Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Tags

Mais tags



Comentários recentes

  • Triptofano!

    Realmente no Porão qualquer excitação ficaria auto...

  • Veegam

    Como obter Stellar Lumens gratis!https://steemit.c...

  • Firmino

    deus vê a quem a gente faz bem e depois no fim lev...

  • Planeta Cultural

    O ser humano consegue bem de longe ser pior que os...

  • Maribel Maia

    É com muita pena que leio notícias dessas!





Grego Eurobank falha capitalização com recurso a privados

Segunda-feira, 22.04.13
Ao contrário do Piraeus, que fez um acordo com o BCP, o Eurobank Ergasias falhou a captação de investimento privado. O reforço de capital terá de ser feito com recurso ao fundo de estabilidade financeira, o que o deverá tornar estatal.
 

No mesmo dia em que o Piraeus anunciou a compra da unidade grega do BCP para se capitalizar, o Eurobank revelou que não vai recorrer a capital privado para reforçar os seus capitais.

 

O banco grego anunciou esta segunda-feira, depois de uma reunião do conselho de administração, que será o fundo helénico de estabilidade financeira (HFSF, na sigla inglesa) a subscrever toda a operação de aumento de capital.

 

Segundo o plano de recapitalização, o fundo que mantém a adequação de capital das instituições de crédito da Grécia estava responsável por garantir a quase totalidade das necessidades de capital dos bancos – através de novas acções ou da emissão de instrumentos de capital contingentes (os chamados “CoCos”). Contudo, era necessário que pelo menos 10% do reforço de capital exigido a cada um dos bancos gregos fosse conseguido com o recurso a investidores privados. Só assim os bancos continuariam privados.

 

A administração do Ergasias Eurobank vai propor à assembleia-geral de accionistas, a realizar-se a 30 de Abril, que o reforço de capital de 5,8 milhões de euros seja totalmente subscrito pelo fundo helénico de estabilidade financeira, segundo o comunicado hoje emitido. A operação vai conduzir “à recapitalização imediata e total do banco” mas vai acabar por colocar o controlo do banco nas mãos do Estado, como refere a agência Bloomberg.

 

No comunicado, o Eurobank, um dos quatro grandes bancos gregos, sublinha que tal decisão se deve à “incerteza relativa à conclusão, ou não, da fusão com o National Bank of Greece”. A operação de fusão destas duas instituições foi suspensa no início do mês com os receios de que a entidade resultante pudesse ficar demasiado grande quando comparada com a economia helénica.

O Piraeus Bank não vai precisar de recorrer ao fundo de estabilidade financeira porque conseguiu concretizar vários acordos para que o reforço de capital seja alcançado com pelo menos 10% de participação de investidores privados. O banco vai comprar a unidade grega do BCP, o Millennium Bank, que irá também intervir na sua capitalização, tornando-se seu accionista minoritário. Assim, o Eurobank mantém o carácter privado.

 

 

In' Jornal de Negócios

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 21:25


Pesquisar

 



Contacto

planetacultural@sapo.pt

Comunicado aos nossos leitores

1- Planeta Cultural é um Blog que tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular nas páginas da Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de Comunicação Social, que nem sempre será viável citar ou referenciar. Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo, o favor de me contactar via e-mail (constante no meu perfil público), na sequência de que procederei à sua imediata remoção.

2 - Os comentários expressos neste "Blog", vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste sítio, "Blog", pelo que, publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo. Reserva-me também o direito de eliminar qualquer comentário que possa considerar difamatório, ofensivo, calunioso ou prejudicial a terceiros, bem como textos de carácter promocional que também poderão ser excluídos.

Atenciosamente;

---------------------------------R. C.
-------------Administrador do Planeta Cultural