Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Madonna doa R$ 1,1 milhão para vítimas do terremoto na Itália

08.04.09, Planeta Cultural

A popstar Madonna parece estar mesmo disposta a melhorar sua imagem pela filantropia. Após tentar adoptar uma menina órfã no Maláui, ela agora levanta recursos para ajudar as vítimas do terremoto que abalou o centro da Itália.

 

Nesta quarta-feira, Fernando Caparso, prefeito da cidade de Pacentro, próxima à região que sofreu os piores danos com o terremoto ocorrido na última segunda-feira (6) na Itália, disse que a cantora prometeu doar US$ 500 mil (R$ 1,1 milhão) para as vítimas do desastre.

 

 

Piratas virtuais invadem sistema elétrico americano, diz jornal

08.04.09, Planeta Cultural

Espiões virtuais da China, Rússia e outros países invadiram o sistema elétrico dos Estados Unidos e instalaram programas que podem vir a ser usados para interromper o funcionamento da rede, informa o "The Wall Street Journal" nesta quarta-feira (8).

 

Segundo a publicação, os piratas virtuais lançaram o ataque para "navegar pelo sistema elétrico americano e seus controles."

 

Microsoft faz advertência sobre programas de segurança falsos

08.04.09, Planeta Cultural

O vírus Conficker fez a Microsoft observar que piratas virtuais recorrem cada vez mais aos programas de segurança para estimular os internautas a instalar programas duvidosos em seus computadores. O alerta foi feito pela gigante da informática por meio de um comunicado divulgado nesta quarta-feira (8).

empresa afirma que os programas de segurança falsos representam uma ameaça cada vez mais preocupante, com os hackers explorando o medo dos usuários a respeito de vírus.

 

"Os falsos programas de segurança são a ameaça número um em escala mundial", afirmou George Stathakopoulos, diretor de segurança informática da Microsoft.

 

"Se você pensa no caso do [vírus] Conficker, quantas pessoas foram buscar soluções de segurança e instalaram programas falsos?", questiona.

 

"Os programas falsos estimulam as pessoas a pagar por uma proteção, sem que elas percebam que na realidade oferecem pouca ou nenhuma proteção e que geralmente têm como objetivo roubar dados pessoais", adverte a nota.

 

 

in' Folha Online

 

Chimpanzés trocam comida por sexo, sugere estudo

08.04.09, Planeta Cultural

 

Pesquisadores do Instituto de Antropologia Evolutiva descobriram que chimpanzés fazem "acordos" de troca de carne por sexo.

 

Os cientistas perceberam que os machos dispostos a compartilhar a caça com fêmeas, mantêm relações sexuais com uma frequência duas vezes maior do que aqueles que guardam a comida para si mesmos.

 

E esta é uma troca que não tem apenas efeito imediato - os machos que continuam dividindo a carne com as fêmeas quando elas não estão férteis acasalam-se com elas quando estão propensas à reprodução.

 

Cristina Gomes e seus colegas, do Instituto de Antropologia Evolutiva Max Planck, na Alemanha, estudaram os chimpanzés na reserva florestal Tai, na Costa do Marfim.

Eles observaram os animais durante a caça e monitoraram o número de vezes em que copularam.

 

"Machos que compartilham carne com fêmeas duplicam o sucesso de acasalamento e as fêmeas, que têm dificuldade de obter carne sozinhas, aumentam sua ingestão de calorias sem arcar com o custo energético e o risco potencial de ferimento ligado à caçada", disse Gomes.

 

Proteína

 

Carne é importante para a dieta dos animais porque tem alto valor proteico.

A hipótese de "carne por sexo" foi proposta anteriormente para explicar porque os machos dividem sua comida com as fêmeas.

 

Mas aquelas tentativas de registrar o fenômeno fracassaram porque os pesquisadores procuraram trocas diretas, em que um macho compartilhou a carne com uma fêmea fértil, fazendo sexo com ela em seguida.

 

A equipe de Gomes escolheu outra abordagem e descobriu que os machos podem compartilhar carne com uma fêmea e só copular com ela após um dia ou dois.

 

Gomes acredita que a descoberta pode até fornecer pistas sobre a evolução humana. A especialista sugere que este estudo pode lançar as bases para outros, sobre os seres humanos, que explorem a ligação entre "a habilidade para caçar e o sucesso na reprodução".

 

O estudo foi publicado na revista PLoS One.

 

Fonte Inf.- BBC Brasil

Fundos apostam forte no BES e dívida pública portuguesa

08.04.09, Planeta Cultural

Os fundos de investimento portugueses reforçaram a posta em acções nacionais no mês de Março, tendo investido fortemente no Banco Espírito Santo, uma vez que a instituição financeira liderada por Ricardo Salgado representa já 17,7% das carteiras dos fundos.

Segundo o relatório hoje divulgado pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, os fundos portugueses aumentaram em 3,1% o investimento em acções portuguesas, para 476,8 milhões de euros.

No BES o investimento subiu 10,1% para 84,3 milhões de euros, com os fundos a apostarem no BES numa altura em que decorreu o período de subscrição de acções do aumento de capital da instituição financeira.

O BES representa já 17,7% das carteiras dos fundos, seguindo-se a Zon Multimédia, com 10,3%. O investimento na dona da TV Cabo subiu 4% em Março, enquanto na Portugal Telecom caiu 9,1%, apesar da operadora figurar no terceiro lugar das acções portuguesas preferidas dos fundos.

Segue-se a EDP, Galp Energia e Mota-Engil, sendo que nesta última verificou-se um aumento de 21,1% no investimento, só inferiro ao verificado na Jerónimo Martins (28,3%).

Nas acções estrangeiras o aumento do investimento dos fundos ascendeu a 4,1%. No mercado internacional as acções preferidas foram o Banco Bradesco (30%), a Total Efina (3,8%) e a Telefonica (3,1%).

Em Março de 2009 o valor sob gestão dos organismos de investimento colectivo em valores mobiliários (OICVM) e dos fundos especiais de investimento (FEI) subiu 0,13% para 13.302,7 milhões de euros, invertendo assim a tendência de queda dos últimos meses.

Segundo a CMVM, as obrigações estrangeiras continuaram a ser o activo mais procurado, representando 46,7% do valor sob gestão dos fundos mobiliários.

O investimento dos fundos em Portugal aumentou 10,4% para 822,4 milhões de euros, uma subida que é explicada pela forte subida do investimento em dívida pública nacional. Nestes activos o investimento subiu 36% para 54,4 milhões de euros, com os gestores de fundos a aproveitarem a subida dos “spreads” das OT portuguesas para reforçar nestes títulos.

Os principais países de destino das aplicações dos fundos continuaram a ser o Luxemburgo (com 36,8% da totalidade dos investimentos), a Irlanda (17,7%) e o Reino Unido (11%). Portugal pesa 9,4%.

As entidades gestoras com maior quota de mercado foram a Caixagest (26,6%), a ESAF (21,1%) e o Santander Asset Management (14,9%) que mantiveram as três primeiras posições já registadas em Fevereiro.

 

 

Fonte Inf.- Jornal de Negócios