Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Comentários recentes

  • Veegam

    Como obter Stellar Lumens gratis!https://steemit.c...

  • Firmino

    deus vê a quem a gente faz bem e depois no fim lev...

  • Planeta Cultural

    O ser humano consegue bem de longe ser pior que os...

  • Maribel Maia

    É com muita pena que leio notícias dessas!

  • Planeta Cultural

    .......deve ganhar pouco no Real de Madrid e preci...







Veja este sábado a maior chuva de estrelas da primavera

Terça-feira, 02.05.17

Espaço.jpg

A maior chuva de estrelas desta primavera vai atingir o ponto alto na madrugada de sábado, dia 6 de maio, mas o brilho da Lua vai ofuscar o fenómeno, conhecido como Eta Aquáridas.

 

Os meteoritos que se vão ver a atravessar o firmamento são partículas metálicas deixadas no rasto do cometa Halley, que gira em torno do Sol numa órbita que dura 76 anos.

 

Duas vezes por ano, atravessam a órbita terrestre e desintegram-se, o que é visível em todo o hemisfério sul da Terra, embora o cometa esteja a 44 anos de aparecer novamente.

 

Já são visíveis desde 19 de abril mas o ponto mais intenso decorrerá na madrugada de 5 para 6 de maio, podendo atingir 70 objetos por hora.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 20:02

Como parar um asteróide em rota de colisão com a Terra?

Sexta-feira, 16.12.16

Cientistas reunidos em uma conferência em San Francisco fizeram um alerta: o mundo não está preparado para lidar com a possível colisão de um asteroide contra o planeta no futuro - a não ser que sejam tomadas algumas medidas.

 

A boa notícia é que com a tecnologia atual, em teoria, seria possível evitar uma catástrofe como essas – diferente do que acontece com outras catástrofes, como terremotos e furacões.

 

Acredita-se que o impacto de um asteroide na Terra tenha causado a extinção dos dinossauros há milhares de anos. A comunidade científica vê os ateroides como ameaça para a humanidade, por isso há um grande esforço para monitorar a trajetória do maior número possível dessas grandes rochas espaciais.

 

Mas qual ação poderia ser tomada no caso de um desses asteroides entrar em rota de colisão com nosso planeta?

 

Segundo a cientista Cathy Plesco, do Laboratório Nacional Los Alamos, há duas respostas que poderiam ser colocadas em prática.

 

Uma delas é usar um tipo de bomba nuclear.

 

“O artefato explosivo nuclear seria lançado em um foguete no espaço profundo onde estaria o objeto. Em seguida, o artefato nuclear seria detonado ou na superfície do asteroide, ou logo abaixo da superfície, vaporizando parte dele e assim mudando a órbita do objeto de forma que ele não acerte a Terra”, disse ela.

 

A outra opção é usar um conceito de aparelho que a Nasa chama de “Kinetic Impactor” (algo como causador de impacto cinético). Na prática, trata-se de enviar uma ou mais espaçonaves de grandes proporções que se chocariam com o asteroide em alta velocidade.

 

“É basicamente uma bala de canhão gigante lançada em uma nave que colide com o objeto e faz com que o asteroide ou cometa perca massa e mude sua órbita o suficiente para não atingir a Terra”, disse ela.

 

Entretanto, de acordo com a Nasa, uma espaçonave dessas levaria 20 anos para ser construída.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 12:10

Dizem que o mundo pode acabar já no dia 28...

Terça-feira, 08.09.15

A Lua Vermelha prevista para a madrugada do dia 28 traz de volta as profecias do Apocalipse. Mas é muito provável que seja apenas uma oportunidade única de ver uma Super Lua e um eclipse lunar em simultâneo

lua-vermelha.jpg

Fenómenos astronómicos sempre deram azo a catstróficas profecias e a Lua Vermelha que ocorrerá na madrugada do próximo dia 28 de Setembro não é exceção.  

 

Mas que base têm estas teorias? Tudo que precisa de saber sobre a lua vermelha que fará uma aparição no final do mês de Setembro: 

 

  • O que é uma lua de sangue? 

 

Fãs da saga Twilight estarão familiarizados com o termo, mas não se deixem enganar, não tem nada a ver com vampiros.  

 

Uma lua de sangue é uma mera designação que descreve a coloração avermelhada que a Lua adquire durante o eclipse total. É um sinal causado pela reflexão da luz do sol na atmosfera terrestre - que a olho nu é vermelha. A lua de sangue adquire uma cor dourada, cobre e vermelho sujo dependendo da posição do sol - costuma estar baixo no céu ou perto do horizonte.  

 

Este ano, o fenómeno poderá ser ainda mais impressionante porque o eclispe ocorrerá em dia de Super Lua

 

  • O que é a profecia da lua de sangue?   

 

A hipótese foi levantada pelos famosos ministros cristãos John Hagee e Mark Blitz - quatro eclipses lunares consecutivos, que começaram em Abril de 2014, com seis luas cheias no meio - é o indicador do fim do mundo, alegadamente descrito na Bíblia Sagrada.  

 

A teoria da lua de sangue é interpretada pelo Book of Joel que diz: "o sol transformar-se-á em escuridão, e a lua em sangue, antes do grande e terrível dia do Senhor chegue."  

 

Alguns dizem que assinala um evento celestial, outros preveem que um asteroide catastrófico irá atingir a terra e provocar uma explosão que a destruirá por completo.

  

Efrain Rodriguez é um dos profetas autoproclamados que está convencido que recebeu uma mensagem de Deus - ele tinha tanta certeza que até escreveu para a NASA para lançar um alerta.  

 

  • O mundo poderá mesmo acabar dia 28?  

 

Segundo Rodriguez podemos começar a gritar já e a preparar o kit de sobrevivência. Ele diz que um asteroide com uma largura de cerca de 40 quilómetros atingirá Porto Rico, originará um terramoto com magnitude 12  e destruirá o resto do mundo como o conhecemos. 

 

Se Rodriguez tiver algum fundo de razão o resultado seria para lá de desastroso. O terramoto mais poderoso alguma vez registado matou 4,485 pessoas e deixou 2 milhões sem casa no Chile em 1960. Alcançou 9.5 na escalda de Richter.  

 

  • Então quando é que é provável que isto aconteça? 

 

Não existe data certa, mas o "fim do mundo" está agendado para o período entre os próximos dias 21 e 28.  

 

  • O que dizem os cientistas?  

 

Se não sabe no que acreditar e teme, nem que seja um bocadinho, que a profecia se torne verdade, não está sozinho. 

 

Tanta é a histeria à volta deste fenómeno que a NASA sentiu-se obrigada a fazer uma declaração para clarificar o assunto:  "Não existe nenhuma prova que um asteroide ou outro objeto celestial esteja numa trajetória que irá impactar com a Terra," disse Paul Chodas, do departamento de objetos perto da terra da NASA. "Na verdade, nem um objeto conhecido tem uma hipótese credível de atingir o nosso planeta no próximo século. Não há bases científicas, nem um traço de provas, que um asteroide ou outro objeto celestial atingirá a Terra nessas datas."

 

Para visitar a fonte da informação, clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 19:00

Astrônomos descobrem sistema com cinco sóis em Ursa Maior

Quarta-feira, 08.07.15

sol.jpg

Astrônomos britânicos anunciaram a descoberta de um sistema solar com nada menos que cinco sóis, na constelação de Ursa Maior.


Distante 250 mil anos-luz da Terra, o grupo de estrelas é inédito por conta de sua configuração: duas estrelas binárias e uma "simples", um agrupamento jamais antes encontrado.

 

A descoberta foi anunciada num encontro anual de astrônomos britânicos, na cidade de LLandudno, no País de Gales. Ela foi possível graças ao uso de um sistema robotizado de telescópios operando continuamente nos dois hemisférios terrestres - um nas Ilhas Canárias, próximo à Espanha, e outro em Sutherland, na África do Sul.


'Sol-satélite'

 

Os pares de binárias seguem uma órbita em torno do mesmo centro de gravidade, mas estão separados por uma distância de mais de 21 bilhões de quilômetros - mais de três vezes maior, por exemplo, que a separando Plutão do Sol.

 

Uma das estrelas duplas é o que a astronomia conhece como "binária de contato" - elas estão próximas o suficiente para se tocarem ou mesmo se fundirem, e compartilham da mesma exosfera (atmosfera externa).

 

O outro par está separado por 3 milhões de km. E conta com uma espécie de "sol-satélite".

 

Segundo um dos astrônomos que fizeram a descoberta, Marcus Lohr, o sistema solar pode conter planetas ou mesmo abrigar vida.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 20:18

A NASA paga-lhe se tiver ideias sobre como manter os humanos em Marte

Quinta-feira, 07.05.15

Pode ser você ou alguém lá de casa a avançar com a ideia. O que a Agência Espacial Norte-Americana quer saber são métodos que ajudariam na permanência de humanos no planeta vermelho.

Enviar humanos para Marte é um plano em todo a linha exigente: não só pelo desafio tecnológico, como pelo desafio psicológico e também social. Mas há muito mais que precisa de ser prevenido: por exemplo, não basta enviar astronautas para o planeta vermelho, é preciso tornar toda a missão sustentável.

E mesmo tendo alguns dos mais relevantes investigadores de todo o mundo a trabalhar consigo neste objetivo, a NASA sabe que por vezes as melhores ideias surgem de onde menos se espera.

A agência está por isso a lançar o desafio: quem tiver ideias que as partilhe e receberá o devido pagamento. A NASA tem 15 mil euros para as três melhores sugestões, sendo que o valor é dividido em partes iguais pelos distinguidos.

As ideias podem dizer respeito a várias áreas: abrigo, alimentação, oxigénio, comunicações, exercício, medicina e outras que sejam relevantes para a “sobrevivência” de humanos em Marte.

Para escolher as melhores ideias a NASA vai ter em conta a sua possibilidade técnica, a sustentabilidade económica e aquelas que garantirem a menor dependência possível com o planeta Terra. Pois tal como a organização norte-americana questiona: o que é preciso para transportar algo durante 225 milhões de quilómetros?

No comunicado onde revela a iniciativa, a NASA “descose-se” também num elemento interessante: o tempo mínimo de espaçço entre missões de reabastecimento deve ser de 500 dias, ou seja, poderá ser enviada uma nave de mantimentos para Marte sensivelmente a cada ano e meio.

Os interessados devem aceder à página oficial e submeter as respetivas ideias.

Recorda-se que a NASA tem planos para levar humanos a Marte naquela que será a próxima grande aventura espacial, sendo que atualmente já existem rovers no planeta a fazer recolha de dados, caso do Curiosity:

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 22:10

Asteroide enorme irá passar próximo da Terra na sexta-feira

Quinta-feira, 26.03.15

asteroide.jpg

 

Um asteroide de um quilómetro quadrado está a caminho da Terra; deve atingir o ponto mais próximo do planeta já na sexta-feira, segundo a agência espacial norte-americana (NASA).

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 16:54

Fósseis em Marte mostram existência de vida no planeta

Segunda-feira, 05.01.15

Fósseis em Marte.jpg

A geóloga norte-americana Nora Noffke, da Old Dominion University, afirmou num estudo publicado na revista Astrobiology que pode ter encontrado fósseis na superfície de Marte. Segundo Noffke as imagens captadas pelo robô Curiosity fotografaram uma formação semelhante à deixada por colónias de bactérias na Terra.

 

Estes fósseis são conhecidos pela sigla em inglês Miss (estruturas rudimentares induzidas por insectos). Para a pesquisadora esses fósseis indicam que pode ter havido vida microbiológica na água de Marte, que secou completamente em algum momento do passado.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 20:42

Indícios de vida extraterrestre recolhidos pela sonda Curiosity em Marte

Quarta-feira, 17.12.14

A sonda Curiosity detetou flutuações nos níveis de metano em Marte que não podem ser explicadas facilmente por motivos geológicos. Uma das teorias é de que estas flutuações indiciam a existência de vida no planeta vermelho.

curiosity.jpg

 

Também a justificação de que o metano possa ter sido trazido por outros cometas ou asteroides para Marte não é suficiente para os investigadores. «Por termos encontrado metano na atmosfera de Marte, não significa que tenhamos encontrado provas de vida em Marte, mas essa é uma das poucas hipóteses que estamos a considerar», afirmou John Grotzinger, um dos cientistas da missão Curiosity, citado pelo The Guardian.

 

Os sensores da Curiosity detetaram um aumento de dez vezes do nível de metano na atmosfera em determinados momentos. Os investigadores acreditam que o gás possa estar a ser expelido por algum organismo vivo. Uma fonte biológica, como um organismo vivo, ou uma fonte não biológica, como a interação entre água e as rochas, são as duas explicações possíveis para as oscilações nos níveis de metano. O metano na Terra é produzido maioritariamente por organismos vivos, mas existem várias outras origens possíveis.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 12:12

Meteorito de origem marciana pode ter carbono biológico

Terça-feira, 02.12.14

meteorito.jpg

Um pequeno meteorito de origem marciana, que caiu na Terra em 2011, poderá conter registos de carbono biológico, segundo os investigadores, reavivando o debate sobre a presença de formas de vida em Marte.

 

Proveniente de Marte, por um impacto de um asteroide, a rocha marciana denominada 'Tissint' terminou a sua trajetória num deserto de Marrocos no dia 18 de julho de 2011.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 22:58

Cientistas tentam captar sinais de sonda espacial

Sábado, 15.11.14

O chefe da missão da Agência Espacial Europeia que enviou uma sonda para o cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko, Paolo Ferri, disse que os cientistas estão observando sinais enviados pelo equipamento na manhã deste sábado, mas não acreditam que será possível estabelecer comunicação com a unidade em breve. Na sexta-feira, os controladores ordenaram que o módulo de exploração Philae realizasse uma manobra para tentar sair da cratera onde caiu e assim permitir que os painéis solares recarregassem as baterias.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 12:39



Pesquisar

 


subscrever feeds



Contacto

planetacultural@sapo.pt


Comunicado aos nossos leitores

1- Planeta Cultural é um Blog que tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular nas páginas da Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de Comunicação Social, que nem sempre será viável citar ou referenciar. Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo, o favor de me contactar via e-mail (constante no meu perfil público), na sequência de que procederei à sua imediata remoção.

2 - Os comentários expressos neste "Blog", vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste sítio, "Blog", pelo que, publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo. Reserva-me também o direito de eliminar qualquer comentário que possa considerar difamatório, ofensivo, calunioso ou prejudicial a terceiros, bem como textos de carácter promocional que também poderão ser excluídos.

Atenciosamente;

---------------------------------R. C.
-------------Administrador do Planeta Cultural

Quantos nos visitaram desde 13FEV2016?