Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Posts mais comentados


Comentários recentes

  • Planeta Cultural

    O ser humano consegue bem de longe ser pior que os...

  • Maribel Maia

    É com muita pena que leio notícias dessas!

  • Planeta Cultural

    .......deve ganhar pouco no Real de Madrid e preci...

  • Sam

    Para quem gosta de redes sociais e quer ganhar uns...

  • Planeta Cultural

    Com um alvarinho a acompanhar...Ui....mas que peti...







Anonymous declara guerra contra Estado Islâmico

Segunda-feira, 16.11.15

Grupo hacker fez ameaças aos terroristas no Youtube: "Vamos lançar a maior operação da história contra vocês"

 

O grupo hacker Anonymous declarou guerra contra os terroristas do Estado Islâmico (ISIS) após os ataques realizados em Paris na sexta-feira (13/11) que deixaram pelo menos 129 mortos e outras centenas de feridos.

 

Por meio de um vídeo publicado no YouTube, o Anonymous afirmou que vai usar o seu conhecido para “unir a humanidade”.

 

Usando a máscara de Guy Fawkes, que já virou marca registrada do grupo hacker, um porta-voz do Anonymous depois partiu para as ameaças propriamente ditas ao grupo terrorista. “Anonymous de todo o mundo vão caçar vocês.”

 

 “Vocês devem saber que vamos encontrar vocês e não vamos de te deixar escapar. Vamos lançar a maior operação da história contra vocês. Esperem por ciberataques gigantes. A guerra foi declarada. Preparem-se”, continou.

 

Por fim, o Anonymous afirmou que “O povo francês é mais forte do que vocês e vai sair ainda mais forte dessa atrocidade”.

 

Vale notar que essa não é a primeira vez que o Anonymous declara guerra contra o EI. A primeira vez foi no início do ano, após os ataques contra o jornal satírico francês Charlie Hebdo, que teve sua sede atacada por membros do grupo terrorista, deixando diversos mortos.

 

 

Se desejar visitar a fonte da informação, clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 17:09

Está planeado novo ataque de phishing massivo a vários bancos portugueses

Domingo, 11.10.15

username.jpg

Está em curso um novo ataque de phishing massivo dirigido aos clientes de vários bancos portugueses. O pedido de informações pessoais e o preenchimento do cartão matriz é comum a todas as mensagens enviadas.

 

Caixa Geral de Depósitos, Novo Banco e Montepio Geral são os nomes dos bancos usados no mais recente ataque de phishing que visa clientes portugueses das instituições bancárias, com um nível de sofisticação na apresentação que mostra uma evolução face a alguns modelos de mensagens com erros e grafismos mais básicos.

 

As mensagens de email são enviadas de forma massiva para destinatários de correio eletrónico, sejam ou não clientes destes bancos, como se fossem um pedido de informação, dirigindo os utilizadores para sites falsos, mas bem construídos, que imitam os sites dos bancos e que, depois de feito o login do utilizador, pedem o preenchimento completo dos cartões matriz usados para finalizar a autenticação quando são feitas operações bancárias através dos sites de homebanking.

 

Como é fácil de verificar nas imagens abaixo, este é um esquema bem construído, com sites que ainda estão ativos embora os emails tenham sido enviados já ontem.

novobanco.png

O sistema de preenchimento dos campos do cartões matriz mantém-se a funcionar, aceitando os dígitos colocados pelos utilizadores e validando se falta preencher alguma informação.

 

Com os dados pedidos de preenchimento da informação de utilizador, password, cartão, número fiscal e as posições do cartão matriz os atacantes passam a ter acesso a toda a informação necessária para usarem as contas dos utilizadores online, e validarem operações de pagamentos, transferências e outras que queiram realizar.

 

Todas as instituições bancárias têm feito avisos repetidos para que os seus clientes não respondam a este tipo de mensagens de email, que não sigam os links e que não divulguem os dados das contas, passwords e a informação do cartão matriz.

 

Para identificar este tipo de phishing basta muitas vezes estar atento a pequenos detalhes da imagem do banco e ao tipo de linguagem utilizada. E mesmo que acabe por carregar no link e abrir o site, verá que esse não tem o endereço certo, nem é um site seguro, que usa o protocolo https://.

 

Os utilizadores são aconselhados a fazerem uma análise atenta das mensagens recebidas, desde o remetente ao conteúdo, fazendo também parte das melhores recomendações a utilização de um antivirus atualizado, embora neste caso se revele inútil para filtrar esta ameaça. 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 13:49

r00tz Asylum: os hackers do futuro estão aqui

Sábado, 05.09.15

Informática, programação, criptografia e white-hacking não são atividades e definições exclusivas do universo dos “crescidos”. Esta organização sem fins lucrativos apenas quer dar ânimo e conhecimento a todos os que se interessam pelo mundo das tecnologias.

r00tz Asylum.jpg

Estudar um sistema informático e invadi-lo não é algo obrigatoriamente negativo. Os white hackers são investigadores que descobrem falhas em sistemas operativos, programas e add-ons pelo simples desafio tecnológico, mas também para alertarem as respetivas empresas.

 

A sensação de salvar milhares de pessoas de uma “desgraça” quase certa deve saber bem, certo? Então por que não começar a cultivar este espírito desde tenra idade?

 

O r00t Asylum é isso mesmo: uma organização e um espaço online onde os mais novos podem dar os seus primeiros passos no hacking, mas no bom sentido. E sabendo que muitos jovens já estão ligados e avançados nas novas tecnologias, mais vale canalizar da forma correta esse conhecimento.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 10:59

Kaspersky atacada com código malicioso Duqu

Quinta-feira, 11.06.15

A Kaspersky detetou um ataque à sua rede interna perpetrado através do código malicioso Duqu, mas numa versão 2.0.

 

O Duqu 2.0 tentou obter informações sobre as investigações da Kaspersky e sobre a sua capacidade de detetar ameaças, noticia a Reuters. A empresa usou um programa que ainda está em pre-release e foi suficiente para impedir males maiores.

 

O Duqu 2.0 é um worm baseado no Stuxnet usado pelos EUA e por Israel para atacar as centrais nucleares iranianas. A Symantec suspeita que este ataque à Kaspersky tenha partido de múltiplas agências de espionagem.

 

Apesar de o ataque não ter tido consequências mais graves, é preocupante pensar-se que um governo possa considerar atacar uma empresa de segurança para criar tecnologia mais difícil de detetar. Depois desta situação, é bem possível que os investigadores privados, empregados da Kaspersky e da Symantec, por exemplo, deixem de cooperar com os investigadores públicos em assuntos de ciberdefesa. 

 

 

Para visitar a fonte da informação, clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 12:17

6000 hackers da Coreia do Norte prontos a lançar ataques mortíferos

Sexta-feira, 29.05.15

soldados_coreia_norte.jpg

Um ex-professor universitário da Coreia do Norte estima que entre 10% e 20% do orçamento da defesa do regime de Pyongyang esteja a ser aplicado em ciberterrorismo.

 

Kim Heung-Kwang, professor universitário que fugiu em 2004 do regime ditatorial mais fechado do mundo, deixa o aviso: a Coreia do Norte conta com um exército de mais de 6000 hackers que têm como missão lançar ataques a infraestruturas de países considerados inimigos. 

 

O antigo professor da Universidade de Tecnologia de Computadores de Hamheung, Coreia do Norte, garante, em entrevista à BBC, nunca ter ensinado técnicas de ciberterrorismo, mas refere que muitos dos seus alunos foram arregimentados para o Bureau 121, o braço cibernético do exército norte-coreano, que tem como missão lançar ataques contra os inimigos externos do regime de Pyongyang. 

 

Com base em fontes que dissimuladamente lhe fazem chegar informação proveniente da Coreia do Norte, o investigador estima que 10% a 20% do orçamento da defesa do país "pária" seja atualmente aplicado em mecanismos e ferramentas que permitem lançar ataques através da Internet. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 15:08

Piratas da informática atacam vários sites em Portugal

Sábado, 25.04.15

O ataque é reivindicado pelo grupo Anonymous Portugal.

 

O grupo Anonymous Portugal divulgou dados pessoais de magistrados e juristas e também endereços de emails da EDP, no âmbito de uma operação que também impediu o acesso à página oficial na Internet da Polícia Judiciária.

 

Foram também afectados os portais Citius e do Conselho Superior de Magistratura (CSM), como a agência Lusa pode constatar.

 

Na sua página da rede social Facebook, o grupo Anonymous reivindica ter tornado inacessível os acessos às páginas oficiais daqueles três organismos e disponibiliza ligações que remetem para listas com alegados dados pessoais de profissionais ligadas à Justiça.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 11:23

Hacker diz ter clonado digital de ministra alemã

Segunda-feira, 29.12.14

Um membro da rede de hackers Chaos Computer Club (CCC) diz ter clonado a impressão digital de uma política alemã usando imagens feitas de seu dedo durante uma entrevista coletiva.

 

Jan Krissler garante que teria conseguido falsificar a impressão digital da ministra da Defesa da Alemanha, Ursula von der Leyen, a partir de fotos feitas com uma câmera fotográfica comum.

 

O caso parece reforçar a ideia, defendia por alguns especialistas, de que a biometria por impressão digital - que começou a ser usada em urnas eletrônicas no Brasil - deixou de ser um método seguro para proteger dados e identificar pessoas.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 20:52

E-mail novamente activo

Sábado, 26.04.14

Bem, depois de umas insistências, o meu e-mail foi reactivado, o que me agrada bastante!

 

Tenho que dar os parabéns a quem me tratou da resolução deste assunto, pois acreditaram que eu tinha razão, ou melhor, perceberam que eu não era o culpado pelo aparecimento do problema que causou a sua suspensão!

 

A este assunto diz respeito o seguinte post/ e-mail suspenso

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 15:04

Ministério Público sem site após ataque pirata

Sábado, 26.04.14

O site da Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa continua desactivado este sábado de manhã, na sequência de um ataque informático que divulgou dados pessoais de magistrados e funcionários do Ministério Público, como nomes, contactos telefónicos e endereços de email. 

Pelo menos até às 10h40 deste sábado, a página da internet da instituição apresentava uma mensagem de erro no browser a quem tentasse aceder.

Os problemas começaram sexta-feira, por volta das 17h00, segundo a notícia avançada em primeira mão pela Renascença, no dia em que se comemoraram os 40 anos do 25 de Abril.

O acesso à página foi bloqueado pelo movimento Anonymous, que expôs um ecrã com o fundo totalmente negro onde surgia uma máscara, habitualmente associada ao movimento, acompanhada de um cravo vermelho e a frase: “a informação é uma arma”.

Na página do Facebook dos Anonymous, o movimento diz que o ataque ao Ministério Público visa provar que, “se os procuradores não se conseguem defender a eles próprios, também não conseguem defender os cidadãos”.

A imprensa deste fim-de-semana diz que os piratas informáticos atacaram várias instituições e empresas, como a EDP, o CDS e a Polícia Judiciária, mas a Procuradoria de Lisboa foi a mais afectada. 

A Polícia Judiciária está já a investigar e uma eventual acção jurídica estará a ser ponderada.

 

 

In' RR

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 11:57

ISPs podem vir a ser obrigados a bloquear acesso a sites piratas

Quinta-feira, 27.03.14

Os fornecedores de acesso à Internet na Europa podem vir a ser legalmente obrigados a bloquear o acesso dos seus clientes a sites com conteúdos ilegais, segundo o Tribunal Europeu da Justiça

 

A ilação retira-se de um acordão daquele tribunal quanto a um litígio sobre o tema, remetido pelo Supremo Tribunal da Áustria, que considera que um fornecedor de Internet que permita o acesso a conteúdos protegidos disponibilizados publicamente por terceiros "é um intermediário cujos serviços são utilizados para infringir direitos de autor".

O Tribunal de Justiça sublinha, a este respeito, que a diretiva dos direitos de autor não exige que haja uma relação particular entre a pessoa que infringe o direito de autor e o intermediário contra quem pode ser emitido o pedido judicial.

"Também não é necessário provar que os clientes do fornecedor de acesso à Internet consultam, efetivamente, material protegido colocado no sítio Internet do terceiro, porque a diretiva exige que as medidas que os Estados-Membros devem tomar para lhe dar cumprimento tenham por objetivo não só pôr termo às violações de direitos de autor ou de direitos conexos, mas também evitá-las", pode ler-se.  

Reconhece no entanto que neste tipo de situação os direitos de autor entram em conflito com a liberdade da empresa e com a liberdade de informação dos internautas. "Quando vários direitos fundamentais estão em conflito, compete aos Estados-Membros zelar por que seja seguida uma interpretação do direito da União e do seu direito nacional que permita assegurar um justo equilíbrio entre esses direitos  fundamentais aplicáveis". 

No que respeita, mais especificamente, ao direito à liberdade de empresa de um fornecedor de acesso à Internet, o Tribunal entende que a referida injunção não parece afetar a própria essência desse direito, "uma vez que, por um lado, deixa ao seu destinatário a responsabilidade de determinar as medidas concretas a tomar para alcançar o resultado pretendido".

O Tribunal considera, portanto, que os direitos fundamentais em causa não se opõem ao pedido judicial, na dupla condição de as medidas adotadas pelo fornecedor de acesso não privem desnecessariamente os internautas da possibilidade de acederem de forma lícita à informação disponível e tenham como efeito impedir ou pelo menos dificultar o acesso não autorizado aos conteúdos protegidos.

 

 

 


Para visitar a fonte da informação clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 21:27




Pesquisar

 


subscrever feeds



Contacto

planetacultural@sapo.pt


Comunicado aos nossos leitores

1- Planeta Cultural é um Blog que tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular nas páginas da Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de Comunicação Social, que nem sempre será viável citar ou referenciar. Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo, o favor de me contactar via e-mail (constante no meu perfil público), na sequência de que procederei à sua imediata remoção.

2 - Os comentários expressos neste "Blog", vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste sítio, "Blog", pelo que, publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo. Reserva-me também o direito de eliminar qualquer comentário que possa considerar difamatório, ofensivo, calunioso ou prejudicial a terceiros, bem como textos de carácter promocional que também poderão ser excluídos.

Atenciosamente;

---------------------------------R. C.
-------------Administrador do Planeta Cultural

Quantos nos visitaram desde 13FEV2016?

-------------------------