Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Posts mais comentados


Comentários recentes

  • Planeta Cultural

    O ser humano consegue bem de longe ser pior que os...

  • Maribel Maia

    É com muita pena que leio notícias dessas!

  • Planeta Cultural

    .......deve ganhar pouco no Real de Madrid e preci...

  • Sam

    Para quem gosta de redes sociais e quer ganhar uns...

  • Planeta Cultural

    Com um alvarinho a acompanhar...Ui....mas que peti...






Marcha Animal volta hoje às ruas para exigir "mais proteção" para os animais

Sábado, 09.04.16

cães.jpg

 

A Marcha Animal regressa hoje às ruas de Lisboa para exigir "mais proteção para os animais" e reclamar que "tortura não é cultura", numa referência à tauromaquia que os promotores pretendem que não receba financiamento do Estado.

 

"Tal como fazemos anualmente, em abril vamos levar a cabo uma marcha que pede mais proteção para os animais, e que este ano tem um ângulo muito especial", já que o mote é "tortura não é cultura", disse à Lusa a presidente da associação Animal, que promove o evento.

 

Isto acontece numa altura em que duas petições da Animal deram entrada no parlamento e que estão prestes a ser discutidas: uma pede para que Portugal siga a recomendação da ONU e que afaste os menores da tauromaquia e a outra para os dinheiros públicos não patrocinarem esta atividade.

 

"Se as pessoas quiserem ir à tourada, que infelizmente é uma atividade legal, podem ir, mas que paguem", acrescentou Rita Silva.

 

Para esta marcha deverão vir "muitas associações" de defesa do bem-estar animal, incluindo internacionais.

 

Sobre a lei que criminaliza os maus tratos contra os animais, a presidente da Animal considera que esta "tem dado alguns frutos", embora registe vários aspetos que merecem ser melhorados.

 

"O que queremos é mais e melhor aplicação da lei. Há muitas coisas a corrigir. Estamos satisfeitos pela lei existir, mas não chega", disse.

 

Segundo Rita Silva, a Animal recebe todos os meses cerca de 300 denúncias de maus tratos contra animais. "E não somos a autoridade", disse.

 

De acordo com esta dirigente associativa, "as pessoas continuam a queixar-se de que as autoridades continuam a responder mal e a demorar muito tempo a agir".

 

A maior parte das denúncias relaciona-se com "negligência e omissão de cuidados" e refere-se a animais que vivem nas varandas, muitas vezes sem passear, sem contacto com os humanos, a viverem nos próprios excrementos e sem qualquer abrigo dos fatores climatéricos.

 

"Ainda recentemente, por altura da Páscoa, fomos contactados por pessoas que denunciaram situações de animais que ficaram vários dias nas varandas, enquanto os donos viajavam".

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 11:21

Cães com quartos de luxo e com ligação à internet num hospital na Maia

Sábado, 14.11.15

cães.jpg

 

Água, Terra, Fogo, Ar e Arrábida são os quartos de luxo para "Very Important Dogs", ou cães muito importantes de um hospital veterinário, na Maia, que permite aos donos acompanharem os seus animais através de uma aplicação na internet.

 

Os quartos, com nove metros quadrados e outro tanto de jardim privativo, estão decorados consoante os seus nomes e têm ainda um sofá-cama, música ambiente para relaxar e uma câmara de vídeo, cujas gravações são disponibilizadas, em tempo real, por rede em qualquer aparelho, através de uma senha de acesso.

 

Foi esta a forma encontrada de oferecer o "conforto de um lar" aos animais que não estão habituados a estar num canil normal, explicou à Lusa Sara Curvelo, a diretora clínica hospital que abriu portas em junho deste ano e cuja inauguração oficial está marcada para hoje.

 

"A porta do quarto, sempre que o tempo permite, está aberta e os cães entram e saem quando querem", explicou a veterinária segundo a qual este "hotel de cinco estrelas" tem sido procurado por "uma panóplia muito vasta" de clientes.

Seja um animal de estimação grande ou pequeno, o que importa é que o dono "queira tratar bem o seu bicho, seja gato ou seja cão".

 

E se o quarto em regime VID (Very Important Dog) ou os jardins, privativos e não só, não forem suficientes para gastar toda a energia, estes hóspedes podem sempre esticar as quatro patas na piscina aquecida de 40 metros quadrados que, para além de destinada à reabilitação de animais, está também aberta ao lazer.

 

"Não é só para animais com problemas, é também um sítio para eles gastarem energia e para melhorarmos a qualidade de vida, que é esse o nosso objetivo", adiantou a responsável que quase diariamente se atira para a água, até para ajudar alguns cães a queimar calorias.

 

E porque cães e gatos nem sempre andam bem juntos, o hospital veterinário Mais Animais tem também salas independentes e consultórios exclusivos.

 

Aos animais podem ainda ser prestados outros serviços como inseminação artificial, acompanhamento ecográfico de gestação, imagiologia e cirurgia com recurso a laser, que, segundo Sara Curvelo, permite "menos dor na recuperação, hemorragia zero e toda uma série de facilidades na recuperação."

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 14:15

Ferroviário aposentado constrói locomotiva para seus cães

Sexta-feira, 25.09.15

cães_em_locomotiva.jpg

 Foto: Reprodução via internet

 

Eugene Bostick, de 80 anos, ferroviário aposentado, constrói locomotiva para os seus cães .

Estes animais eram vadios e foram por si resgatados das ruas do Texas.

Isto sim, isto mostra que ainda à quem se preocupe com a vida destes animais!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 10:05

Cão do barrocal algarvio quer ser reconhecido como raça portuguesa

Domingo, 30.08.15

Caõ_do_Barocal.jpg

 Há pouco mais de 10 anos existiam pouco mais de 20 exemplares do cão do barrocal algarvio, espécie que correu sérios riscos de extinção. Agora, existem cerca de 1500 e a raça está próximo de ser reconhecida como raça portuguesa.

Nesse sentido, este sábado, em Faro, realizou-se o primeiro concurso oficial, que contou com a colaboração do Clube Português de Canicultura (CPC).

«Estava em vias de desaparecer e tentámos recuperá-lo e corrigir alguns cruzamentos», lembra José Afonso, vice-presidente da Associação dos Criadores do Cão do Barrocal Algarvio, que, com Rogério Teixeira, o presidente, dinamizaram a associação:

«Há cerca de 15 anos investigámos o cão e com alguns criadores decidimos avançar.»

«No início houve quem colocasse algumas reticências, mas continuamos a fazer o nosso trabalho, porque o cão era diferente de todos os outros», complementa Rogério Teixeira.

«Fizemos um reconhecimento pela região, e comprámos exemplares, começando a criação. Chegámos depois ao CPC, que nos apoiou, nomeadamente com a oferta de chips. Já está reconhecido provisoriamente como cão de raça portuguesa, esperamos que o seja em definitivo, em 2016», acrescentou.

Carla Molinari, presidente do Clube Português de Canicultura, apoia:

«Temos observado esta raça nos últimos anos e tem um núcleo de cães bastante definido. Embora ainda não esteja oficializado, já elaboramos o estalão da raça, e estamos aqui para vermos a homogeneidade do núcleo.»

Em fisionomia, o cão do barrocal algarvio é parecido com o podengo, mas é bastante diferente no comportamento.

«Há quem o confunda, mas não têm o mesmo ADN. A maneira de caçar é diferente», vincou José Afonso.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 00:47

Pode ou não dormir com o seu cão?

Segunda-feira, 06.04.15

A cumplicidade entre humanos e animais de estimação chega ao ponto dos bichos dormirem com os donos. E o que parece descabido para uns, é natural para outros. Mas o que acham os médicos?

cao e menino.jpg

 

Numa altura em que a taxa de natalidade continua a diminuir, muitas pessoas passaram a cuidar dos seus animais de estimação como se de filhos se tratassem. Daí o rol de negócios que nasceu em redor dos “pets”. Mas para outros, as relações de cumplicidade são antigas. E em ambos, as demonstrações de carinho são muito expressivas. Podem mesmo incluir o hábito de dormir com o cão ou o gato.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 21:39

Britânica prefere a cadela ao filho

Sábado, 25.10.14

1.jpg

 

O seu filho ou o seu cão, de quem gosta mais? A pergunta pode parecer fácil para muitos, mas não para Kelly Rose, uma britânica que confessa espalhar amor por ambos, mas há dias em que os sentimentos por Matilda, a sua terrier de quatro anos, são superiores aos que tem por William, o seu filho de 11 anos.

 

A teoria de Kelly é simples: enquanto o seu filho está a crescer de forma saudável e a tornar-se mais independente, Matilda irá sempre precisar de si – e será com ela que passará os seus dias mais divertidos e envelhecerá.

 

“Admito livremente que gosto de Matilda tal como gosto do William. Na verdade, em algumas ocasiões, gosto mais dela do que dele. E não me sinto culpada por admiti-lo”, explicou Kelly.

 

Segundo a mãe britânica, William espalha a confusão pela casa, tem de ser lembrado do seu trabalho de casa e que tem de arrumar as roupas. “A minha querida e doce Matilda é sempre obediente e tem muito afecto”, completa.

 

E Kelly insiste: “Tudo o que faço por Matilda resulta [num acto] de amor e gratidão [dela]. Por outro lado, não interessa quantas refeições prepare para William ou o número de roupas que lhe lave ou quantas vezes o leve à natação, mal tenho uma palavra de reconhecimento ou um obrigado”, continuou.

 

Segundo o Daily Mail, que publica a história de Rose na primeira pessoa, um estudo recente revelou que ter um cão liberta os mesmos instintos paternais nos adultos que as crianças. Várias mães que têm cães têm reagido com os mesmos sentimentos de amor e compaixão a imagens dos seus animais de estimação, como se estes fossem as suas crianças.

 

“O meu tempo com a Matilda é emprestado. Tenho 12 ou mais anos com ela e já vivemos metade desse tempo, por isso tenho de transformar todos os momentos nos mais alegres de sempre”, concluiu Rose.

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 21:06

Há rações para cães e gatos feitas à base de animais doentes

Sexta-feira, 29.08.14

O escândalo rebentou em Espanha mas já há casos reportados em Portugal. Algumas rações para cães e gatos têm, na sua génese, restos de outros animais doentes.

 

Conta a edição de hoje do jornal i que tanto as autoridades espanholas como as portuguesas sinalizaram múltiplos casos de más práticas a nível da transformação alimentar na Península Ibérica.

 

No país vizinho, mais concretamente na cidade de Sevilha, uma investigação levou à descoberta de que, alegadamente, a empresa Dasy, do Grupo PGG, faria uso de cães e cavalos mortos, bem como de outros animais doentes, no âmbito do fabrico de farinhas para alimentar não só animais domésticos como vacas, porcos e galinhas.

 

Ora, estes últimos são parte integrante da dieta mediterrânica, pelo que se observa o risco da introdução de doenças na cadeia alimentar dos seres humanos.

 

De acordo com fontes do setor contactadas pelo i, este perigo não está circunscrito ao território espanhol, uma vez que os subprodutos alimentares circulam livremente na Península Ibérica.

 

Saliente-se que em Portugal, só nos últimos meses, a ASAE já instaurou 20 processos contraordenacionais a operadores deste ramo, sendo que “no âmbito destas ações foram também instaurados três processos-crime por fraude de mercadorias”, adianta uma fonte oficial.

 

 

Para visitar a fonte da informação, clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 23:03

Cão eleito presidente de câmara

Sábado, 16.08.14

Golden Retriever foi eleito 'mayor' numa pequena aldeia no estado norte-americano do Minnesota.

 

Os sonhos tornam-se realidade, não apenas para os humanos. Um cão da raça Golden Retriever, foi eleito 'mayor' (equivalente em Portugal a presidente de câmara) da aldeia de Cormorant, no Minnesota. Duke tem sete anos e vai tomar posse este sábado. O 'salário' é um ano completo de ração. O cão não é o primeiro animal a ser eleito para cargos oficiais nos Estados Unidos. Um gato chamado Stubbs é o 'mayor' honorário da aldeia de Talkeetna, no Alasca.

 

 


Para visitar a fonte da informação clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 14:32

Mariah Carey gasta R$ 100 mil por ano em cuidados com seus cães

Segunda-feira, 28.04.14

Mariah Carey gasta R$ 100 mil por ano para cuidar dos seus cães de estimação. A cantora, que possui uma fortuna estimada em R$ 900 milhões, mima regularmente seus oito cães de estimação, marcando sessões de tratamento exclusivo nos melhores salões de beleza canino.

 

"Mariah paga por todas as terapias de SPA que nem mesmo ela tem. Apenas seus cães têm isso. Os preços começam a partir de R$150 por uma simples tosa. Os cães de Mariah realmente parecem gostar das massagens de corpo inteiro. Ela paga para os seus cachorrinhos viajarem com ela na primeira classe. E quando eles não podem, ela os deixa em creche de cães como Chateau Marmutt, Barkingham Palace ou no Pour La Pooch. Ela também contrata um motorista designado para transportá-los na ida e vinda do local, o que custa em torno de R$1200 por hora", disse uma fonte ao jornal Daily Mirror.

 

O tratamento favorito de Mariah para seus cachorros é o popular blueberry facial, que se originou em Los Angeles, e supostamente serve para esfoliar e reduzir manchas na pele.

 

"Ela sempre vai ter os animais bem cuidados antes de viajar, ela gosta deles lindos a todo momento. Além de ter o banho e a secagem, Mariah também gosta da última tendência de Los Angeles para os caninos, o blueberry facial", explicou.

 

Mariah, que tem os gêmeos de dois anos de idade, Moroccan e Monroe, com seu marido Nick Cannon, é obcecada com a forma como seus cães cheiram após seus tratamentos e fica encantada em como essse tratamentos ajudam a reduzir rugas.

 

"Ela fica obcecada pelo cheiro deles depois de um blueberry facial. Os tratamentos faciais também são ótimos para se livrar das rugas caninas, então todo mundo sai ganhando", finalizou a fonte.

 

 

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 21:18

Adolescente mata animal de estimação da família para se vingar de padrasto

Sábado, 15.02.14

Motivado por vingança, um adolescente feriu com uma foice a cachorrinha de estimação de seu padrasto, que mora no Sítio Quati, zona rural de Arapiraca.

 

De acordo com a polícia, o menor, de 16 anos, teria discutido com o ex-marido de sua mãe, Margarida Ferreira Lima, de 40 anos, e logo depois utilizado a arma branca para ferir o cão, que pertencia ao padrasto.

 

O garoto prestou esclarecimentos da Central de Flagrantes do Agreste e foi liberado logo em seguida.  Ele foi autuado por maus tratos contra animais.  A Polícia Militar não informou se a cadela sobreviveu.

 

 

In' tnh1.ne10.uol.com.br

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 12:43



Pesquisar

 


subscrever feeds



Contacto

planetacultural@sapo.pt


Comunicado aos nossos leitores

1- Planeta Cultural é um Blog que tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular nas páginas da Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de Comunicação Social, que nem sempre será viável citar ou referenciar. Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo, o favor de me contactar via e-mail (constante no meu perfil público), na sequência de que procederei à sua imediata remoção.

2 - Os comentários expressos neste "Blog", vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste sítio, "Blog", pelo que, publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo. Reserva-me também o direito de eliminar qualquer comentário que possa considerar difamatório, ofensivo, calunioso ou prejudicial a terceiros, bem como textos de carácter promocional que também poderão ser excluídos.

Atenciosamente;

---------------------------------R. C.
-------------Administrador do Planeta Cultural

Quantos nos visitaram desde 13FEV2016?