Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]






Comentários recentes

  • Veegam

    Como obter Stellar Lumens gratis!https://steemit.c...

  • Firmino

    deus vê a quem a gente faz bem e depois no fim lev...

  • Planeta Cultural

    O ser humano consegue bem de longe ser pior que os...

  • Maribel Maia

    É com muita pena que leio notícias dessas!

  • Planeta Cultural

    .......deve ganhar pouco no Real de Madrid e preci...







Bancos em Portugal com menos 400 milhões de euros de lucros

Quarta-feira, 25.03.09

 

Os lucros dos bancos a operar em Portugal caíram 400 milhões de euros, em 2008, o que representa uma queda de 16,5% face ao período homólogo, revela o relatório com os dados relativos à actividade bancária da Associação Portuguesa de Bancos (APB). Os resultados do sector foram penalizado pelo crescimento excepcional das dotações para provisões e imparidades.

No total, os bancos em Portugal registaram lucros de 2,051 mil milhões de euros, em 2008, um valor que representa uma queda de 16,5% face aos 2,455 mil milhões de euros registados em 2007.

Os resultados líquidos dos bancos foram fortemente penalizados pelo “excepcional volume das dotações para provisões e imparidades que quase duplicaram para a amostra considerada relativamente ao período anterior”, refere a APB.

O valor inscrito na conta de exploração dos bancos para provisões e similares atingiu os 2,806 mil milhões de euros, um valor 86,9% superior ao de 2007. As provisões para imparidades em outros activos financeiros, como carteiras de títulos, ascenderam a 1.088 milhões de euros (mais 122 milhões que em 2007) “em consequência das desvalorizações significativas desta categoria de activos decorrentes da crise dos mercados financeiros”. As provisões para crédito também aumentaram, totalizando 1.548 milhões de euros (1.265 milhões em 2007) devido ao agravamento do incumprimento gerado pela conjuntura económica.

Crise prejudica margem financeira dos bancos


A APB refere que os indicadores económicos dos bancos “reflectem em larga medida os efeitos da turbulência dos mercados em 2008”. Com a crise de liquidez, as necessidades de financiamento das instituições bancárias foram satisfeitas através de recursos mais caros, com a respectiva taxa média a subir 82 pontos base (p.b.) para os 5,94%.

Já a taxa de remuneração das aplicações dos bancos subiu apenar 76 pontos base, o que se traduziu na degradação da margem financeira que assim se situou nos 1,51% (1,57% em 2007).

A margem dos serviços bancários também caiu para os 0,59%, sendo negativamente afectada pela quebra do nível de comissões associadas à comercialização de produtos mais dependentes dos mercados de capitais, como sejam os fundos de investimento, a custódia e guarda de valores e a corretagem, entre outros.
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 15:54



Pesquisar

 




Contacto

planetacultural@sapo.pt


Comunicado aos nossos leitores

1- Planeta Cultural é um Blog que tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular nas páginas da Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de Comunicação Social, que nem sempre será viável citar ou referenciar. Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo, o favor de me contactar via e-mail (constante no meu perfil público), na sequência de que procederei à sua imediata remoção.

2 - Os comentários expressos neste "Blog", vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste sítio, "Blog", pelo que, publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo. Reserva-me também o direito de eliminar qualquer comentário que possa considerar difamatório, ofensivo, calunioso ou prejudicial a terceiros, bem como textos de carácter promocional que também poderão ser excluídos.

Atenciosamente;

---------------------------------R. C.
-------------Administrador do Planeta Cultural

Quantos nos visitaram desde 13FEV2016?