Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Mecânico morre após ser atingido por hélice de embarcação no Pará

15.09.09, Planeta Cultural

Rapaz de 28 anos fazia manutenção de seu barco em Santarém.
Marinha e Delegacia Fluvial investigam as causas do acidente.

 

Um mecânico de embarcações, de 28 anos, morreu após ser atingido pela hélice de um barco de passageiros, em Santarém (PA), na manhã desta terça-feira (15).

 

Segundo testemunhas do acidente, o rapaz estava na água e fazia a manutenção de sua embarcação, de pequeno porte. Neste momento, ainda de acordo com os passageiros, o rapaz foi sugado pela força do motor do barco maior.

 

O colega da vítima, que estava sobre o barco menor, pediu aos tripulantes da outra embarcação para que o motor fosse desligado. O corpo do mecânico foi encontrado perto da hélice.

 

A Marinha está investigando as circunstâncias do acidente. A embarcação já foi interditada e o proprietário prestará esclarecimentos na Delegacia Fluvial de Santarém.

 

Fonte: G1

 

Implantes inteligentes devem aliviar doenças neurológicas

15.09.09, Planeta Cultural

Implantes inteligentes no cérebro de pessoas com desordens neurológicas podem eventualmente ajudar a desenvolver tratamentos para pessoas com mal de Parkinson, depressão e transtorno obsessivo-compulsivo.

 

Na última semana, uma equipe de cientistas do laboratório Medtronic, em Minneapolis (EUA), divulgou o protótipo de um neuroestimulador durante um encontro da Sociedade de Engenharia em Medicina e Biologia, também em Minneapolis.

 

Veja a restante informação clicando aqui

Saúde: Governo mantém comparticipação dos medicamentos de marca até ao final do ano

15.09.09, Planeta Cultural

O Governo vai manter, até ao final do ano, a comparticipação dos medicamentos de marca, apesar da descida dos genéricos, argumentando com o actual do contexto económico-social, segundo uma portaria conjunta hoje publicada pelos ministérios da Economia e da Saúde.

 

Na portaria hoje publicada em Diário da República, assinada pelos ministérios da Economia e da Saúde, o Executivo argumenta com as actuais condições económicas e sociais para manter o valor de referência dos medicamentos inovadores, impedindo assim que estes se tornem mais caros se os doentes optarem pelos inovadores em vez de escolherem um genérico.

 

Isto significa que apesar dos medicamentos genéricos terem sofrido uma redução de 30 por cento a 1 de Outubro de 2008, o Governo continua a não considerar essa redução para efeitos de comparticipação dos medicamentos de marca (inovadores).

 

Fonte: Lusa