Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Posts mais comentados


Comentários recentes

  • Veegam

    Como obter Stellar Lumens gratis!https://steemit.c...

  • Firmino

    deus vê a quem a gente faz bem e depois no fim lev...

  • Planeta Cultural

    O ser humano consegue bem de longe ser pior que os...

  • Maribel Maia

    É com muita pena que leio notícias dessas!

  • Planeta Cultural

    .......deve ganhar pouco no Real de Madrid e preci...







Investigadores portugueses descobrem células que sinalizam doenças autoimunes

Domingo, 13.08.17

Investigadores do Instituto de Medicina Molecular (IMM) de Lisboa descobriram um novo tipo de células reguladoras do sangue humano, as células T reguladoras foliculares, que funcionam como indicadores de doenças autoimunes.

 

As células, segundo a investigação, são formadas sempre que existe produção de anticorpos. Aumentam transitoriamente após uma vacina mas estão sempre em grande quantidade em pessoas com síndrome de Sjögren, uma doença crónica inflamatória autoimune.

 

Doenças autoimunes são aquelas em que o sistema imunitário em vez de proteger o corpo humano de agressões exteriores, produz anticorpos para atacar e destruir órgãos e estruturas que fazem naturalmente parte do organismo.

 

A equipa de investigadores, liderada por Luís Graça, descobriu que as células T reguladoras foliculares são um marcador de respostas imunitárias mas não são um indicador direto da capacidade de produção de anticorpos, como se explica nos resultados da investigação hoje publicados na revista Science Immunology.

 

Em declarações à Lusa, Luís Graça explicou que o trabalho permitiu identificar uma diferença entre as células T reguladoras foliculares que estão no sangue e as que estão em determinados tecidos, no sangue são imaturas e não cumprem a função de regulação e nos tecidos estão completamente formadas.

 

Leia mais aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 11:11

Inventores angolanos podem repetir proeza da 66ª edição da IENA

Terça-feira, 27.10.15

Depois de conquistarem dez medalhas numa edição, serem eleitos para o palco de invenções especiais e verem a bandeira nacional entre as 12 da página oficial da Feira de Idéias, Invenções e Novos Produtos (IENA), os representantes angolanos à 67ª edição da referida feira podem voltar a brindar o país com medalhas.

 

Tendo em conta os projecto a serem apresentados na feira de 2015, a decorrer de 29 de Outubro a 01 de Novembro, o país pode esperar dos seus representantes proeza igual à IENA2014, que teve lugar em Nuremberga, Alemanha, onde cinco projectos foram escolhidos para o palco reservado às "Invenções especiais interessantes".

Todos os anos, a organização escolhe países com uma reputação no evento para apresentar projectos considerados especiais, Angola que participa desde 2009, mereceu esta escolha na edição de 2014.

Os cinco temas apresentados pelos angolanos tinham sido escolhidos num universo de mais de 700 expositores que representam 32 países de todos os continentes.

Nesta mesma edição foi oficialmente apresentada a bandeira de Angola entre as 12 da página oficial do evento e, de acordo com o coordenador da comitiva angolana, Gabriel Luís Miguel, a exposição da bandeira de Angola, ao lado da dos EUA, China, Malásia, Índia, Alemanha, Suíça, Eslovénia, Coreia do Sul, Irão, Reino Unido e Turquia, resultou das participações regulares e com sucesso do país no evento.

Este sucesso, acrescentou o responsável na ocasião, deve-se às antecâmaras que o Ministério da Ciência e Tecnologia (MINCT) vem realizando em todas as províncias do país para captar os melhores trabalhos ligados à criação e à inovação.

O grande feito nesta ano foi a meta nunca antes alcançada, a conquista de dez medalhas numa única edição, das quais duas de ouro, cinco de prata e três de bronze.

As medalhas de ouro foram conquistadas pelo Centro de Informação de Medicamentos e Toxicologia  (CIMETOX) da Faculdade de Medicina da Universidade Lueji A'Nkonde, com o projecto de produção do primeiro soro antiofídico e a empresa de sistemas informáticos SISTEC com a sua estação de voto electrónica.

As medalhas de prata foram conquistadas pelos inventores free-lancers Inácio Simão e Manuel Henriques Bongo com a mala para carregar telemóveis e outros dispositivos electrónicos e a cadeira de rodas movida por painel solar, respectivamente.

As outras medalhas de prata foram ganhas por Alberto Wapota, com o projecto E-tchoto ou Ondjango electrónico, pelo inventor Valeriano Marcelino, com o projecto sobre sistema de controlo de iluminação pública e o inventor Rouget Fundora, com o jogo tradicional Kiela em formato computarizado.

Já as medalhas de bronze foram ganhas pelos inventores Marcolino Cangajo, Lufialuiso Sampaio Velho, com projectos como a passadeira electrónica e sistema de emergências médicas. Já a Universidade Agostinho Neto (UAN) foi medalhada na categoria de Universidades.

Nesta 66ª edição, o país esteve representado com 17 projectos concorrentes, dos quais 16 da área da Mecatrónica e um da Toxicologia. Angola participava pela sexta vez na feira de IENA, espaço onde tem conquistado um total de 38  medalhas, dentre as quais seis de ouro, quinze de prata e dezassete de bronze.

Para a edição 67ª Angola se fará representar com 10 inventores e 19 projectos, nomeadamente, “o aparelho para evitar derrame de petróleo nos oceanos”, “Vortex One”, “Bicicleta Multifuncional”, “dispositivo multifuncional para deficientes físicos, visuais e doentes”, “De lixo ao luxo”, “Veículo Nahary” e “Sistema Integrado de Emergências Médicas de Angola (SIEMA)”.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 19:43

«GTA» é tão bom para o seu cérebro quanto exercícios de lógica

Terça-feira, 06.10.15

gta.jpg

 Atenção, gamers: investigadores acreditam que jogos de acção como «Call of Duty» são tão benéficos para o cérebro quanto os jogos de lógica - mas só se jogados com parcimónia.

 

Num estudo publicado na revista acadêmica Policy Insights from the Behavioral and Brain Sciences, estudiosos defendem que, em alguns casos, os jogos de acção - assim como de outros géneros - podem ter um maior impacto positivo sobre a capacidade cognitiva do que os «exercícios cerebrais» criados para esse propósito. No texto do estudo, os autores afirmam que cabe às autoridades fazer decisões mais sensatas em relação às recomendações de consumo de certos tipos de jogos.

 

«A mensagem principal é que existem várias pesquisas que comprovam que tanto jogos de acção quanto de lógica afectam os nossos processos cognitivos de forma benéfica», segundo Aaron Seitz, co-autor do artigo e professor de psicologia na Universidade da Califórnia, nos EUA.

 

«Em vez de afirmar que os videojogos fazem mal e limitar o tempo que passamos a usá-los, é preciso analisar os seus benefícios e desvantagens, de forma que possamos criar políticas mais completas», acrescentou.

 

No artigo, os pesquisadores citam um caso julgado no Supremo Tribunal dos EUA em 2011, no qual os juízes discutiram se os jogos mais «explicitamente violentos» ameaçavam o desenvolvimento psicológico-social de uma criança a ponto de «justificar restrições legais para a sua venda».

 

Seitz, no entanto, cita pesquisas que afirmam que alguns desses jogos, como «Grand Theft Auto V» e «Wolfenstein: The New Order», assim como jogos de outros géneros como «StarCraft», «Portal 2» e «Rise of Nations» podem ajudar a melhorar a atenção, a percepção básica e a capacidade de fazer escolhas.

 

«É claro que se passar dez horas a jogar, isso irá fazer mal. Mas pesquisas mostram que se jogar uma hora todos os dias, é possível notar alguns ganhos cognitivos», disse Seitz. «Esses jogos desafiam-nos: é preciso responder a estímulos muito subtis que surgem no nosso campo de visão muito rapidamente. É preciso fazer várias coisas ao mesmo tempo - resumindo, esses jogos são como exercitar certos sistemas cerebrais.»

 

Essa exercitação cerebral pode também ser vantajosa para aqueles profissionais que precisam de desenvolver uma coordenação motora mais aguçada.

 

«Foi comprovado que, no caso de cirurgiões especialistas em laparoscopias (uma cirurgia minimamente invasiva), aqueles que jogam são mais hábeis na sutura do que aqueles que passam por anos de treino tradicional. Resumindo, ensinar cirurgiões especialistas em laparascopia a jogar pode ajudá-los nas cirurgias», disse Seitz.

 

No final, os cientistas defendem que os videojogos são como os alimentos: cada tipo de jogo tem um efeito diferente nos nossos corpos e o resultado depende também da quantidade.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 21:56

Português desenvolve app capaz de detectar emoções

Quarta-feira, 09.09.15

Pode parecer ficção, mas não. Na realidade, já é possível graças à aplicação Happy Hour desenvolvida (para o sistema operativo Android) por uma equipa de investigadores do Departamento de Engenharia Informática da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), coordenada pelo professor Jorge Sá Silva.

 

Com a aplicação Happy Houro telemóvel não só identifica o estado de espírito dos seus utilizadores, como também seleciona e apresenta informação, em tempo real, sobre os espaços verdes de interesse mais próximos (como parques ou jardins).

emotions.jpg

 

A aplicação promove assim caminhadas e exercício físico como forma de melhorar a situação emocional de quem a utiliza.

 

O objetivo do desenvolvimento desta revolucionária “app” que se enquadra na promissora área da Internet das Coisas, conta David Nunes, «é mudar o paradigma. As tecnologias devem compreender o ser humano e adaptar-se às suas necessidades e desejos. Embora seja um desafio de enorme complexidade, o futuro passa por aqui.»

 

Esta tecnologia resulta de quatro anos de investigação e passou por várias etapas. Primeiro, a equipa reuniu um conjunto de tecnologias e informação (camisola inteligente, telemóvel, informação sobre o estado do tempo, etc.) que lhe permitisse obter e processar toda a informação essencial para desenhar a aplicação.
A partir daqui, os investigadores utilizaram um algoritmo de aprendizagem para avaliar quatro estados emocionais pré-definidos: euforia, aborrecimento, calma e ansiedade.

 

A aplicação, que atualiza o estado emocional de hora a hora e envia para correção e validação do utilizador, socorre-se igualmente de sensores do telemóvel para identificar, localizar e perceber o ambiente onde indivíduo está inserido.

 

A originalidade do projeto “Happy Hour – Improving Mood With An Emotionally Aware Application” valeu a David Nunes, de 27 anos de idade, o prémio “Jovem Investigador” (Young Scientist Award) na Conferência Internacional IEEE-I4CS – Inovação para Serviços Comunitários, que decorreu recentemente na Alemanha.

 

 

Para visitar a fonte da informação, clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 20:19

Como a ciência mede um terremoto?

Terça-feira, 12.05.15

O noticiário sobre os terremotos do Nepal novamente traz à tona termos técnicos para explicar a intensidade de tremores.

 

Existem escalas criadas por geólogos para descrever o que se conhece como a "magnitude" deste tipo de evento.

 

A mais usada delas é a MW, que se baseia na energia liberada por um terremoto. Trata-se de uma escala aberta (não de zero a dez), que começa em 2,5. Esta é a magnitude da maioria dos tremores que ocorrem a cada ano - insignificante para ser percebida por pessoas, mas que é captada por instrumentos que medem as vibrações causadas pelos terremotos (sismógrafos).

 

 

Momento do tremor

 

Para fazer este cálculo, cientistas levam em consideração variáveis como o movimento de uma falha geológica e a força requerida para movê-la.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 21:38

Aplicação Quer uma ajuda para gerir as vacinas dos seus filhos?

Quarta-feira, 22.04.15

A VaxiMate emite alertas que lhe indicam quando o seu filho deve ser vacinado.

 

A Pfizer Vaccines lançou uma aplicação para ajudar os pais a gerir o processo de vacinação dos filhos.

 

Além de receber alertas e poder consultar toda a informação relativa ao esquema de vacinação, a VaxiMate permite aos utilizadores registar dados como altura e peso dos filhos.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 21:19

Google quer fazer as pessoas viverem até os 500 anos

Segunda-feira, 16.03.15

O Google Ventures já colocou dinheiro nos estágios iniciais de startups de sucesso como Uber e Nest. Mas, segundo o presidente do braço de investimentos do Google, a maior parte dos fundos da empresa agora está sendo investinda no combate ao câncer.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 21:36

Três adolescentes portugueses vencem concurso europeu de ciência

Terça-feira, 23.09.14

Três portugueses, de 16 anos, receberam esta terça-feira, em Varsóvia, o primeiro prémio da 26.ª edição do Concurso da União Europeia para Jovens Cientistas, com projetos nas áreas da matemática e da biologia, informou a Comissão Europeia. 

João Pedro Araújo (matemática) e a dupla Mariana Garcia e Matilde Moreira (biologia) vão receber, cada, um prémio de sete mil euros, partilhando o primeiro lugar com Lubos Vozdecky, um jovem checo, de 19 anos, que apresentou um trabalho no domínio da física. 

O concurso de Varsóvia, na Polónia, reuniu 77 projetos de 36 países, incluindo os Estados-Membros da União Europeia, estados associados e outros países, segundo uma nota divulgada esta terça-feira pela representação da Comissão Europeia em Portugal. 

Os temas dos projetos incidiam nas áreas de biologia, física, química, informática, ciências sociais, ambiente, matemática, materiais, engenharia e medicina. 

Ao concurso, no qual foram atribuídos segundos e terceiros prémios, apresentaram-se 110 jovens, entre os 14 e os 20 anos. 

Os segundos prémios (cinco mil euros por projeto) foram concedidos a trabalhos da Irlanda, Bulgária e Eslovénia (em matemática e química) e os terceiros (3500 euros) a projetos da Lituânia, do Reino Unido e da Alemanha (nas áreas da biologia, medicina e engenharia). 

Um outro prémio, de cooperação internacional (cinco mil euros), foi para um jovem suíço (física). 

O Concurso da União Europeia para Jovens Cientistas foi criado pela Comissão Europeia, em 1989, para «estimular a cooperação e o intercâmbio entre jovens cientistas e dar-lhes a possibilidade de serem orientados por alguns dos mais proeminentes investigadores da Europa». 

Citada em comunicado, a comissária europeia para a Investigação, Inovação e Ciência, Máire Geoghegan-Quinn, elogiou «a qualidade dos trabalhos», salientando a importância de «dar aos jovens a oportunidade» de desenvolverem ideias e de «serem criadores». 

Máire Geoghegan-Quinn lembrou, ainda, a necessidade de «envidar mais esforços para aumentar a participação das mulheres no domínio da ciência e da tecnologia». Este ano, o concurso teve a participação de 41 candidatas, contra 69 candidatos.

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 21:23

Apple lança carteira móvel ApplePay

Terça-feira, 09.09.14

A Apple lançou um novo sistema de pagamento eletrônico nesta terça-feira para permitir que os usuários façam pagamentos usando somente seu smartphone e um cartão de crédito.

 

O CEO da Apple, Tim Cook, afirmou que o sistema ApplePay "substituirá o antigo processo de pagamento em dinheiro ou em cartão de crédito e débito por um sistema completamente novo".

 

O novo sistema de pagamento será incorporado aos novos iPhones com o sistema operacional da Apple, que também foram lançados nesta terça-feira.

Cook disse que "todo dia, apenas nos Estados Unidos, os cartões de crédito são utilizados 200 milhões de vezes, em um processo de pagamento bastante ultrapassado".

 

Para o CEO, outras tentativas de carteira móvel falharam porque as empresas pensavam "em seu próprio interesse, e não na experiência do usuário".

Cook apresentou um vídeo em que um consumidor encosta o seu smartphone em um terminal de pagamento e comenta: "É muito legal".

 

 

Se desejar visitar a fonte da informação, clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 21:53

Valongo, Coimbra e Arcos de Valdevez conquistam "Prémio Saúde Sustentável"

Quinta-feira, 05.06.14

"Prémio Saúde Sustentável" foi atribuído esta tarde a três instituições que o júri considerou serem as que promovem melhores práticas em saúde.

 

Unidade de Saúde Familiar de Valongo, na categoria de cuidados de saúde primários, Centro Hospitalar Universitário de Coimbra, na categoria de cuidados hospitalares, e Santa Casa da Misericórdia de Arcos de Valdevez, são os grandes vencedores do "Prémio Saúde Sustentável" que vai na sua terceira edição.

 

Foram ainda atribuídas cinco menções honrosas correspondentes a cada critério de avaliação: a qualidade clínica e resultados em saúde valeu uma menção honrosa à SCM Arcos de Valdevez. O Centro Hospitalar Universitário de Coimbra conquistou também uma menção honrosa no critério sustentabilidade económico-financeira.

 

A menção honrosa em responsabilidade ambiental foi para a Santa Casa da Misericórdia da Marinha Grande. O ACES Grande Porto II Gondomar conquistou uma menção honrosa pelo destaque no critério inovação e tecnologias da saúde. A boa pontuação no critério experiência do utente valeu uma menção honrosa ao IPO do Porto.

 

Os vencedores do "Prémio Saúde Sustentável" foram revelados esta quarta-feira, 5 de Junho, no Hotel Ritz, em Lisboa. A escolha dos vencedores teve por base os resultados em cinco indicadores: qualidade clínica e resultados em saúde; experiência do utente; sustentabilidade económico-financeira; responsabilidade ambiental e inovação e tecnologias em saúde.

 

O "Prémio Saúde Sustentável" é uma iniciativa do Negócios e da Sanofi, com a colaboração da Accenture, que participou na construção da metodologia de avaliação.

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 20:37



Pesquisar

 




Contacto

planetacultural@sapo.pt


Comunicado aos nossos leitores

1- Planeta Cultural é um Blog que tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular nas páginas da Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de Comunicação Social, que nem sempre será viável citar ou referenciar. Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo, o favor de me contactar via e-mail (constante no meu perfil público), na sequência de que procederei à sua imediata remoção.

2 - Os comentários expressos neste "Blog", vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste sítio, "Blog", pelo que, publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo. Reserva-me também o direito de eliminar qualquer comentário que possa considerar difamatório, ofensivo, calunioso ou prejudicial a terceiros, bem como textos de carácter promocional que também poderão ser excluídos.

Atenciosamente;

---------------------------------R. C.
-------------Administrador do Planeta Cultural

Quantos nos visitaram desde 13FEV2016?