Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Ruben Faria ultrapassa campeão Despres no Dakar2013

11.01.13, Planeta Cultural


O motociclista português Ruben Faria (KTM) terminou hoje a sétima etapa do rali todo-o-terreno Dakar, entre o Chile e a Argentina, no quinto lugar subindo ao quarto posto da geral, à frente do campeão em título, o francês Cyril Despres.

A tirada fez nova vítima mortal depois das quatro da véspera, num choque entre um carro de apoio e dois táxis. O motociclista francês Thomas Bourgin chocou com um carro da polícia chilena e morreu, aos 25 anos, ainda na fase de ligação.

Na corrida, Faria concluiu os 218 quilómetros cronometrados, pela Cordilheira  dos Andes, a 2min30 do mais rápido, o norte-americano Kurt Caselli  (KTM), enquanto o chileno "Chaleco" Lopez (KTM) e o líder, o gaulês Olivier Pain (Yamaha), cederam apenas 1min23.

Pain ocupa o primeiro lugar, com 6min06 de vantagem sobre Lopezm. Ruben Faria encontra-se a 9min42 de Pain mas à frente do seu "chefe de fila" Despres, que hoje se atrasou bastante.

Hélder Rodrigues (Honda), 19.º classificado a 7min32 de Caselli,  queixou-se da altitude e segue no 11.º posto da geral, a 31min32 de  Pain.

Paulo Gonçalves (Husqvarna), que foi 26º cedendo mais 10 minutos,  encontra-se no 25.º posto, enquanto Mário Patrão (Suzuki) concluiu a tirada  logo de seguida na 28.ª posição e ocupa o 40.º lugar da geral.

Nas quatro rodas, o experiente francês Stephane Peterhansel (Mini) voltou a dominar, concluindo o percurso com 39 segundos de vantagem sobre o compatriota Gerlain Chicherit (SMG), enquanto o norte-americano Robby Gordon (Hummer) foi o terceiro, a 1min08 minutos.

O português Carlos Sousa, co-adjuvado por Miguel Ramalho (Great Wall), chegou na nona posição, a 4min34.

Peterhansel e o qatari Al-Attiyah (Buggy) estão separados por 3min14, no topo da tabela, ao passo que a dupla lusa segue no nono lugar, já com  2h07m e 29 segundos de desvantagem.  

Sábado, na oitava de 14 etapas e antes do dia de descanso, a caravana vai percorrer nova "maratona", entre Salta e San Juan de Tucumán, na Argentina, com um total de 491 quilómetros cronometrados, divididos em dois troços.

 

 

Se assim o desejar, visite aqui a fonte da informação