Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Presidente da República "desmascarou-se"

25.04.13, Planeta Cultural

O "capitão de Abril" Vasco Lourenço afirmou hoje que o Presidente da República "desmascarou-se" com o discurso que proferiu na Assembleia da República sobre o 39º aniversário da revolução.


"Eu penso que ele se desmascarou e assumiu de facto o seu papel de responsável pela atual situação de líder do Executivo", disse Vasco Lourenço à agência Lusa no final do discurso que encerrou o desfile comemorativo do 25 de Abril.

 

O presidente da Associação 25 de Abril disse ainda que prefere esta atitude de Cavaco Silva: "É melhor assim do que camuflado. Não acredito nele".

 

Sobre o papel que os militares podem vir a ter na resolução desta situação, Vasco Lourenço apelou a que "não se deixem instrumentalizar para reprimir o povo português".

 

"Provavelmente vai haver contestação forte, pode haver violência - esperemos que não - mas se isso acontecer a primeira atitude do poder é reprimir e o que eu espero é que, primeiro as forças de segurança, e depois os militares, não se deixem instrumentalizar para serem o elemento dessa repressão", enfatizou.

 

Vasco Lourenço exprimiu ainda votos de que o próximo 25 de Abril seja "só de festa e não de contestação".

 

O Presidente da República manifestou-se hoje contra uma crise política, apelou ao consenso e alertou os partidos para as exigências do período pós 'troika', seja quem for que estiver no poder, num discurso criticado por toda a oposição.

 

"Reafirmo a minha profunda convicção de que Portugal não está em condições de juntar uma grave crise política à crise económica e social em que está mergulhado. Regrediríamos para uma situação pior do que aquela em que nos encontramos", salientou Cavaco Silva, no discurso que proferiu na sessão solene do 25 de Abril.

 

 

 


Para visitar a fonte da informação clique aqui