Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Jovens do Camboja usam blogs para lutar por liberdade política e de informação

27.04.09, Planeta Cultural

Eles vivem no Cambodja, um dos países mais corruptos do mundo, que enfrentou anos de guerra civil e de golpes de Estado e onde um terço da população ganha menos de R$ 1,50 por dia.

 

Liderados pelo escritor e fotógrafo Bun Tharum, 26, eles são os chamados "cloggers" --jovens blogueiros cambojanos que têm conseguido, mesmo com conexões lentas e equipamentos limitados, dar alguma voz a uma população acostumada a ter suas discussões políticas restritas ao lar.

 

Ver complemento da informação aqui »»» Folha Online

Gripe suína penaliza bolsas dos EUA

27.04.09, Planeta Cultural

As principais praças norte-americanas encerraram em queda, com os receios de que o surto de gripe suína afecte as empresas de viagens, energia e hoteleiras a ofuscarem os ganhos dos títulos ligados aos cuidados de saúde e a subida da General Motors.

O Dow Jones fechou a ceder 0,64%, fixando-se nos 8.025 pontos. O S&P 500 caiu 1,01%, para 857,51 pontos.

O índice tecnológico Nasdaq terminou a marcar 1.679,41 pontos, com uma desvalorização de 0,88%.

A Host Hotels & Resorts afundou 15% e a Delta Airlines e a Carnival perderam 14%.

A Chevron cedeu 1,8%, penalizada pela queda dos preços do crude devido aos receios de que a gripe suína reduza as viagens por todo o mundo, diminuindo assim a procura de combustível.

Em contrapartida, a General Motors disparou 21%, depois de ter anunciado novas medidas para evitar entrada em processo de falência.

Fonte: Jornal de Negócios Online

Pesadas penas de prisão para o "Gangue do McDonald's"

27.04.09, Planeta Cultural

O Tribunal Judicial de Valença condenou a penas entre os 20 e os 24 anos e meio de prisão quatro dos elementos do "gangue do McDonald's" envolvidos no homicídio de um gasolineiro, naquele concelho.

 

Deste grupo de quatro elementos, dois foram condenados a 20 anos, outro a 24 e um quarto a 24 anos e meio de prisão.

 

O gangue integrava ainda mais dois elementos, que foram condenados a 13 e a sete anos e seis meses de cadeia.

 

Fonte: Jornal de Notícias

Guiné-Bissau: Assassínios de "Nino" e Tagmé "acordaram povo, políticos e militares", diz Mari Alkatiri

27.04.09, Planeta Cultural

 Os assassínios, em Março, do Presidente "Nino" Vieira e do chefe das Forças Armadas da Guiné-Bissau, Tagmé Na Waié, "acordaram o povo, os políticos e os militares" para a necessidade do fim da violência, disse hoje Mari Alkatiri.

 

Falando aos jornalistas na Cidade da Praia, no final de um encontro com o primeiro-ministro cabo-verdiano, José Maria Neves, o enviado especial do Presidente de Timor-Leste para a Guiné-Bissau sublinhou ser essa a ideia que teve da deslocação de uma semana a Bissau, onde se encontrou com responsáveis políticos, militares e da sociedade civil local.
 
"Os dois últimos assassinatos acordaram todo o povo, toda a classe política e inclusive os militares. Só esperamos que este acordar signifique também o parar da violência", disse o antigo primeiro-ministro timorense, que se encontra em Cabo Verde desde sexta-feira.
 
Fonte: JN

Brisa em ex-dividendo e EDP pressionam bolsa

27.04.09, Planeta Cultural

A bolsa nacional encerrou em queda, pressionada essencialmente pela Brisa, que negoceia em ex-dividendo, e pela Energias de Portugal. O PSI-20 depreciou 0,29% numa sessão em que a Portugal Telecom travou maiores perdas.

O principal índice da bolsa nacional (PSI-20) negociou nos 6.617,38 pontos com nove acções em queda, nove a subir e duas inalteradas. Na Europa, o sentimento era misto, com alguns índices a transaccionarem em terreno negativo, pressionados pelas empresas de turismo e lazer que reflectem os receios dos investidores de que a gripe suína venha a prolongar a recessão da economia mundial.

A Brisa foi o título que mais penalizou a negociação na praça portuguesa no dia em que negociou pela primeira vez sem direito ao dividendo de 31 cêntimos por acção. As acções da concessionária recuaram 6,67% para cotar nos 5,021 euros.

A Energias de Portugal (EDP) também contribuiu para a tendência negativa ao recuar 0,67% para transaccionar nos 2,685 euros, um movimento seguido pela EDP Renováveis que perdeu 0,12% para os 5,929 euros. No restante sector, a REN e a Galp Energia contrariaram com ganhos de 0,29% para os 3,149 euros e de 0,80% para os 9,878 euros, respectivamente.

Do lado das quedas, nota ainda para a Portucel cujas acções fecharam nos 1,498 euros, com uma descida de 0,79%. A empresa divulga amanhã as suas contas dos três primeiros meses do ano com o Caixa BI a antecipar uma queda de 62,5% nos resultados líquidos para os 14,8 milhões de euros.

A travar maiores perdas esteve hoje a Portugal Telecom que somou 0,88% para os 5,70 euros. No sector das telecomunicações, a Sonaecom apreciou 2,09% para os 1,906 euros. As empresas Sonae fecharam, aliás praticamente todas em alta, com a holding a avançar 0,32% para os 0,624 euros e com a Sonae Indústria a subir 5,94% para os 1,906 euros.

A excepção foi para a Sonae Capital que encerrou estável nos 0,56 euros.

No sector da banca, o Banco Comercial Português (BCP) apreciou 0,14% para os 0,703 euros, enquanto o BPI caiu 0,11% para os 1,82 euros.
 

Fonte: Jornal de Negócios

Sonae paga dividendo de 3 cêntimos por acção a partir de 20 de Maio

27.04.09, Planeta Cultural

A Sonae SGPS vai pagar o dividendo de 3 cêntimos por acção, a partir do próximo dia 20 de Maio. Os títulos começam a negociar sem direito ao dividendo no dia 15 do mesmo mês, de acordo com um comunicado divulgado pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

A Sonae SGPS registou uma queda dos lucros de 70,9% para 80 milhões de euros, em 2008, com a empresa liderada por Paulo Azevedo a ser penalizada pelos prejuízos de 116,1 milhões de euros da sua participada Sonae Sierra.

Apesar da descida dos resultados, a companhia vai pagar um dividendo igual ao do exercício de 2007. O dividendo de 3 cêntimos corresponde a um “pay out” (percentagem dos lucros distribuídos aos accionistas) de 75%, e um “dividend yield” (rendibilidade do dividendo) de 6,9% face ao preço de fecho a 31 de Dezembro de 2008 e de 4,8% face à cotação de fecho de hoje.

Fonte: Jornal de Negócios