Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Cérebro de Einstein foi «transformado» em app para iPad

25.09.12, Planeta Cultural

O cérebro que revolucionou a Física pode agora ser baixado da Internet em forma de aplicação por apenas 9,99 dólares. Todavia, fica a ressalva, o app não irá ajudá-lo a ganhar o Angry Birds.

A aplicação, exclusiva para iPad, lançada esta terça-feira, promete oferecer imagens detalhadas do cérebro do génio. Além de cientistas, a aplicação poderá ser apelativa para professores, estudantes e até meros curiosos.

 

Um museu em Chicago obteve fundos para digitalizar cerca de 350 frágeis e preciosos slides de fatias do cérebro de Einstein após a sua morte, em 1955.

 

A aplicação irá permitir a investigadores e simples curiosos espreitar para dentro do cérebro do excêntrico vencedor do Nobel, tal como se estivesse a olhar através de um microscópio.

 

Após a morte do físico, um médico legista, Thomas Harvey, conduziu uma autópsia, removendo o cérebro de Einstein na esperança de que no futuro investigadores pudessem descobrir os segredos por trás do génio.

 

Harvey disponibilizou algumas amostras a investigadores e colaborou, em 1999, num estudo publicado na revista Lancet.

 

O estudo revelou que uma das regiões cerebrais de Einstein – o lobo parietal – era 15% mais larga que o normal. O lobo parietal é importante em funções como a compreensão da matemática, linguagem e relações espaciais.

 


Para visitar a fonte da informação clique aqui