Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Comentários recentes

  • Veegam

    Como obter Stellar Lumens gratis!https://steemit.c...

  • Firmino

    deus vê a quem a gente faz bem e depois no fim lev...

  • Planeta Cultural

    O ser humano consegue bem de longe ser pior que os...

  • Maribel Maia

    É com muita pena que leio notícias dessas!

  • Planeta Cultural

    .......deve ganhar pouco no Real de Madrid e preci...







UE recruta tradutores de português com salário base superior a 4 mil euros

Terça-feira, 11.08.15

As instituições da União Europeia estão a recrutar tradutores cuja língua materna é o português para exercer funções, em permanência, em Bruxelas ou no Luxemburgo.

 

De acordo com um comunicado à imprensa, as candidaturas estão abertas até às 12 horas de 1 de Setembro. O número de candidatos aprovados por concurso é de 36, segundo o anúncio publicado no Jornal Oficial da União Europeia.

 

O recrutamento é dirigido aos licenciados (diploma de, pelo menos, três anos) que pertençam a um dos Estados-membros e que tenham como língua materna o português. Devem ainda ter conhecimento profundo de outras duas línguas da UE, incluindo o inglês, francês e/ou alemão.

 

Não é exigida experiência profissional, mas os candidatos terão de prestar provas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 16:29

Quatro milhões investidos e 190 postos de trabalho criados no Sabor e Tua

Terça-feira, 29.07.14

Os programas de empreendedorismos lançados pela EDP em torno das barragens do Sabor e do Tua, em Trás-os-Montes, ajudaram a criar 54 empresas, 190 postos de trabalho com um investimento privado superior a quatro milhões de euros.

Os dados foram avançados esta terça-feira pelo administrador da empresa Ferreira da Costa na cerimónia do Prémio Empreende Tua que apresentou ao mercado 30 novos planos de negócio de 40 empreendedores com potencial para criarem 80 postos de trabalho.

Estas novas iniciativas ainda não passam de projetos idênticos aos que nos últimos quatro anos avançaram para a constituição de 54 empresas e que tiveram início na formação e apoio logístico dos programas de empreendedorismo para ajudar a criar emprego e desenvolvimento económico nas zonas de abrangência das barragens.

O administrador explicou que «a EDP não promove estes programas no sentido do financiamento, mas sim da capacitação de todos aqueles que querem participar» e já somaram «mais de 500 beneficiários, já foram apresentadas 200 ideias de negócio, 220 empreendedores receberam formação específica, estão a ser elaborados 120 planos de negócio e foram apresentados 108 projetos».

Deste conjunto total, «resultou a criação de 190 postos de trabalho, um investimento privado inicial superior a quatro milhões de euros, um potencial de volume de negócios anual na ordem dos nove milhões de euros».

«Em termos daquilo que a EDP investiu na criação do programa e aquilo que é o volume de negócios anuais, temos uma alavancagem de 22 vezes aquilo que foi o investimento inicial neste programa», enfatizou.

O administrador sublinhou ainda que «a taxa de sucesso é superior» às expectativas iniciais relativamente às empresas criadas, já que apenas uma das 54 instaladas nos últimos quatro anos não continua a laborar.

As ideias de negócio apresentadas estão sobretudo ligadas ao agroturismo, agroindústria, turismo rural e desenvolvimento de produtos regionais.

A empresa nota ainda «um número crescente de participantes de fora da região», embora seja ainda uma minoria em relação ao universo de interessados.

 

 

In' TVI24

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 21:41

São Paulo oferece mais de 27 mil vagas de emprego nesta semana

Terça-feira, 20.05.14

Os trabalhadores que procuram emprego no Estado de São Paulo têm nesta semana um total de 27.223 oportunidades. As vagas contemplam todos os níveis de escolaridade, desde quem não terminou o ensino fundamental até para os que já completaram o ensino superior.

A zona central da capital concentra o maior número de chances (2.797), seguida das zonas sul, oeste e leste, com 1.358, 1.236 e 1.200 oportunidades, respectivamente. A zona norte tem o menor número de vagas: 1.198.

Os salários começam no valor mínimo permitido por lei (R$ 724) e são para consultor de vendas (150), atendente de lanchonete (50) e operador de telemarketing (20), que não exigem experiência anterior, apenas ensino médio incompleto.

Oportunidades para profissionais sem ensino superior pagam salários acima de R$ 20 mil

Já o mais alto salário, de R$ 4.500, é oferecido para supervisor de manutenção industrial (1), que exige, pelo menos, seis meses de experiência na área e ensino superior completo.

Outro cargo com remuneração atraente está disponível para caseiro (5). Para preencher a função, que paga salário de R$ 4.000, o profissional deve ter seis meses de experiência na atividade e ensino fundamental incompleto.

As seleções de candidatos da semana também se estendem à Grande São Paulo e à região do ABC, nas quais há 220 chances de trabalho.

No Estado, há outras 19.214 vagas oferecidas por meio do Emprega São Paulo. Para se candidatar a essas vagas, acesse o site, crie um login, senha e informe os dados solicitados. Outra opção é comparecer a um PAT (Posto de Atendimento ao Trabalhador) com RG, CPF, PIS e Carteira de Trabalho.

Veja no mapa abaixo a distribuição de vagas pelas regiões da cidade.

Onde encontrar as vagas:

O Emprega São Paulo e o PAT (Posto de Atendimento ao Trabalhador) oferecem vagas pelowww.empregasaopaulo.sp.gov.br ou em um de seus 240 endereços.

O CAT (Centro de Apoio ao Trabalho) é o serviço da Prefeitura de São Paulo destinado a dar suporte ao trabalhador. Além do currículo, é preciso levar documento de identidade, CPF, carteira de trabalho e o número do PIS/PASEP/NIS/NIT (caso não possua, será cadastrado na hora).

CAT São Miguel Paulista
Avenida Imperador, 1.900

CAT Santana
Rua Voluntários da Pátria, 1.553

CAT Lapa I
Rua Monteiro de Melo, 342

CAT Interlagos
Avenida Interlagos, 6.122

CAT Jabaquara
Avenida Eng. Armando de Arruda Pereira, 2.314

CAT Parelheiros
Rua Sadamu Inoue, 5.252

Mais endereços: www.prefeitura.sp.gov.br/trabalho

 

 

 


Para visitar a fonte da informação clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 20:04

Melhores empresas para trabalhar estão a contratar

Segunda-feira, 14.04.14

 

Os prémios "Great Place do Work" (Melhor empresa para Trabalhar) 2014 foram atribuídos, em Portugal, à Cisco Systems Portugal (categoria entre 100 e 250 colaboradores), à portuguesa Gatewit (menos de 100 colaboradores), e à Microsoft Portugal (mais de 250 colaboradores). E o melhor é que estas três empresas estão, atualmente, a recrutar.

 
As três empresas foram distinguidas por promoverem um ambiente de trabalho de excelência, fomentando um negócio mais sustentável.

Além de desta distinção, atribuída em Abril, no espaço de uma década (2003/2013), a Cisco e a Microsoft obtiveram mais de 20 distinções na Lista Europeia do "Great Place to Work Institute" e contribuíram para as respetivas marcas serem três vezes destacadas na Lista Global.

Atualmente, as três empresas são candidatas às Listas Europeias e à Lista Global de 2014, que serão divulgadas em Junho e Outubro, respetivamente.

O crescimento sustentável destas empresas, tem garantido a contratação permanente de novos colaboradores e, neste momento, as três empresas estão a recrutar. 
.
Três melhores empresas estão a recrutar  
.
Só a portuguesa Gatewit (atualmente presente em oito países) tem, neste momento, sete vagas para Portugal. Software developer, gestor de negócios, gestor comercial, contabilista, marketeer, consultor e assessor são as sete áreas para as quais a empresa, líder nacional de plataformas de comércio eletrónico, está a recrutar.

Também a gigante Microsoft está a recrutar trabalhadores para Portugal. Especial destaque para as vagas destinadas a recém-licenciados, anunciadas esta semana. Este 'recrutamento jovem' destina-se a várias áreas e vai integrar os recém-licenciados, durante um ano, na multinacional.

A Cisco tem vagas para vários países (sendo que a maior parte das vagas são para os EUA) e em várias áreas. Há até um recrutamento para a sede portuguesa. No nosso país, a Cisco quer contratar um "Global Virtual Sales System Engineer" que será responsável por descrever e apresentar à equipa comercial da Cisco as vantagens e características dos produtos da empresa. 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 19:36

PCP considera inaceitável promulgação da lei das 40 horas de trabalho

Quarta-feira, 28.08.13
O PCP considerou inaceitável a Lei avançada pelo Governo e já promulgada pelo Presidente da República para aumentar o horário de trabalho no Estado de 35 para 40 horas semanais, apelando à luta de todos os trabalhadores.
 

"Consideramos que se trata de uma decisão inaceitável, quer do Governo quer do senhor Presidente da República, que deve ser combatida pela luta dos trabalhadores", afirmou esta quarta-feira, em declarações à Lusa, João Dias Coelho, membro da comissão política do PCP.

 

Cavaco Silva promulgou na quinta-feira o diploma que estipula o aumento do horário de trabalho no Estado de 35 para 40 horas semanais, de acordo com informação disponibilizada na página do Parlamento na Internet.

 

Este diploma foi aprovado em votação final global a 29 de Julho, com votos da maioria PSD/CDS-PP e os votos contra de toda a oposição.

 

Para o PCP, a promulgação desta lei "confirma o apoio do senhor Presidente da República à linha do Governo de prosseguir o aumento da exploração dos trabalhadores e contribuir para o aumento do desemprego, tendo o Estado como seu promotor directo, num País mais que fustigado pelo desemprego, que está a provocar tanta fome, tanta miséria, tanta destruição de vidas".

 

Segundo adiantou, "o aumento do horário de trabalho das 35 para as 40 horas constitui mais um roubo nos salários, em cerca de 14%. Ou seja, os trabalhadores passam a trabalhar mais, por menos dinheiro".

 

João Dias Coelho defendeu que, ao promulgar a lei, Cavaco Silva "torna-se co-responsável por mais esta decisão do Governo".

 

Questionado sobre um possível pedido de fiscalização sucessiva da constitucionalidade desta lei, o dirigente comunista admitiu "não colocar de lado nenhuma possibilidade que vise a defesa dos direitos dos trabalhadores, utilizando todos os instrumentos institucionais e constitucionais", mas sublinhou que "o elemento decisivo é a luta e a resistência dos trabalhadores".

 

"Fazemos um apelo muito forte à unidade dos trabalhadores, à sua luta, em defesa dos seus direitos, contra a exploração, em defesa da sua dignidade enquanto trabalhadores", reiterou.

 

A lei determina que o período normal de trabalho diário dos trabalhadores do Estado passe de sete para oito horas por dia. No total, os funcionários terão um aumento do horário de trabalho de 35 para 40 horas semanais já este ano.

 

Esta alteração será integrada na nova Lei Geral do Trabalho da Função Pública, que o Executivo começou a discutir com as estruturas sindicais da Função Pública no início de Julho e que tenciona implementar em Janeiro de 2014.

 

A proposta de lei sobre o aumento do horário de trabalho para as 40 horas semanais foi considerada inconstitucional pelos sindicatos da Função Pública.

 

O diploma foi enviado na quarta-feira para a Imprensa Nacional Casa da Moeda (INCM), devendo entrar em vigor 30 dias depois de ser publicado em Diário da República.

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 11:09

Un arquitecto en el paro, obligado a vivir bajo el puente que él mismo diseñó

Sexta-feira, 16.08.13

"Lo más jodido de dormir aquí es que no dejo de verle defectos al puente. Ahora lo haría de otra manera”, explica Ricardo Bravo, arquitecto e ingeniero en el paro cuya ruina económica le obliga a vivir bajo el puente que él mismo diseñó hace seis años, poco antes de que estallara la burbuja inmobiliaria.

 

Ubicado en la autovía C-17 que une Barcelona y Ripoll, este puente de hormigón es el único refugio en el que puede resguardarse de las inclemencias sintiéndose en su casa. “Hay otros puentes mejores y más aislados, pero este al menos es mío”, dice el arquitecto.

 

Bravo ha tenido que ganarse a pulso su derecho a pernoctar en este espacio. “Vinieron dos mendigos de Torelló dispuestos a echarme. Les enseñé los planos del proyecto, firmados por mí y con el sello oficial del ayuntamiento, pero me los quitaron y los usaron para envolver el bocadillo. Al final nos dimos varias patadas y, como estaban muy borrachos, se fueron dando tumbos”, explica.

 

Desde entonces, cuando algún transeúnte pasa por encima de su puente, él no tarda en reivindicar su autoría. “No es por hacerme el chulo, pero ese puente lo hice yo”, aclara a cualquiera que se acerque por allí. “A veces sonríen y siguen caminando y otras veces me insultan y me tiran piedras. Va como va”, reconoce.

 

También discute con los jóvenes que ocasionalmente acuden para estampar sus grafitis en las paredes del puente. “Ahora ya me conformo con que lo pinten cuando yo no estoy. Que lo hagan delante de mis narices me parece una falta de respeto a mi trabajo y a toda la profesión”, declara.

 

El arquitecto considera que su trayectoria es “un ejemplo de que la arquitectura tiene que estar al servicio de las personas. Se puede vivir en la miseria de forma ecosostenible, en espacios acogedores que de alguna manera reflejen la personalidad del miserable que ha ido a parar a ellos”.

 

Si volviera a empezar, Ricardo se dedicaría a proyectar sitios en los que caerse muerto. “Cada vez hay más demanda”, insiste.

 

Lamentablemente, la profesión está muy saturada y hay pocas opciones de realización profesional: “Los mejores proyectos se los encargan a tres o cuatro. Y en la calle pasa lo mismo: cuatro desgraciados con enchufe se reparten los mejores sitios para dormir mientras los demás tenemos que ir trampeando”.

 

De momento, Ricardo pasa los días buscando comida y trabajando en el diseño de una pista de pádel anexa al puente para cuando vuelvan los buenos tiempos.

 

 

 Para visitar la fuente de la información, haga clic aquí

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 13:20

Saúde anuncia abertura de 437 vagas para médicos nas zonas mais carenciadas

Sexta-feira, 02.08.13

O Ministério da Saúde anunciou hoje a abertura de 437 vagas para a contratação de médicos para "colmatar as carências de profissionais nas instituições do Serviço Nacional de Saúde (SNS) localizadas nas zonas mais periféricas do país".

 

A abertura dos procedimentos concursais, para médicos que concluíram a sua formação na especialidade no final de maio, foi autorizada por despacho do secretário de Estado da Saúde a 01 de agosto.

 

"Esta abertura de vagas para a contratação de recursos médicos teve em consideração as carências de especialistas existentes ao nível de cada especialidade e instituição, que já estavam identificadas, tendo em consideração os aspectos organizativos da estruturação da rede hospitalar e as situações mais críticas sinalizadas por cada uma das Administrações Regionais de Saúde (ARS)", lê-se em comunicado da Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS).

 

A tutela procurou "abranger o maior número possível de instituições e colmatar as necessidades das instituições de saúde localizadas em zonas mais periféricas (interior norte, interior centro, Alentejo e Algarve), o que levou a que a estas instituições fossem atribuídas 45,3 por cento das vagas que serão colocadas a concurso".

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 20:58

Banif fecha 42 balcões em 18 meses

Segunda-feira, 29.07.13

Banco diz que encerramentos vão continuar

 

O Banif fechou 42 balcões entre janeiro de 2012 e junho deste ano, disse esta segunda-feira o presidente do banco, que perspetivou ainda que o plano de reestruturação do Banif deverá ser fechado com Bruxelas em «setembro ou outubro».

O Banif ainda está a negociar o plano de reestruturação com a Direção-Geral da Concorrência europeia, um documento obrigatório para os bancos que receberam dinheiros públicos.

Depois de Caixa Geral de Depósitos, BCP e BPI terem fechado os seus planos na semana passada, Jorge Tomé disse hoje que o do Banif - que começou a ser negociado cerca de seis meses depois dos outros bancos portugueses - deverá ser concluído em «setembro ou outubro» e que o que falta são sobretudo questões operacionais, nomeadamente como vai Bruxelas monitorizar se o Banif está a cumprir o acordado.

O plano de reestruturação define as linhas estratégicas do Banif até 2017, sendo já conhecido que o banco vai ter de sair de muitas das operações internacionais, à exceção do negócio da emigração.

Na atividade em Portugal, vai focar-se na banca de retalho na Madeira e nos Açores e nas pequenas e médias empresas e terá de reduzir os seus custos, incluindo com o fecho de balcões e saída de pessoal.

«Os balcões que não têm rentabilidade vamos ter de os fechar», disse hoje Jorge Tomé aos jornalistas, à margem da apresentação dos resultados do aumento de capital, recusando confirmar se o plano negociado com Bruxelas implica o encerramento de cerca de 100 balcões.

«O ano passado e este ano já fechamos 42 balcões e esse processo é para continuar», acrescentou apenas o presidente do Banif.

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 21:52

Google e Youtube procuram trabalhadores que falem português

Sábado, 27.07.13

O Google e o Youtube procuram trabalhadores que falem fluentemente português e inglês. Nenhuma das duas empresas, que pertencem ao mesmo grupo, especifica quantas são as vagas disponíveis.

No caso do Google, as oportunidades de emprego são para coordenadores na a área de Recursos Humanos. Além de falarem inglês e português fluentemente, os candidatos devem ter visto para trabalhar em Austin e Nova Iorque, nos Estados Unidos.

O motor de pesquisa tem ainda outros requisitos: os candidatos devem ser licenciados, criativos, dinâmicos, saber trabalhar em equipa, ter facilidade em trabalhar com contas, e experiência prévia em funções semelhantes.

Os escolhidos terão a função de escolher os profissionais que posteriormente integrarão os quadros da empresa.

Já o Youtube, procura trabalhadores para a equipa de Apoio ao Cliente em San Bruno, na California, e em Dublin, na Irlanda.

O site de partilha de vídeos procura também candidatos licenciados, com experiência profissional prévia e, mais uma vez, ser dinâmicos e pro-ativos.

Os escolhidos terão a responsabilidade de atender os utilizadores e subscritores premium do canal, e gerir e resolver os problemas apresentados.

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 13:24

Apenas três professores conseguiram vínculo ao ministério

Segunda-feira, 22.07.13

Dos mais de 45 mil docentes candidatos a um lugar nos quadros  do Ministério da Educação, apenas três conseguiram vincular: dois de Espanhol e  um de Educação Moral e Religiosa.

 

Para os restantes 45.428 candidatos - o universo varia  entre quem nunca deu aulas e os que acumulam mais de 10 anos de contratos -  resta agora a segunda etapa do concurso para tentar conseguirem um  contrato. Mas essa hipótese só estará ao alcance de uma minoria.

 

Para os lugares temporários que forem  ainda abertos, há um outro grupo de candidatos que passa à frente de  qualquer contratado. É o caso dos professores dos quadros de zona pedagógica  (qzp) e os que têm horário-zero (sem turma atribuída).

 

No caso dos QZP, a primeira etapa do concurso também não trouxe  boas notícias. Dos quase 12 mil que se apresentaram a concurso, apenas 188  conseguiram tornar-se efetivos num agrupamento ou escola em vez de andarem  a circular por toda uma área, que se tornou a partir deste ano muito maior,  com a redução dos QZP para metade. 

 

Os 11 mil QZP que não o conseguiram concorrem agora à  mobilidade interna, à procura de uma escola para os próximos quatro anos  letivos, quando se realizará novo concurso. O mesmo acontece com os  horários-zero, que ainda não se sabe quantos serão.

 

Houve ainda pouco mais de mil professores dos quadros de  escola que conseguiram mudar para outro agrupamento.

 

No total, estiveram envolvidos no concurso de professores  75.400 candidatos e apenas 1350 conseguiram alterar de alguma forma a sua  condição.

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui  

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 19:26



Pesquisar

 


subscrever feeds



Contacto

planetacultural@sapo.pt


Comunicado aos nossos leitores

1- Planeta Cultural é um Blog que tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular nas páginas da Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de Comunicação Social, que nem sempre será viável citar ou referenciar. Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo, o favor de me contactar via e-mail (constante no meu perfil público), na sequência de que procederei à sua imediata remoção.

2 - Os comentários expressos neste "Blog", vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste sítio, "Blog", pelo que, publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo. Reserva-me também o direito de eliminar qualquer comentário que possa considerar difamatório, ofensivo, calunioso ou prejudicial a terceiros, bem como textos de carácter promocional que também poderão ser excluídos.

Atenciosamente;

---------------------------------R. C.
-------------Administrador do Planeta Cultural

Quantos nos visitaram desde 13FEV2016?