Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Posts mais comentados


Comentários recentes

  • Firmino

    deus vê a quem a gente faz bem e depois no fim lev...

  • Planeta Cultural

    O ser humano consegue bem de longe ser pior que os...

  • Maribel Maia

    É com muita pena que leio notícias dessas!

  • Planeta Cultural

    .......deve ganhar pouco no Real de Madrid e preci...

  • Sam

    Para quem gosta de redes sociais e quer ganhar uns...







Investigadores portugueses descobrem células que sinalizam doenças autoimunes

Domingo, 13.08.17

Investigadores do Instituto de Medicina Molecular (IMM) de Lisboa descobriram um novo tipo de células reguladoras do sangue humano, as células T reguladoras foliculares, que funcionam como indicadores de doenças autoimunes.

 

As células, segundo a investigação, são formadas sempre que existe produção de anticorpos. Aumentam transitoriamente após uma vacina mas estão sempre em grande quantidade em pessoas com síndrome de Sjögren, uma doença crónica inflamatória autoimune.

 

Doenças autoimunes são aquelas em que o sistema imunitário em vez de proteger o corpo humano de agressões exteriores, produz anticorpos para atacar e destruir órgãos e estruturas que fazem naturalmente parte do organismo.

 

A equipa de investigadores, liderada por Luís Graça, descobriu que as células T reguladoras foliculares são um marcador de respostas imunitárias mas não são um indicador direto da capacidade de produção de anticorpos, como se explica nos resultados da investigação hoje publicados na revista Science Immunology.

 

Em declarações à Lusa, Luís Graça explicou que o trabalho permitiu identificar uma diferença entre as células T reguladoras foliculares que estão no sangue e as que estão em determinados tecidos, no sangue são imaturas e não cumprem a função de regulação e nos tecidos estão completamente formadas.

 

Leia mais aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 11:11

Cientistas portugueses descobrem que há órgãos que envelhecem mais cedo do que outros

Sábado, 23.01.16

Cientistas portugueses descobriram, numa experiência com peixes-zebra, que há órgãos como o intestino que envelhecem mais cedo, devido ao ritmo acelerado dos "relógios moleculares" das células, que leva ao aparecimento de lesões.

 

O trabalho, conduzido por investigadores do Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC), foi publicado na revista PLOS Genetics.

 

Os "relógios moleculares" das células são os telómeros, as pontas dos cromossomas que asseguram que não há perda de qualquer material genético durante a divisão celular num tecido ou órgão como o intestino, o músculo, o sangue ou os rins.

 

Acontece que, com o avançar da idade, os telómeros, estruturas protetoras do genoma (código genético), vão encurtando, em resposta às contínuas divisões de células, expondo, assim, o genoma a danos.

 

Para manterem um tamanho normal, as extremidades dos cromossomas teriam de ser alongadas pela enzima telomerase. Só que a maioria das células do corpo "desliga esta enzima" no momento em que uma pessoa nasce, esclarece o IGC em comunicado.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 11:12

Dormir de lado pode evitar doenças como o Alzheimer

Quinta-feira, 24.09.15

Um grupo de cientistas da Universidade de Stony Brook, nos Estados Unidos, descobriu que dormir de lado ajuda a diminuir as probabilidades de desenvolver Alzheimer, Parkinson e outras doenças neurológicas.

 

De acordo com o estudo, publicado no “Journal of Neuroscience”, o cérebro consegue eliminar resíduos com mais eficiência quando se dorme nesta posição do que de costas ou de bruços. A pesquisa foi realizada em ratos, cujo cérebro é similar ao dos humanos.

 

O cérebro tem um sistema complexo para limpar soluções químicas prejudiciais que funciona de forma parecida com o sistema linfático, denominado de sistema glinfático por investigadores da Universidade Rochester em 2012.

 

Este sistema possui uma espécie de scanner para fazer a “drenagem” de substâncias indesejadas. O nome vem das células glia, do cérebro, que administram este sistema.

 

“Com esta descoberta, acreditamos que a postura do corpo e a qualidade do sono devem ser consideradas nos diagnósticos e ajudar no entendimento sobre a limpeza de proteínas prejudiciais ao cérebro que podem contribuir ou causar doenças neurológicas”, afirmou Helene Benveniste, da Universidade de Stony Brook.

 

A especialista salienta que, apesar da descoberta, ainda é preciso fazer testes em humanos. Na pesquisa foram usadas ressonâncias magnéticas de contraste dinâmico para observar esse sistema.

 

Os resíduos do cérebro incluem amiloides e proteínas tau, substâncias químicas que afetam o processamento do cérebro de forma negativa quando se acumulam. A pesquisa contou, ainda, com a contribuição de cientistas da Universidade de Rochester, que recorreram à microscopia fluorescente e marcadores radioativos para validar os dados da ressonância e analisar a influência da postura na eliminação de amiloides do cérebro.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 12:35

Cientistas descobrem vírus que protege contra aids

Quinta-feira, 17.09.15

Há mais de uma década, cientistas descobriram que um vírus chamado GBVC tem a misteriosa capacidade de reduzir a progressão da aids em indivíduos com HIV. Agora, um grupo de cientistas, com participação brasileira, desenvolveu um modelo em macacos que permitirá estudar a infecção pelo GBVC e desvendar qual é a estratégia do vírus para impedir o desenvolvimento da aids. O estudo foi publicado na quarta-feira (16) na revista Science Translational Medicine.

Em 2009, uma equipe liderada por Esper Kallás, professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), descobriu que há uma sinergia na interação entre os vírus GBVC e HIV. "É algo inusitado. O GBVC reduz a inflamação causada pela infecção do HIV. Ele funciona como uma espécie de vírus protetor", disse Kallás à reportagem.

No estudo atual, feito pelo grupo de Kallás em parceria com cientistas da Universidade de Wisconsin (EUA), os pesquisadores conseguiram desenvolver pela primeira vez um modelo que simula, em macacos, a infecção pelo GBVC.

"Com o novo modelo, vamos poder estudar a infecção em experimentos e entender exatamente o processo de proteção usado pelo GBVC. Depois vamos investigar se esse processo pode resultar em novas terapias para a aids".

Além da proteção contra a aids, o GBVC tem outras características incomuns: ao contrário de outros vírus, ele não causa doenças, nem é eliminado do corpo do hospedeiro. Embora ele seja bastante comum - ocorre em até 8% da população mundial em geral e em até 25% das pessoas com HIV - pela falta de um modelo que permita estudar sua infecção em animais, ainda não se sabe como ele faz para impedir a progressão da aids.

Segundo Kallás, a descoberta do GBVC está associada a pesquisas sobre os vírus causadores da hepatite. Nas décadas de 80 e 90, muitos cientistas estudaram as causas das hepatites que não são provocadas pelos vírus A e B.

"No fim da década de 80 foi descrito o vírus da hepatite C. A partir daí, foram descobertos os vírus da hepatite Delta e hepatite E. Mais tarde, descobriram o que se pensava inicialmente ser o vírus da hepatite G. Mas este último vírus, muito frequente, não estava ligado à hepatite: era o GBVC", explicou Kallas.

Quando os cientistas ainda estavam estudando se o novo vírus tinha relação com a hepatite, examinaram registros sobre pacientes com aids para descobrir se ele interferia na progressão da doença.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 20:53

Cientista português diz que cérebros de dois animais podem trabalhar em conjunto

Sexta-feira, 10.07.15

ciencia.jpg

O cientista Miguel Santos Pais Vieira é o primeiro autor do estudo publicado na revista Scientific Reports, que mostra como os cérebros de dois ou mais animais podem trabalhar em conjunto, como parte de um sistema computacional

 

Em dois estudos separados assinados com os seus colegas da Universidade de Duke, nos Estados Unidos, Pais Vieira explora o conceito de 'brainet', ou Internet cerebral, numa tradução livre para o português.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 19:45

Astrônomos descobrem sistema com cinco sóis em Ursa Maior

Quarta-feira, 08.07.15

sol.jpg

Astrônomos britânicos anunciaram a descoberta de um sistema solar com nada menos que cinco sóis, na constelação de Ursa Maior.


Distante 250 mil anos-luz da Terra, o grupo de estrelas é inédito por conta de sua configuração: duas estrelas binárias e uma "simples", um agrupamento jamais antes encontrado.

 

A descoberta foi anunciada num encontro anual de astrônomos britânicos, na cidade de LLandudno, no País de Gales. Ela foi possível graças ao uso de um sistema robotizado de telescópios operando continuamente nos dois hemisférios terrestres - um nas Ilhas Canárias, próximo à Espanha, e outro em Sutherland, na África do Sul.


'Sol-satélite'

 

Os pares de binárias seguem uma órbita em torno do mesmo centro de gravidade, mas estão separados por uma distância de mais de 21 bilhões de quilômetros - mais de três vezes maior, por exemplo, que a separando Plutão do Sol.

 

Uma das estrelas duplas é o que a astronomia conhece como "binária de contato" - elas estão próximas o suficiente para se tocarem ou mesmo se fundirem, e compartilham da mesma exosfera (atmosfera externa).

 

O outro par está separado por 3 milhões de km. E conta com uma espécie de "sol-satélite".

 

Segundo um dos astrônomos que fizeram a descoberta, Marcus Lohr, o sistema solar pode conter planetas ou mesmo abrigar vida.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 20:18

Ébola Medicamento experirmental salva macacos infetados

Quarta-feira, 22.04.15

Um medicamento experimental salvou a vida de macacos infetados com a estirpe Makona do vírus Ébola, a mesma que foi responsável pela epidemia na Guiné-Conacri, Libéria e Serra Leoa, revela um estudo hoje divulgado.

 

De acordo com os investigadores, esta foi a primeira vez que se testou nestes animais um tratamento para a estirpe Makona do vírus hemorrágico que mata macacos e humanos.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 20:48

Indícios de vida extraterrestre recolhidos pela sonda Curiosity em Marte

Quarta-feira, 17.12.14

A sonda Curiosity detetou flutuações nos níveis de metano em Marte que não podem ser explicadas facilmente por motivos geológicos. Uma das teorias é de que estas flutuações indiciam a existência de vida no planeta vermelho.

curiosity.jpg

 

Também a justificação de que o metano possa ter sido trazido por outros cometas ou asteroides para Marte não é suficiente para os investigadores. «Por termos encontrado metano na atmosfera de Marte, não significa que tenhamos encontrado provas de vida em Marte, mas essa é uma das poucas hipóteses que estamos a considerar», afirmou John Grotzinger, um dos cientistas da missão Curiosity, citado pelo The Guardian.

 

Os sensores da Curiosity detetaram um aumento de dez vezes do nível de metano na atmosfera em determinados momentos. Os investigadores acreditam que o gás possa estar a ser expelido por algum organismo vivo. Uma fonte biológica, como um organismo vivo, ou uma fonte não biológica, como a interação entre água e as rochas, são as duas explicações possíveis para as oscilações nos níveis de metano. O metano na Terra é produzido maioritariamente por organismos vivos, mas existem várias outras origens possíveis.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 12:12

Cientistas descodificaram genoma de duas espécies de pinguins

Terça-feira, 16.12.14

pinguins.jpg

 

Uma equipa internacional de cientistas sequenciou pela primeira vez os genomas de duas subespécies de pinguim da Antárctida: o pinguim-imperador e o pinguim-de-adélia. O mapeamento vai permitir agora perceber como estas duas subespécies lidaram com o ambiente hostil da Antárctida no passado, como se adaptaram ao longo do tempo às alterações climáticas e como se vão adaptar no futuro.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 20:21

Descoberto mecanismo genético de uma "cura espontânea" de VIH

Terça-feira, 04.11.14

Cientistas franceses disseram hoje ter descoberto o mecanismo genético de uma "cura espontânea" em dois homens infetados com o vírus da imunodeficiência humana (VIH) e propuseram uma nova estratégia para combater a SIDA.

 

A descoberta é baseada no estudo de dois homens infetados com o VIH que nunca desenvolveram sintomas de SIDA. O vírus permaneceu nas células do sistema imunitário, mas foi inativado porque o seu código genético foi alterado, segundo os investigadores.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 18:55



Pesquisar

 




Contacto

planetacultural@sapo.pt


Comunicado aos nossos leitores

1- Planeta Cultural é um Blog que tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular nas páginas da Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de Comunicação Social, que nem sempre será viável citar ou referenciar. Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo, o favor de me contactar via e-mail (constante no meu perfil público), na sequência de que procederei à sua imediata remoção.

2 - Os comentários expressos neste "Blog", vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste sítio, "Blog", pelo que, publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo. Reserva-me também o direito de eliminar qualquer comentário que possa considerar difamatório, ofensivo, calunioso ou prejudicial a terceiros, bem como textos de carácter promocional que também poderão ser excluídos.

Atenciosamente;

---------------------------------R. C.
-------------Administrador do Planeta Cultural

Quantos nos visitaram desde 13FEV2016?