Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Comentários recentes

  • Planeta Cultural

    O ser humano consegue bem de longe ser pior que os...

  • Maribel Maia

    É com muita pena que leio notícias dessas!

  • Planeta Cultural

    .......deve ganhar pouco no Real de Madrid e preci...

  • Sam

    Para quem gosta de redes sociais e quer ganhar uns...

  • Planeta Cultural

    Com um alvarinho a acompanhar...Ui....mas que peti...






A sensualidade da cantora Blaya

Segunda-feira, 26.09.16

Blaya..jpg

Blaya.jpg

Fotos: Reprodução via internet

 

Mas que tanta sensualidade.....!

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 20:33

Jennifer Nguyen

Sábado, 13.08.16

Jennifer Nguyen.jpg

Foto: Reprodução via Internet

 

 

Jennifer Nguyen, é uma canadiana de origem vietnamita, que para além de ser um verdadeiro furor na área da moda, é

portadora de uma sensualidade e uma beleza fora do comum..!

 

Oram digam lá...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 10:44

Joyce: tatuagens de cortar a respiração

Sábado, 09.07.16

Joyce.jpg

 Foto: Reprodução via internet

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 11:47

Hillary Fisher

Terça-feira, 05.07.16

Hillary Fisher.jpg

 Ui......ui.....

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 20:03

Sexo. 10 coisas que levam as mulheres a querer ter relações sexuais

Quarta-feira, 29.06.16

Um estudo da Universidade de Otava descobriu que existem 237 motivações diferentes para querer ter relações sexuais. O site Daily Star pegou nesta investigação e fez o top 10 da lista.

 

1. Sentirem-se atraídas pela outra pessoa;

2. Quererem ter prazer físico;

3. Só porque lhes sabe bem;

4. Quererem mostrar carinho pela outra pessoa;

5. Quererem expressar o amor que sentem pela outra pessoa;

6. Quererem libertar a tensão;

7. Têm uma vontade inexplicável de fazer sexo;

8. Por ser divertido;

9. Por terem percebido que estavam apaixonadas;

10. Por se terem envolvido no calor do momento.

 

 

Se desejar visitar a fonte da informação, clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 20:12

Chrissy Teigen mostra as curvas

Sábado, 20.02.16

Chrissy Teigen.jpg

 

Foto: Reprodução via internet

Chrissy Teigen mostra as curvas na Sports Illustrated

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 15:55

Maria Paz Delgado, a ‘botinera’ argentina

Segunda-feira, 28.12.15

Maria Paz Delgado.jpg

 

Na Argentina muito se fala de… ‘botineras’. Pois bem, o que significa? São mulheres, que estão constantemente envolvidas com jogadores de futebol. Algumas, aliás, namoradas de vários atletas que até já foram ou são colegas de equipa. É sob este desígnio que muitas vezes é ligada Maria Paz Delgado, uma manequim argentina, 29 anos, natural de Mar del Plata, que ganhou mediatismo em alguns programas televisivos, como foi o caso do famoso Big Brother.


Ezequiel Cirigliano e Luciano Abecassis, jogadores que já passaram pelo River Plate, ou até o tenista Juan Martin del Potro, foram algumas das figuras ligadas ao desporto apontadas como supostos relacionamentos com esta manequim. Mas não só. Com uma grande exposição, Maria Paz Delgado até já esteve envolvida nas teias da justiça, após um alegado escândalo de prostituição VIP com o cantor David Bisbal e… Cristiano Ronaldo. Polémicas à parte, uma certeza: Maria Paz Delgado, olhando atentamente para algumas das suas produções, é capaz de despertar a atenção do espectador menos atento…

 

 

In' A Bola

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 20:58

Ameaçada e vexada por partilhar foto de menstruação

Segunda-feira, 05.10.15

Louelle Denor.jpg

Como é que uma mulher que partilha no seu perfil de Instagram uma foto do seus dedos com sangue acaba a ser molestada por centenas de pessoas, que lhe fazem ameaças e lhe pedem inclusive que se mate pelo que fez? Simples: porque o sangue que Louelle Denor tinha nos dedos era da sua menstruação. “Ui, que nojo”, dirão provavelmente muitos dos que estão a ler isto. E o problema é precisamente esse. Pelos vistos, o ‘sangue menstrual’ – chamemos-lhe assim - é mais nojento do que o que escorre de uma ferida num dedo.

Louelle Denor1.jpg

 

Vamos por partes: quando esta americana ouviu falar de casos de mulheres que viram as suas fotos serem censuradas por partilharem imagens relacionadas com a sua menstruação (embora estas não contivessem qualquer cariz sexual associado ou nudez explícita), decidiu fazer uma experiência para ver as reações desta rede de partilha fotos e dos seus utilizadores.

 

Louelle tirou uma fotografia dos seus dedos a segurarem um copo menstrual depois de usado. Como é óbvio, tanto o objeto como os dedos tinham manchas de sangue. Obviamente também, sangue que saiu da sua vagina. Na legenda da foto explicou a razão que a levava a partilhar tal imagem: “Recentemente chamou-me à atenção o facto de haverem contas de mulheres que são banidas por mostrarem sangue menstrual (e não nudez). Isto é um assunto mesmo muito lixado. Se fossem imagens de sangue de uma laceração num dedo, não haveria problema. Sim, isto é sangue da minha vagina. Acontece todos os meses. Estou a segurar num copo menstrual, algo que é fabuloso mas um bocadinho complicado de retirar.”

“Devias levar com sémen na cara como castigo”

Desta vez o Instagram percebeu que não há nada de ofensivo ou impróprio na imagem. Mas os seus utilizadores pintaram a manta, revelando mais uma vez que a menstruação continua a ser um tema controverso entre muitos de nós. Frases como “devias matar-te” ou “estas feminazis deviam ser metidas debaixo de um chuveiro que lhes despejasse sémen masculino na cara” fizeram parte do chorrilho de ofensas de que esta mulher foi alvo. Havia necessidade? Não me parece. Não há justificação para este tipo de agressividade cuspida num teclado e que o anonimato da Internet permite. Somos todos uns campeões quando estamos atrás de um ecrã.

 

Claro que as regras do bom-senso não nos levam a andar a partilhar imagens da nossa menstruação nas redes sociais por dá cá aquela palha. É algo íntimo e - todos concordamos - muito gráfico numa imagem. Tão gráfico quanto um dedo cortado a jorrar sangue, que isto fique claro. Também é sensato não o partilharmos. Mas não é por ser sangue menstrual que ganha outro estatuto. Se fosse uma foto de um vagina ensanguentada então a conversa, sim, seria outra, uma vez que já entravamos no contexto explícito dos órgãos sexuais, algo que não é permitido nas redes sociais.

 

Num texto posteriormente partilhado num blogue, a própria autora da imagem explica que tirar fotos das suas menstruação não é o que a move: “Nunca tive um desejo especial de tirar selfies com o sangue que sai da minha vagina, mas eu tinha um objetivo claro ao fazê-lo: mostrar que as políticas do Instagram sobre este tipo de assuntos são bizarras e indesculpáveis”. Mas desta vez foram os utilizadores que se comportaram de forma bizarra, aproveitando para entrar num longa discussão sobre o feminismo dos tempos modernos.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 20:01

Com 10% desfrutando orgasmos múltiplos, inquérito revela que mulheres querem sexo tanto quanto os homens e mais orgasmos

Quinta-feira, 24.09.15

As mulheres não estão tão interessados ​​em sexo como os homens, ou assim diz o velho ditado.

 

 Há muito tempo se disse que a fêmea da espécie precisa se ​​sentir uma ligação emocional antes de desfrutar do sexo e mulheres lutam para ter tantos orgasmos que os homens.

 

 Mas são esses estereótipos ligados ao sexo frágil é verdade?

 

 Uma nova pesquisa realizada pela app fertilidade Kindara revelou mulheres que de fato querem sexo tanto quanto seus parceiros masculinos.

 

 O questionário, feito a 500 mulheres, encontrou 53,2 por cento das mulheres não têm sexo com a freqüência que gostaria.

 

Se desejar visitar a fonte da informação, clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 19:07

Do ponto G ao orgasmo múltiplo

Segunda-feira, 29.06.15

O escritor americano J. D. Salinger afirmou, certa vez, que "o corpo de uma mulher é como um violino: é preciso um músico fantástico para tocá-lo direito".

 

Acariciada da maneira correta, uma mulher pode ser transportada a um êxtase tão incrível que, por alguns segundos, o resto do mundo deixa de existir. Mas basta um errinho para que a dor, a frustração ou uma sensação de vazio tomem conta.

 

É uma experiência altamente contrastante com aquela vivida pelo homem. Desde que ele consiga uma ereção, alguns minutos de estimulação vigorosa geralmente resultam na ejaculação.

 

Por que o orgasmo é tão prazeroso? Como as mulheres sentem o orgasmo múltiplo? E o famoso ponto G existe mesmo? Esses são alguns dos mais antigos mistérios da medicina.

 

"Conseguimos ir até a Lua, mas não sabemos o suficiente sobre nossos próprios corpos", afirma o professor de sexologia Emmanuele Jannini, da Universidade de Roma Tor Vergata e um dos cientistas que dedicam sua carreira a tentar explicar esses mistérios.

 

Nos últimos anos, a comunidade científica vem acompanhando uma enxurrada de estudos feitos por esses "mestres" do sexo, e finalmente as respostas estão surgindo.

 

Transando em nome da Ciência

 
Região cerebral que processa prazer pode ser ativada por drogas e certos alimentos


Talvez a maior habilidade desses cientistas tenha sido convencer algumas mulheres a deixar suas inibições de lado e se masturbarem – ou até transarem – em nome da Ciência, incluindo experiências em inusitado aparelho de ressonância magnética.

 

Um dos líderes dessas pesquisas é o psicólogo Barry Komisaruk, da Universidade Rutgers, em Nova Jersey, nos Estados Unidos, que queria avaliar se as diferenças cerebrais poderiam explicar por que homens e mulheres vivenciam o sexo de maneira distinta.

 

A conclusão é que, apesar das diferenças, homens e mulheres apresentam praticamente a mesma atividade neural durante o orgasmo. "As semelhanças são bem maiores do que as diferenças", afirma Komisaruk. "O que observamos é uma ativação completa do cérebro, com todos os sistemas funcionando ao mesmo tempo".

 

Mas se a floresta inteira está em chamas, é difícil identificar as pequenas fogueiras que estavam ali no início. Os cientistas, pelo menos, conseguiram encontrar uma delas: o núcleo accumbens, uma região do cérebro que lida com o prazer e a recompensa através da liberação de um neurotransmissor chamado dopamina.

 

 

Explicação para o orgasmo múltiplo?

 


 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 17:02



Pesquisar

 




Contacto

planetacultural@sapo.pt


Comunicado aos nossos leitores

1- Planeta Cultural é um Blog que tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular nas páginas da Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de Comunicação Social, que nem sempre será viável citar ou referenciar. Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo, o favor de me contactar via e-mail (constante no meu perfil público), na sequência de que procederei à sua imediata remoção.

2 - Os comentários expressos neste "Blog", vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste sítio, "Blog", pelo que, publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo. Reserva-me também o direito de eliminar qualquer comentário que possa considerar difamatório, ofensivo, calunioso ou prejudicial a terceiros, bem como textos de carácter promocional que também poderão ser excluídos.

Atenciosamente;

---------------------------------R. C.
-------------Administrador do Planeta Cultural

Quantos nos visitaram desde 13FEV2016?