Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Bolsa russa entra em "bear market"

22.06.09, Planeta Cultural

O índice russo Micex caiu mais de 20% desde o seu pico de 2009, tornando-se assim no primeiro índice de referência do mercado accionista mundial a entrar em "bear market" desde que as bolsas de todo o mundo começaram a subir em Março.

O índice deste mercado emergente, cujas acções estão cotadas em rublos, caiu 7,8% para 937,98 pontos, elevando para 22% a sua queda desde 1 de Junho. O Micex, constituído por 30 empresas, registou hoje a queda mais acentuada em todo o mundo e liderou um movimento generalizado de perdas entre as bolsas este mês devido aos receios de que a recessão global persista por mais tempo do que o estimado pelos investidores, refere a Bloomberg.

O Micex, que valorizou 135% desde Outubro, inverteu a tendência depois de atingir o nível mais caro (relativamente às estimativas de lucros) desde Janeiro de 2007, segundo os dados compilados pela Bloomberg.

“O mercado precisa de uma pausa porque tem estado a subir muito”, comentou à Bloomberg um gestor da Schroders, Nicholas Field.

O Banco Mundial (BM) anunciou hoje uma revisão em baixa das suas anteriores estimativas para a evolução da economia global, o que tem estado a pressionar as bolsas mundiais. Para a Rússia, o BM prevê que a economia registe uma contracção de 7,5% este ano, devido à queda da produção industrial, ao aumento do desemprego e à fuga de capitais, referiu o Banco Mundial.

A seguir à Rússia, a Bolsa da Croácia é a que está mais perto de um “bear market” (queda a partir de 20% face aos últimos picos) desde que começou o “rally” depois dos mínimos de 9 de Março.O índice deste país, o Crobex, está em queda de 15% face aos máximos deste ano. O Bovespa do Brasil já cedeu 8,7% desde o seu pico este ano, ao passo que o índice compósito da bolsa indiana de Bombaim desceu 7,4%.

Em contrapartida, o índice compósito de Shangai encerrou hoje no mais alto nível desde 28 de Julho do ano passado.

Em relação à queda da Rússia, o principal operador da Lombard Odier & Cie, Curtis Butler, afirmou que o “extremo rally” observado desde Outubro faz com que uma queda de 20% tenha muito menos importância do que para mercados que não subiram tanto.

“Parece um pouco absurdo, nesta altura, aplicar a expressão ‘bear market’”, declarou à Bloomberg aquele responsável. Segundo Butler, este declínio constitui um “desenvolvimento salutar, que permitirá que os investidores que obtiveram lucros significativos transfiram acções para quem ainda não participou” neste movimento de alta.
 

 

Fonte: Jornal de Negócios