto destas com os olhos, nariz e boca e limpeza frequente das superfícies sujeitas ao contacto com as mãos.

 
Constam igualmente das orientações para impedir a contaminação a utilização de um lenço de papel para cobrir a boca em caso de espirro ou tosse, bem como evitar aglomeração de pessoas.

 

Fonte: Angop

Sete mulheres mortas em carrinha de dois lugares

16.09.09, Planeta Cultural

Um acidente na variante de Cavalum, junto do Parque da Cidade de Penafiel, causou sete mortos. As vítimas são todas mulheres e viajavam numa carrinha de dois lugares.

 

Segundo o JN conseguiu apurar, o acidente resultou de um choque entre dois veículos ligeiros: uma "Renault Kangoo", de dois lugares, que transportaria as sete vítimas mortais, e uma "Mercedes Vito", com três pessoas, que sofreram apenas ferimentos ligeiros.  

 

As vítimas mortais são sete mulheres que frequentavam um curso de informática para adultos, na Inforfiel.

 

As duas pessoas que ficaram feridas são funcionárias da Associação de Pais e Amigos dos Diminuídos Mentais de Penafiel (APADMP) e viajavam na outra carrinha.

"A nossa funcionária apanhou a outra carrinha já em despiste", disse o presidente da APADMP, Almiro Óscar Mateus.

 

"Tinham ido ao 'McDonalds' buscar o almoço para as crianças", referiu a fonte, acrescentando que duas das funcionárias foram transportadas para o hospital com ferimentos ligeiros.

 

O presidente da Apadimp, associação situada na freguesia de Milhundos, onde ocorreu o acidente, explicou que todas as quartas-feiras a associação tem por hábito dar um almoço diferente às crianças, que é comprado no restaurante de Penafiel daquela cadeia internacional.

 

Um helicóptero do INEM, várias equipas dos Bombeiros Voluntários de Paredes e Penafiel estiveram no local.

 

A circulação ao trânsito esteve interrompida, tendo sido reaberta às 16.15 horas.  

 

Fonte: Jornal de Notícias