Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

HP aposta no HAVEn para resolver desafios do Big Data

12.06.13, Planeta Cultural

Os dispositivos e os consumidores insaciáveis por informação estão a tornar difícil a tarefa de se conseguir extrair dados específicos de um conjunto maciço de informação.

 

A Hewlett-Packard apresentou o HAVEn, uma plataforma de análise de dados em larga escala para o mercado empresarial, que tem como principal tarefa conseguir refinar a informação em grupos de dados que possam ser mais facilmente analisados. Por consequência, as empresas podem aumentar os índices de produtividade e reduzir parte dos desperdícios registados.

 

 O HAVEn recolhe, armazena, gere, analisa e otimiza os dados consoante as necessidades dos clientes, que são bastante diversificados nas suas funções: retalho, serviços ou hardware.

 

 Uma das componentes que mais foi destacada do HAVEn durante a conferência em Las Vegas é a integração com o portfólio de aplicações próprias da HP que estendem as capacidades e funcionalidades da plataforma de análise. Com a Operations Analytics é feita uma recolha e análise dos dados em contexto, o que permite identificar um problema de forma mais rápida e solucioná-lo sem grandes prejuízos.

 

 Uma outra solução da tecnológica norte-americana é o Legacy Data Clean Up que consegue distinguir quais os dados que valem a pena guardar, a curto ou longo prazo, e quais os dados que podem ser eliminados libertando espaço nos servidores.

 

 O projeto HAVEn surgiu em resposta a um conjunto de dificuldades que têm sido encontradas no universo do Big Data e que passam pelo grande volume de dados que são produzidos – acabando por se tornarem “inpesquisáveis” -, pela cada vez maior capacidade de processamento de toda a informação e pelo aumento da criminalidade online. Neste último aspeto e segundo as contas da tecnológica norte-americana, só em 2012 os ciberataques a servidores foram responsáveis por perdas de quatro mil milhões de dólares.

 

 A nova solução da HP para o Big Data também surgiu como uma evolução necessária e provocada pela forma como o conceito de aplicações tem mudado ao longo dos últimos anos. Tal como Colin Mahony, gestor principal da HP Vertica, referiu: “uma pequena aplicação é no final um elemento com enormes consumos de dados e de transferência de informação”.

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui