Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Comentários recentes

  • Firmino

    deus vê a quem a gente faz bem e depois no fim lev...

  • Planeta Cultural

    O ser humano consegue bem de longe ser pior que os...

  • Maribel Maia

    É com muita pena que leio notícias dessas!

  • Planeta Cultural

    .......deve ganhar pouco no Real de Madrid e preci...

  • Sam

    Para quem gosta de redes sociais e quer ganhar uns...






iMyfone Data Recovery for iPhone

Segunda-feira, 19.10.15

O iMyfone Data Recovery for iPhone é um aplicativo que permite recuperar os arquivos que forem apagados sem querer do iPhone, iPad ou iPod.

 

Se você tiver algum problema e perder ou danificar o conteúdo do seu telefone, pode usar este app para tentar recuperar esses dados. Ele funciona de forma simples e você pode escolher exatamente quais os tipos de itens que você deseja trazer de volta.

 

Quando você atualiza o sistema, por exemplo, é possível que algo dê errado e você perca arquivos. Além disso, muitas vezes você pode apagar sem querer um item. Para esses e outros casos, o iMyfone Data Recovery for iPhone funciona tentando encontrar os documentos que ainda estejam na memória do dispositivo.

 

O ideal é fazer a varredura assim que você perceber o erro ou assim que apagar algo sem querer, já que as chances de recuperar o arquivo são bem maiores nesses casos. Para usar o iMyfone Data Recovery for iPhone basta instalar o app, plugar o telefone, escolher os tipos de dados que você quer recuperar, fazer a varredura e depois selecionar tudo o que for relevante na lista que aparece.

 

Ele consegue recuperar fotografias, vídeos, mensagens de texto, notas, bookmarks, compromissos marcados na agenda, contatos e os históricos de chamadas e do Whatsapp. Segundo os desenvolvedores, as próximas versões também trarão suporte a lembretes, mensagens de voz e chat do Facebook. O iMyfone Data Recovery for iPhone procura na memória interna do aparelho, no iTunes e no iCloud.

 

 

Download:iMyfone Data Recovery for iPhone

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 19:04

Facebook vai permitir atualização de status pelo 3D Touch do iPhone

Segunda-feira, 12.10.15

O Facebook lançou uma atualização que permite que o usuário atualize seu status, tire fotos e faça upload de imagens e vídeos de maneira simples e rápida a partir do recurso 3D Touch presente na nova linha de iPhone.

 

O app do Facebook está investindo no novo recurso da Apple, assim como o Dropbox, buscando métodos de facilitar a interação dos usuários. A atualização pode ser conferida neste link, mas a novidade só vale para o iPhone 6s ou o 6s Plus, porque o recurso 3D Touch depende de hardware presente apenas nos novos aparelhos.



O recurso 3D Touch funciona sentindo diferentes níveis de pressão no toque do usuário. Ao pressionar um aplicativo com força normal, ele é executado como sempre aconteceu. Se a pessoa decidir tocar com um pouco mais de força, em vez de app abrir, é exibido um menu com ações rápidas.



Você pode entender um pouco mais sobre a tecnologia por trás do 3D Touch neste link.

 

 

Se desejar visitar a fonte da informação, clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 21:05

Poucas vendas na noite de lançamento do novo iPhone em Portugal

Sexta-feira, 09.10.15

Na noite em que se começaram a vender os primeiros iPhone 6s em Portugal, não haviam filas de pessoas desesperadas por poder explorar a novidade da Apple. A loja Nos no Saldanha, que os disponibilizou a partir da meia-noite, registou três vendas.


Os lançamentos de novos iPhones em países como os Estados Unidos da América, Japão ou Hong Kong costumam estar envoltos em euforia, filas intermináveis e grande expectativa. Em Portugal não houve nada disso e o tiro de partida para a compra dos novos 6s e 6s Plus acabou por ser um evento social para a apresentação dos smartphones, com convidados VIP, catering, um DJ e muitas selfies.

 

A nível global, o novo iPhone já tinha sido disponibilizado para venda no passado dia 25 de Setembro, mas só chegou a Portugal esta sexta-feira, dia 9 de Outubro, e a loja da Nos no Saldanha começou a vendê-los a partir da meia-noite. A nível mundial, o iPhone 6s e 6s Plus registaram vendas recorde: nos primeiros três dias, a marca da maçã vendeu mais de 13 milhões de unidades dos novos modelos, segundo a empresa liderada por Tim Cook.

 

O evento na loja da Nos acabou por registar poucas vendas, mas nada que não fosse previsto: "Aqui não há filas, não estamos em Hong Kong", referiu João Santos Pereira, responsável da Nos. "Hoje é mais para a apresentação", concluiu.

 

O evento social contou com caras conhecidas e ainda com uma ilustradora que ia pintando os convidados no seu iPhone, aparecendo depois as ilustrações numa tela.

 

A maior parte dos convidados assumia que não ia comprar e antes da meia-noite, a loja tinha poucos possíveis compradores. "Não me parece que vá comprar", garantia Carlos Borges, um dos convidados. Depois da meia-noite, Carlos Borges acabaria por se converter ao iPhone 6s: "Afinal comprei. Tinha de ser hoje porque amanhã trabalho e o meu telemóvel antigo está nas lonas".

 

Outro dos compradores, que preferiu não ser identificado, dizia ser fã da Apple e, em relação às expectativas "espero que este novo iPhone se mantenha com a qualidade dos outros".

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 09:19

Apple lança iPhone 6S e iPhone 6S Plus

Quarta-feira, 09.09.15

iphone6s.jpg

Era esperada uma grande máquina, mas a Apple conseguiu mais uma vez fazer saltar a imaginação. Desta vez apresentou mais tecnologia, materiais novos e indícios para algo novo que promete revolucionar o mercado dos smartphones.

 

Leia mais aqui

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 20:13

Novo iPhone já está a ser produzido

Segunda-feira, 29.06.15

O novo 'smartphone' da Apple sente a força com que os utilizadores estão a pressionar no ecrã.

iPhone.jpg

Os fornecedores da Apple já iniciaram a produção dos novos modelos de iPhone, que terão uma função chamada Force Touch, que sente a força com que os utilizadores estão a pressionar no ecrã, segundo a Bloomberg.

 

Os novos equipamentos, com ecrãs de 4,7 e de 5,5 polegadas, como têm actualmente o iPhone 6 e o iPhone 6 Plus, têm um 'design' exterior semelhante ao já existente, segundo fontes conhecedoras do tema que a Bloomberg não identifica.

 

O volume de produção deverá aumentar já no próximo mês, já com o Force Touch, que foi inicialmente revelado com o Apple Watch e os novos modelos do Mackbook.

 

Esta função ajusta o ecrã à força com que se carrega e é o movimento mais recente da Apple de ficar à frente da Samsung, que vai este ano lançar o novo Galaxy com um ecrã que pode ser visto de lado.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 11:50

Apple vai lançar 2 modelos de iPhone com telas maiores este ano

Quinta-feira, 23.01.14

A Apple vai lançar na segunda metade deste ano dois novos iPhones com telas maiores que as dos modelos existentes hoje, informou nesta quinta-feira reportagem do site do “Wall Street Journal”, que não revelou suas fontes.


Os aparelhos terão telas medindo 4,5 e 5 polegadas, enquanto o display do iPhone 5 é de 4 polegadas. As fontes do “Journal” disseram que o corpo dos novos modelos será metálico, como no iPhone 5, e que não há possibilidade de a empresa adotar a nova mania das telas curvas em celulares, como já fizeram Samsung e LG.


A Apple não quis comentar a reportagem.


O lançamento de iPhones com telas maiores seria uma reação à perda de participação de mercado sofrida pela Apple para concorrentes que já oferecem smartphones com medidas superlativas. O Galaxy S4, da Samsung, tem cinco polegadas, enquanto o Galaxy Note 3 possui display de 5,7 polegadas.


Pesquisas indicam que os consumidores têm sido atraídos por telas maiores conforme mudam seus hábitos de uso dos aparelhos, cada vez mais assistindo a vídeos e jogando games complexos nos aparelhinhos. A tendência é particularmente forte na China, mercado crucial para a estratégia de crescimento da Apple.

 

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 23:19

Dia 10 de Serembro será dia histórico para a Apple com a apresentação do seu novo iPhone

Segunda-feira, 12.08.13
O dia 10 de Setembro poderá entrar para a história da Apple. A especulação quanto à escolha deste dia pela tecnológica para mostrar o seu último iPhone, bem como uma versão “low cost” do mesmo está a adensar-se. Porém, os convites continuam sem chegar.
 

A Apple pode estar prestes a pôr fim à ansiedade de utilizadores e investidores. O dia 10 de Setembro, terça-feira, terá sido o escolhido, pela tecnológica de Cupertino, para apresentar as últimas novidades de “hardware”, segundo o “All Things D”.

 

Apesar de ter vendido 31,2 milhões de iPhone no terceiro trimestre de 2013, com os iPhone 4 e 4S a registarem um forte desempenho, refere a Bloomberg, a Apple enfrenta a concorrência da Samsung. A fabricante sul-coreana, que integra o sistema operativo Android, da Google, nos “smartphones” que produz, coloca os produtos, no mercado, a preços mais acessíveis do que os praticados pela rival norte-americana, lembra o blogue de tecnologia do “Wall Street Journal”.

 

O facto faz crescer o rumor de que a tecnológica fundada por Jobs e Wozniak irá apresentar, a par do iPhone 5S, o iPhone 5C, uma versão “low cost”, do “smartphone”, da companhia. Ambos contarão com o sistema operativo iOS 7, que a Apple deu a conhecer, em Junho, na Worldwide Developers Conference (WWDC), conferência anual da fabricante. A versão beta do “software” está em testes. Após o lançamento oficial, também os utilizadores de versões anteriores do iPhone poderão actualizar o sistema operativo, garantiu a companhia, lembra o “All Things D”.

 

Na mesma data, a Apple deverá lançar, de forma oficial, o Mac OS X, conhecido como Mavericks.

 

Com o aproximar de uma possível data aumenta também a especulação quanto às características dos novos dispositivos. Do “software”, sabe-se que traz uma mudança “radical” do design de menus e ícones, novas ferramentas e algumas melhorias, como uma melhor organização das fotografias, recorda o “All Things D”. Mas é no “hardware” da versão mais económica do iPhone 5, que se aguardam surpresas e se fazem apostas.

 

A Bloomberg diz que o iPhone 5C poderá estar disponível em várias cores, de forma a conquistar utilizadores de antigos modelos de iPhone, ao passo que o Tech Crunch alerta para que até o nome, bem como a existência, são rumores mas admite que se existir o dispositivo será revestido de plástico.

 

Já o sucessor do iPhone 5 deverá contar com uma câmara melhor, flash dual led e um processador mais rápido, segundo o Tech Crunch. A inclusão de um sensor de impressão digital é apontada pelo “All Things D”.

 

A Apple não confirmou a informação avançada pelo “All Things D”, que cita fontes não identificadas. Porém, o Tech Crunch afirma que o facto de Jim Dalrymple, do The Loop, ter confirmado esta data, torna-a quase certa. Isto, porque Dalrymple é apontado como a fonte externa mais bem informada da Apple, no que a eventos de apresentação de produtos respeita.

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 21:35

Bug no iPhone permite a instalação de vírus por carregador de celular

Quinta-feira, 06.06.13

Um grupo de pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Georgia montou um protótipo de um carregador modificado que pode instalar softwares mal-intencionados em dispositivos iOS. O experimento tem como objetivo mostrar as falhas no smartphone, que serão discutidas durante a conferência sobre segurança da Black Hat, no fim de julho.

 

Carregador alternativo é capaz de causar estragos em aparelhos da Apple (Foto: TechTudo)

 

O carregador criado pelos pesquisadores é chamado de Mactans, nome inspirado na nomenclatura científica da aranha Viuva Negra. Com uma placa onboard que mede aproximadamente 8 cm², o acessório é construído com base em um pequeno computador de código aberto vendido pela companhia Texas Instruments.

 

O Mactans opera silenciosamente enquanto o aparelho carrega. Em apenas um minuto ele é capaz de nstalar um malware mesmo em aparelhos com o software atualizado, e a ameaça é difícil de ser percebida. Não é preciso interferência do usuário nem é necessário que seja um iOS com jailbreak.

 

Embora o carregador malicioso seja um pouco maior do que um carregador convencional, o que chama um pouco a atenção, os pesquisadores consideram-no uma prévia do que pode ser feito com mais motivação e investimento. Com a apresentação do projeto, é possível que se desenvolva uma correção para o problema de segurança do iPhone e do iPad no futuro.

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 21:55

Brasil pode vir a impedir a Apple de usar a marca iPhone em telemóveis

Domingo, 03.02.13



O Instituto Nacional de Propriedade Industrial do Brasil (INPI) vai impedir a Apple usar a marca iPhone no país, no âmbito da contenda pela propriedade do nome, mantida por uma empresa brasileira de electrónica, noticiou hoje O Globo.

 

De acordo com o jornal, o INPI vai publicar a "ordem de impedimento" no boletim oficial, que será distribuído na terça-feira, e no qual vai dar razão aos argumentos da IGB Electrónica, que solicitou o registo da marca iPhone em 2000, tendo-lhe sido concedido em 2008.


A IGB Electrónica, que fabrica telemóveis sob a marca Gradiente, entre outros dispositivos informáticos e electrónicos, pôs à venda o seu primeiro telemóvel com a marca "iphone" -- uma marca sempre em minúsculas -, no passado mês de Dezembro.

 

O "iphone" brasileiro, que tem dois modelos denominados "G Gradiente iphone Neo One", é um "smartphone" de gama média, que usa o sistema operativo Android, fabricado pela Google, rival da companhia actualmente dirigida por Tim Cook, que sucedeu ao histórico Steve Jobs.

 

A Apple solicitou o registo da marca iPhone no Brasil por quatro vezes - em 2006, 2007, 2010 e em 2011 - e, até agora, o INPI só aceitou o uso da designação em roupa, calçado, chapelaria e em manuais de instrução, segundo o diário brasileiro.

O organismo regulador do país tem pendentes, no entanto, 11 pedidos de registo da companhia norte-americana, assegurando que serão negados todos aqueles que digam respeito a "dispositivos electrónicos digitais móveis", como cita O Globo, assim como a aplicações que usem o nome iPhone.

 

De acordo com o diário brasileiro, o boletim do INPI de 14 de Fevereiro poderá vir a publicar autorizações favoráveis à Apple, mas em produtos de outra natureza, como embalagens e serviços de retalho.

 

A IGB Eletrónica começou a vender a linha de "smartphones" "Gradiente iphone", poucas semanas antes de a sua exclusividade sobre o nome caducar, de acordo com O Globo.

 

O jornal brasileiro contactou o fabricante norte-americano, mas a Apple preferiu não se pronunciar sobre o processo.

 

Nos Estados Unidos, a marca iPhone era originalmente detida pela Cisco, que processou a Apple quando o telefone foi lançado, em 2007, mas as duas companhias acabaram por chegar a acordo sobre a utilização da marca.

 

 

Se assim o desejar, visite aqui a fonte da informação



Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 22:03

Apple prepara novidade para o iPhone e o iPad

Terça-feira, 29.01.13

A especulação em torno da Apple e de inovações em torno dos seus produtos continua. As últimas notícias apontam para que a emprea esteja a preparar-se para lançar um iPhone mais barato e um iPad com mais capacidade de armazenamento. Também o Facebook deverá lançar uma nova aplicação para o iPhone.

 

A Apple deverá lançar um iPhone mais barato, que consiste numa versão de plástico do iPhone 5, numa derradeira tentativa de penetrar no mercado chinês. O corpo do iPhone original, que é feito de alumínio, vai ser substituído por uma cobertura de plástico, de acordo com o site Business Insider.

 

O preço do iPhone continua muito elevado para os consumidores chineses, que ganham em média 3.000 dólares anuais, cerca de 2.230 euros.

 

Jeremy Horwitz, da iLounge, afirmou que “as vendas do iPhone 5 na China quase pararam como resultado do preço, que é mais elevado do que em Hong Kong. Um iPhone mais barato iria ajudar as vendas a crescer nos países em desenvolvimento”.

 

Também um novo iPad estará a caminho para meados de Março, com cerca de 128 gb de capacidade de armazenamento, o dobro do máximo que está disponível actualmente.

 

Estes desenvolvimentos surgem em resposta aos pedidos de inovação feitos por diversos investidores, que consideram que a empresa precisa de novos produtos para continuar a crescer.

 

Também o Facebook acabou de actualizar a sua aplicação iOS para que seja possível a gravação e partilha de vídeos, bem como mensagens de voz. O sistema de mensagens de voz permitirá que seja realizada uma gravação de 60 segundos, algo que anteriormente não fazia parte da aplicação oficial do Facebook.

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 18:55



Pesquisar

 


subscrever feeds



Contacto

planetacultural@sapo.pt


Comunicado aos nossos leitores

1- Planeta Cultural é um Blog que tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular nas páginas da Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de Comunicação Social, que nem sempre será viável citar ou referenciar. Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo, o favor de me contactar via e-mail (constante no meu perfil público), na sequência de que procederei à sua imediata remoção.

2 - Os comentários expressos neste "Blog", vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste sítio, "Blog", pelo que, publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo. Reserva-me também o direito de eliminar qualquer comentário que possa considerar difamatório, ofensivo, calunioso ou prejudicial a terceiros, bem como textos de carácter promocional que também poderão ser excluídos.

Atenciosamente;

---------------------------------R. C.
-------------Administrador do Planeta Cultural

Quantos nos visitaram desde 13FEV2016?